Maquiagem Zomby Gaga para o Halloween (e Lookbook!)

Em 30.10.2018   Arquivado em Beleza, Moda, Vídeos

Desde que foi anunciada, Zomby Gaga, a Monster High da Lady Gaga, roubou meu coração. Ela é maravilhosa, uma boneca primorosa em cada detalhe, inspirada nessa mulher incrível que a Gaga é e na mensagem linda de “Born This Way”. No natal do ano passado a Lili, minha amiga, me deu ela de presente e desde então fiquei já com a mão COÇANDO para tentar reproduzir a maquiagem… E, bem, Halloween tá aí, né? Pra isso que serve! E como nessa vida tudo vira post não só fiz como também gravei um vídeo mostrando o processo!

Mas é aquele negócio, né gente… EU NÃO SOU MAQUIADORA! Tenho muito amor por maquiagem e muita ajuda na área (principalmente da querida Julis Costa, que recentemente aumentou muuuito meu estoque e sempre com qualidade). Gravar esse tipo de coisa é um modo de me divertir e, quem sabe, servir de referência pra quem, como eu, adora mas não arrasa taaaanto assim. É amador, mas também com muito-muito-muito amor, então aí estar!

Materiais Usados:

Primer Studio Perfect, da Ruby Rose
Corretivo BT 10, da Linha Bruna Tavares
Pancake branco, da ColorMake
Paleta de sombras e contorno MB224, da Luisance
Lápis de olho preto, da Bella Oggi Italia
Sombra “Crave” da paleta Naked Basics, da Urban Decay
Sombra lápis preta Make B., de O Boticário
Delineador líquido preto, da Bella Oggi Italia
Batom matte Malvatu, da Quem Disse, Berenice?
Máscara para cílios Perfect Doll, de O Boticário

Pincéis

Chanfrado Blush F3, da The Beauty Box
Achatado Longo Sombra E5, da The Beauty Box
Pincel chanfrado para delineador, da Contém 1G
Pincel para sombra, da Avon
Esfumar roxo nº 35, da UHU
Chanfrado sombra da Quem Disse, Berenice?

Maquiagem Zomby Gaga | Halloween

Óculos: s/m | Camisa branca: Luigi Bertolli | Camisa preta: Zara | Calça: s/m | Sapato: Valesca Calçados | Gravata: s/m. Mais no Lookbook

E é ÓBVIO que, estando a maquiagem pronta e sem a menor vontade de desperdiça-la, eu aproveitei a chance pra fotografar o look, né? A Zomby Gaga vem com dous conjuntos de roupas: uma camisa comprida e meia arrastão, que é difícil de copiar por causa da estampa, e um conjunto de terninho! Nesse caso nenhum mistério: camisa branca por baixo, preta de manga comprida por cima, uma calça lisa, plataforma pesadona, gravata borboleta e óculos quadrados, tudo preto! Muito fácil de achar e que eu FELIZMENTE tinha fácil em casa.

Maquiagem Zomby Gaga | Halloween

Eu queria ter conseguido passar um spray rosa no meu cabelo? Queria! Melhor ainda se fizesse as mechas roxas? Claro. Mas infelizmente não chegamos a tanto, gente, foi mal! Mas ainda enquanto prendia um rabo lateral pra pelo menos ficar igual nesse aspecto, lembrei daquele lação que a gaga usava no início da carreira… Aaaaaah, ótima chance de tentar fazer um também, né? Meu cabelo tava bem bagunçadão no dia e o laço também ficou, mas como estava nessa vibe de monstrinho acabou combinando um pouco, sei lá! Acabou que gostei, tá bonitim e tudo mais…

Leia também: Nasce Uma Estrela, resenha do musical estrelado por Lady Gaga e Bradley Cooper

Maquiagem Zomby Gaga | Halloween

Nas mãos eu não teria a destreza de desenhar os ossos esfumadinhos (principalmente na direita!), então apenas passei o pancake bem mal passadinho, escrevi o “Gaga” de um lado e pedi minha mãe pra escrever o “Lady” do outro, com o mesmo delineador usado no rosto. Ficou como uma representação desse detalhes LINDO que a boneca tem! Inclusive, falando nela, fica aí uma foto dessa LINDEZA pra fechar o post, só pra vocês compararem e perceber que, sim, ficou até bem legal!

Um FELIZ HALLOWEEN a todas, curtam bastante e se cuidem!

Esse post faz parte do Dreamcatcher Project organizado no grupo d’A Corte Vermelha, cujo tema de Outubro é Halloween. Veja também os textos de outros participantes: Memorialices, Banshuu TV e Livros, Gatos, Café.

Nasce Uma Estrela

Em 24.10.2018   Arquivado em Filmes, Música

Nasce Uma Estrela Nasce Uma Estrela (A Star Is Born) *****
Elenco: Bradley Cooper, Lady Gaga, Dave Chappelle, Sam Elliott, Alec Baldwin, Anthony Ramos, Andrew Dice Clay, DJ Pierce, Michael D. Roberts, Michael Harney, Rafi Gavron
Direção: Bradley Cooper
Gênero: Musical, Romance
Duração: 135 min
Ano: 2018
Classificação: 16 anos
Sinopse: “O experiente músico Jackson Maine descobre a jovem artista desconhecida Ally, por quem acaba se apaixonando. Ela está prestes a desistir de seu sonho de se tornar uma cantora de sucesso, até que Jack a convence a mudar de ideia. Porém, apesar de a carreira de Ally decolar, o relacionamento pessoal entre os dois começa a desandar, à medida que Jack luta contra seus próprios demônios e problemas com álcool.” Fonte: Filmow (sinopse e pôster).

Comentários: A terceira refilmagem de Nasce Uma Estrela, de 1937, e seguindo a linha de “musical de rock” da versão de 76, conta com Lady Gaga e Bradley Cooper (que também dirigiu o filme) nos papéis principais e mostra uma visão contemporânea dessa velha história há muito já conhecida. Jackson Maine, astro da música, vive seus dias de fama regados a álcool e drogas, como forma de conseguir lidar com todas as pressões que esse cotidiano traz e com uma perda de audição gradual, cada vez mais acentuada. Ainda assim ele mantém aspectos de uma “vida normal”, tendo amigos fora do ramo e frequentando bares “normais” com pessoas “normais”. E é assim que, após um de seus shows, ele vai parar num bar de drag queens onde se encanta pela voz da única mulher que as outras drags permitem performar ali: Ally. Apesar do vozeirão e de ótimas músicas autorais, ela nunca conseguiu levar a carreira adiante por, até então, não ter sido considerada atrativa para a indústria.

Ela já o conhece e admira, mas em momento algum se sente deslumbrada em saber com quem está lidando. Um pouco surpresa e tímida, claro, e extremamente atraída, mas pela pessoa, pela voz, não pela fama. Ele se apaixona de cara, por tudo nela. Após uma noite inteira de conversas jogadas fora e músicas autorais compartilhadas, Jack convida Ally para o show do dia seguinte, colocando seu motorista particular à disposição dela. Ela reluta, mas vai, e chegando lá, em cima do palco, é “puxada” para que eles cantem juntos sua composição “Shallow”, numa cena EXTREMAMENTE impactante visual, musical e sentimentalmente. O público vibra, os dois se relacionam e ela passa a fazer parte da turnê, como “segunda voz”, chegando a atrair a atenção de um produtor musical, iniciando sua própria carreira e a vivendo lado a lado com esse romance inesperado.

Nasce Uma Estrela

Nasce Uma Estrela: imagem via Kingman, AZ

Faltam palavras e sobram elogios para falar desse musical maravilhoso, por inúmeros motivos. A voz e Lady Gaga já conhecemos e amamos, inevitavelmente. Ela causa arrepios quando está diante do microfone e, para minha surpresa, também conseguiu atuar muito bem. Bladley Cooper foi outro susto: tinha um baita músico escondido ali! Foi difícil perceber que a história se passava agora, nos anos 2010, ele cantou de forma que lembrou tanto velhos nomes do rock que só “caiu a ficha” quando o primeiro smartphone foi usado. De um modo geral eu já esperava ficar encantada ouvindo uma, mas no fim fiquei pelos dois. Funcionam lindamente tanto como dupla, quanto individualmente. Pra quem não gosta de musicais onde as personagens “cantam ao invés de falar”, aí vai um ponto muito positivo: por mais que a música esteja presente em praticamente todos os momentos, os diálogos são falados, e elas aparecem apenas quando as personagens REALMENTE estão cantando na história, dentro ou fora dos palcos. Já quem adora, como eu, bem, essa continua sendo uma vantagem de qualquer forma!

A trilha sonora, claro, é IMPECÁVEL! Não só pelos vocais, mas também ritmos, letras e pelo fato de que as cenas foram gravadas com música ao vivo (exigência da própria atriz), passando veracidade pra quem está assistindo. A maioria das canções foi escrita pela Lady Gaga, que contou com a parceria do DJ White Shadow, seu antigo colaborador, e do grande amigo – e meu maior ídolo – Elton John. “Shalow”, como eu já disse, é de encher os olhos, tanto metaforicamente quanto também de lágrimas. Definitivamente a melhor parte do longa todo! Depois dela minha favorita foi “Always Remember Us This Way”, que tem um instrumental de piano no fundo belíssimo e uma letra romântica que deixa o coração super quentinho e a cabeça cheia de lembranças.

Porém nem só de música vive uma história, e o enredo dessa também é um ponto positivo. Ele flui bem, não acelera ou reduz demais em momento algum, as personagens aparecem na hora certa sem causar estranhamento, você entende quem é todo mundo e qual a função de cada um. E, claro, aborda questões que PRECISAM ser abordadas: álcool, drogas e transtornos mentais, a depressão em meio ao que parece ser a vida perfeita. Acontecem coisas inesperadas pra te surpreender, discursos inadequados pra te lembrar de tomar cuidado com o que vai dizer e os desentendimentos são resolvidos, tem conversa, acordo, fala. Em meio a histórias clichês onde o crescimento de um dos lados faz mal ao outro, Ally e Jack tentam ao máximo se apoiar, mesmo quando parece ser impossível um segurar o outro, mas sem viver um “conto de fadas”, eles são humanos, sempre sujeitos ao lado podre dessa humanidade. O final não é muito surpreendente, mas chega com impacto digno de todo o resto. Daqueles que vale a pena ver, ouvir, digerir e depois, se possível, re assistir!

Trailer:

Um Pequeno Favor - Em exibição nos cinemas

Bonecando: Zomby Gaga

Em 20.12.2017   Arquivado em Dolls

Zomby Gaga

No final de 2016 a Mattel lançou lançou, em parceria com a Born This Way Foundation, sua mais nova aluna a participar da linha Monster High: Zomby Gaga, a boneca da Lady Gaga! Eu confesso que nunca fui “Little Monster”, escuto as músicas da Gaga de vez em quando somente, mas quando se trata da pessoa, nossa, sou fã! Não só de vozeirão vive aquela mulher, né? Ela é ativista REAL, tanto que criou a fundação supracitada para tornar o ambiente das crianças mais gentil… O que tem tudo a ver com as bonecas MH! Elas são uma grade metáfora para o combate ao bullying, tornando o esquisito fabuloso!

E bota fabuloso nisso porque a Zomby Gaga em si é um ESCÂNDALO! Logo que ela saiu eu fiquei enlouquecida… Fiz post mostrando as fotos de divulgação, torci muito pra ganhar a que foi sorteada na BlytheCon Rio esse ano e depois que não ganhei cheguei a colocá-la na minha Wish List de bonecas, mas sem qualquer esperança de tê-la. Apesar de a linha como um todo ser fácil de achar aqui no Brasil, essa específica é impossível desde o lançamento: praticamente esgotou de cara! Vários amigos meus tentaram comprar, sem sucesso.. E eis que outro dia, na festinha de fim de ano e amigo oculto que rola aqui em casa com uns amigos todos os anos, a Lili entregou os presentes de natal. Abri o saco e dei um berro: ela tava lá dentro!

Zomby Gaga

Eu não tenho palavras pra descrever tamanha lindeza… O corpo é acinzentado já que é um zumbi, e tudo nela é inspirado em “Born This Way”. A roupa principal é um conjunto de terninho que no forro tem escrito o nome da música, óculos de sol e os sapatos uma plataforma gigante e gótica. A segunda roupa também segue essa linha, tem a mesma tipografia com o nome em toda ela e uma meia arrastão incrível. Os cabelos são rosa bem clarinho com mechas lilás, presos num rabo de cavalo lateral gigante e a maquiagem… Ah, a maquiagem! É o rosto “esqueleto” com tons rosados, ao redor dos olhos rola um brilho que nem dá pra explicar de tão lindo. Ela é IMPECÁVEL!

A boca também tem um detalhe especial: é “semi aberta”, de forma que dá pra encaixar uma bola de chicletes que vem junto! Muito divertido né? Existem outras dolls desse mesmo lançamento, com as monstrinhas “principais” caracterizadas com ícones relacionados à Gaga, mas essa… Essa é diferente de tudo o que já vi! Não tem nem como dizer quanto está custando ou dar dicas de onde achar, porque realmente tem que ser meio na base da busca e sorte. Muito obrigada, Lili, você sabe que eu amei!

Zomby Gaga

Eu pretendia fazer umas fotos bacanas dela, mas infelizmente não tive tempo de comprar umas coisas que queria pro “cenário” e nem preparar algo legal de verdade por aqui… No fim das contas ficou só um fundo rosa na tentativa de mostrar pra vocês um pouquinho dessa linda. Depois pretendo postar algumas no meu álbum de Monster High do Flickr, até então só tinha minha querida Spectra e mas agora ela vai dividir o espaço com sua nova “irmã”. Desde que adotei a Arwen, minha gatinha, as Fashion Dolls estão morando dentro do armário, pra não correr o risco de ela destruí-las, então estou deixando só as MH e a Apple White, minha Ever After High, pra fora. Sinto falta de ter boneca na “decoração” e elas não são tão sensíveis, aí fica de boa… AINDA BEM, porque seria um crime escondê-la!

E agora… Deixando o melhor pro final porque estou encantada e quero que todo mundo se encante junto… As mãos dela têm, além de unhões incríveis, os ossinhos de esqueleto tatuados junto com as inscrições “LADY” e “GAGA”! Sério, Mattel, ARRASOU! Parabéns pra Natali Germanotta, irmã da cantora, que desenhou essa maravilha de plástico pra gente!

Zomby Gaga

Blogmas 2017

Zomby Gaga: a Monster High da Lady Gaga!

Em 09.10.2016   Arquivado em Dolls

Little Monsters, podem ir começando a chorar desde já! A Mattel anunciou no início do mês a sua mais nova boneca que vai entrar pro time das alunas de Monster High: Zomby Gaga! Ela foi desenhada pela irmã da cantora, Natali Germanotta, em uma parceria com a Born This Way Foundation, organização da própria Lady Gaga que visa ajudar o bem estar de crianças para que o ambiente delas seja mais gentil, e é toda inspirada no visual do clipe da música de mesmo nome. O mais legal dessa história é que a fundação tem TUDO a ver com o conceito das Monster Hogh, cuja ideia é justamente o “estranho ser fabuloso”, ou seja: as diferenças são não só aceitas como também celebradas! Existem vários episódios da web série delas que abordam essa temática contra o preconceito nas escolas e já até rolou uma ação conjunta com outras campanhas anti-bullying, então acho que isso só torna a coisa toda mais bonita ainda!

zombygaga_01 Foto da Mattel, via PR Newswire

Fala sério, gente, MARAVILHOSA! eu já sou completamente fã de como as Monster High são feitas, de como cada detalhe delas é completamente trabalhado e pensado. Eles pegam cada peça de roupa, sapato e acessório e fazem com que tenham elementos temáticos dos monstros representados, e ainda assim conseguem com que o conjunto fique bonito e harmônico, inclusive em relação à boneca em si, já que os cabelos, maquiagem e até tom de pele também respeitam isso, algumas têm corpos “especiais” de formato adaptado. Essa, é claro, não poderia ser diferente! Ela tem o rabão de cavalo em tons pastéis, a máscara pintada de monstro incrível com uns toques de brilho na sombra, a boca num formato que, pelo que entendi, dá pra encaixar um chiclete, tatuagem com o nome nas mãos e o melhor: os dedos em forma de “garrinha” para ela ficar na pose da coreografia da música! Estou tão encantada que acho que vou ter que encaixar uma segunda MH aqui em casa pra fazer companhia pra minha Spectra… E pra pirar a gente de vez eles soltaram uma foto das monstrinhas tradicionais da turma ao lado dela, cada uma com roupas nas suas cores clássicas agregadas a um penteado diferente da Gaga, parece que a linha não se resume só nela e vai dar vontade de colecionar tudo!

zombygaga_02 Foto da Mattel, via PR Newswire

Ela vai começar a ser vendida nos Estados Unidos dia 17 de outubro por U$29,90, provavelmente na loja virtual oficial da Mattel. Quando vem pro Brasil e com que preço a gente só pode especular, mas a vantagem das Monster High é que ela são de facílimo acesso, qualquer loja de brinquedo vende, e não custa exatamente uma fortuna: se for considerar como brinquedo é cara, mas no quesito “fashion doll” é provavelmente a mais acessível que existe!