Vlog: Animais Fantásticos e Onde Habitam

Em 12.06.2015   Arquivado em Vídeos

Hello, hello, pessoal, e antes que vocês achem que gravei um vlog falando das futuras aventuras de Newt Scamander que sairão no cinema ano que vem e que esse virou um blog única e exclusivamente sobre Harry Potter já aviso que NÃÃÃÃÃÃÃÃÃO É NADA DISSO, e sim um simples, singelo e zuado passeio pela Fundação Zoobotânica de Belo Horizonte, ou seja, o Zoológico de BH!
Quando a Renatinha disse que viria pra BH pro Hogsmeeting e que passaria aqui três dias de cara eu já planejei levá-la ao zoológico no terceiro (e último) dia dela aqui porque eu adoro ir lá, tinha muito tempo que não ia, é um lugar legal de visitar e principalmente porque eu precisava relembrar como é a área dos elefantes por motivos que expliquei no vídeo. Nesse dia eu e Gil levamos ela no Mercado Central, aí a Lili encontrou com a gente lá (a Mari também, mas só pra almoçar) e de lá nós fomos. Inicialmente a Lili não ia, mas pedimos muito e eu tinha um pacote de 900g de Dadinho para suborná-la, então no final das contas ela aceitou!
Na verdade eu e a Renatinha planejamos gravar alguma tag juntas enquanto ela estivesse aqui, mas claramente não deu tempo, já que no domingo foi o evento e na segunda nós levamos ela pra passear na Praça da Liberdade/Savassi, então pro zoo decidi que pelo menos vlog tinha que ter, e ele acabou melhor e com muito mais besteira que eu imaginei, hahahaha!

O título parece meio jogadinha de marketing pra galera que procurar novidades sobre o filme achar sem querer, mas na verdade não é isso e sim o fato de que levar quatro fãs de Harry Potter em qualquer lugar recém saídos de um evento maravilhoso como o Hogsmeeting foi SÓ DÁ NISSO! Sério, o assunto foi esse o dia todo, muito bom, gente!
Como vocês viram a gente se divertiu muito na área das cobras, mesmo elas me dando muuuita aflição, mas eu gosto mesmo (como imaginei) dos elefantes, foi onde nós ficamos mais tempo e tiramos mais fotos, sou apaixonada por eles, não tem jeito!
Ah, eu zuei o negócio da cobra com a Renatinha, mas quem tava brincando com o palito de picolé não era ela e nem nenhum de nós, por favor não nos matem! (Por mais que ninguém tenha encostado no vidro nem nada do tipo.) E a parte da leoa e do tigre está antes do vídeo de “Byebye” mas na verdade foi gravada depois, realmente a gente tava descansando já na saída prontos pra ir embora quando ouvimos os rugidos, o vigia já tava até apitando pra avisar que tinha cabado o horário, mas eles são incríveis e super imponentes, o barulho do tigre dava até medinho.

Animais Fantásticos e Onde Habitam
Selfie no final do dia (foto da Renatinha)

Animais Fantásticos e Onde Habitam
Cisnes brancos

Animais Fantásticos e Onde Habitam
Cisne preto (foto da Lili)

Animais Fantásticos e Onde Habitam
Ema que tava doida pra arrancar os dedos do Gil fora!

Animais Fantásticos e Onde Habitam
Zoo querido *o*

Animais Fantásticos e Onde Habitam
Dumbinho e Lulynha (foto da Lili)

Animais Fantásticos e Onde Habitam
Dumbo (esse não é o nome de verdade dele, mas eu dei esse nome, então fica assim)

Animais Fantásticos e Onde Habitam
Mais Dumbinho (foto da Renatinha que citamos no vídeo)

Animais Fantásticos e Onde Habitam
Leoa no finalzinho da tarde

Animais Fantásticos e Onde Habitam
Tigre mais no finalzinho ainda!

Animais Fantásticos e Onde Habitam
E uma foto do Mercado Central que tiramos mais cedo, só pra registro (foto da Renatinha)

Resolvi creditar as fotos individualmente porque todas nós tiramos fotos boas (elas mais do que eu, claro), então não tinha como escolher entre as de uma ou outra!
E gente, seguinte… Eu seeeei que não é legal os bichos presinhos dentro de uma grade, sei que eles não estão em seu habitat natural e sei que é triste essa de “vira pra cá, deixa eu tirar uma foto” para um ser vivo, mas sei também que para alguns animais que só conseguem viver em cativeiro essa é a melhor opção. Eles são bem cuidados, se não fossem não ficariam tão de boa com nossa presença, porque mesmo as distâncias sendo seguras não são impossíveis de ser vencidas, né? Mas por mais que eu adore o passeio, e confesso que adoro mesmo, admito que é um mal necessário…

Bienal do Livro do Rio de Janeiro

Em 15.09.2011   Arquivado em Leitura

Esse fim de semana que passou eu abstraí tudo o que existia ao meu redor e fui pro Rio de Janeiro aproveitar os dois últimos dias da Bienal do Livro, que ficou lá de 1º a 11 de setembro.
A minha ideia de ir à Bienal veio logo quando foi anunciado que a Anne Rice estaria lá. Logo eu surtei e já fui providenciando tudo mais ou menos, planejando umas coisas e decidindo outras. Pra mim tudo que tem a opção “Rio” é mais fácil porque minha madrinha mora lá, então tenho onde ficar, além de ser aqui pertinho e LINDO.
O problema é que a Anne Rice só estaria lá dia 7 e nos meus planos eu iria nos dias 10 e 11. Mas como eu já tinha animado resolvi ir mesmo assim e contei com a compania incomparável de Lili e Dri. O que foi bom, porque não sei com que mais eu aguentaria atravessar a cidade até o RioCentro, fica depois de “onde Judas perdeu as botas” e logo antes do fim do mundo!!
Mas pra mim a diversão começou antes, no dia 09, quando fiz minha primeira viagem de avião na vida!!

First Flight
Minhas fotos da viagem ficaram ruins porque foram tiradas no celular, eu não andei com a câmera lá.

Sábado nós fomos dar mais uma “olhada” geral nas coisas. Eu não comprei nada, não peguei quase nada (quando se trata de livretos e marcadores), fiquei mais babando nos estandes, analisando algumas editoras, observando preços e vendo o que eu queria, afinal. As meninas fizeram mais ou menos o mesmo, ficamos só vagando, comemos um fast food HORRÍVEL no Habibs (mas ganhamos um livrinho infantil por isso!!), vimos a Lauren Kate de perto dando autógrafos, perdemos Maurício de Souza e Ziraldo juntos e eu fiquei fascinada por uma editora portuguesa que tinha “Enciclopédia de Personagens Disney” e livro do Dumbo com pingente e tudo mais!! O problema é que os melhores estandes, como Panini e Saraiva, ficam LOTADOS e você não consegue nem entrar, que dirá comprar alguma coisa direito.
Mas voltamos com os pés “satisfeitos” de tanto andar!! Ainda conheci o Botafogo Praia Shopping e tirei foto feia da praia linda.
(eu não gsoto de praia em si, mas é que aquela cidade fica mais bonita a cada dia, todas as paisagens são maravilhosas, as praias então nem se fala!!)

Rio de Janeiro
A foto em questão foi especial pro Gugui morrer de enveja =D

No domingo fomos BEM CEDINHO porque era dia de Conexão Jovem e sessão de autógrafos com Eduardo Spohr!! Chegamos lá ainda nem tinha aberto e quando entramos uma maravilha, a Bienal toda vazia, aiaiaiai…

Bienal do Livro - Rio de Janeiro 2011

Fomos direto pegar senha pros dois “eventos” do Eduardo, demos uma rodada, PRINCIPALMENTE na Intrínseca que era de longe a editora que mais vali a pena visitar (comprei 6 livros por R$18,00!!) e aí meio dia teve Conexão Jovem com ele pro lançamento do novo livro “Filhos do Éden”. Eu não li nenhum dos livros dele, mas é tão simpático e atencioso que não tinha como não prestar atenção!! Isso sem contar o público com perguntas sempre legais, tudo mais descontraído… Adorei!!
Fomos a um dos “Rei do Mate” que tinham lá pra almoçar e maior arrependimento dessa vida: 20 minutos pra conseguir um copo de mini pães de queijo com gosto de cru e uma Coca Cola meio quente. Acabou que quando chegamos pra sessão de autógrafos, que começaria às 14h, já tava quase na hora e a fila GIGANTE!! Ficamos 1h50min andando de metro em metro até chegar lá cima e conseguir o autógrafo dele… Eu tô com pena daquele homem, autografou MUITO, perguntou nome de cada um, tudo na maior boa vontade. Depois que a gente saiu a fila ainda dava voltas e voltas. Por causa disso nem animamos em pegar fila pra conhecer o Maurício de Souza. Só passamos na tal editora portuguesa (Editora Babel) pra comprar a Enciclopédia (o livro do Dumbo não tinha mais), olhamos mais umas coisas que a gente queria olhar e fomos embora antes que nossos pés gritassem por misericórida.
À noite comi pizza com tia Glorinha, minha madrinha, pra me despedir da cidade. E até choveu um pouco, o calor passou, foi ótimo.

No final voltei pra casa assim:

Bienal do Livro - Lucros e Prejuízos

– Os 5 volumes da Enciclopédia de Personagens Disney que tinha lá (quando cheguei em casa descobri que existe o 6º, eu quero!!) são lindos, mesmo estando em português de Portugal e ter uns nomes de personagens nada a ver com o que temos aqui vale a pena;
– Vários livretos, a gente ia pegando todos!! Haja 1º capítulo pra ser lido, hehe;
– Dois livros com 100 jogos de Sudoku cada em diferente níveis, meu coração bateu forte quando vi;
– Marcadores de página bonitinhos – o de Fallen é o melhor, a Lili que me deu;
– “O Segredo de Brokeback Mountain” que com o preço que tava não dava pra resistir;
– O livro oficial da Associação Comunitário Chutando o Balde!! hahaha Trouxe um pra Daninha também.
E esse organizador de bolsas lindo foi minha madrinha que me deu!! E a melhor parte é que um desses livros aí veio “duplicado” e ainda esse mês será sorteado junto com alguns marcadores o catálogo da editora à qual ele “pertence”. Aguardem!!

Valeu a pena, a Bienal é INCRÍVEL, fiz um passeio, tirei o estresse da cabeça, re-vi tia, prima e marido-da-prima, conheci o filho deles que eu só tinha “visto” na barriga, dei muitas risadas com as meninas, andei de avião e depois tive que voltar pra realidade na minha fria e poluída Belo Horizonte!!

Momento Inhotim!!

Em 28.09.2010   Arquivado em Artes Visuais

– Porque já virou tradição eu ir ao Inhotim nas primaveras, já que fui com a turma da faculdade em 2008 e com o Gugui em 2009. Esse ano foi domingo, ante-ontem, com Lili, Drizinha e Daninha, e pretendo voltar lá ainda nesses próximos 2 meses porque abriu muuuita coisa nova que não deu tempo de a gente ver.

Inhotim

– Eu na verdade já estou virando meio que Guia em Inhotim. Do Gugui eu já fui uma gui boa, mas agora fui ótima, porque já tracei meio que um perfil de visita que tivesse as obras mais importantes e aí deu pra leva-las nessas obras mesmo com as três reclamando que estavam andando demais (só a Lili já foi lá antes, e quando foi alugou o carrinho). Foi muito bom, deu inclusive para conhecer muitas das novas obras e umas que TODAS as vezes que eu ia lá estava viajando e é tipo… Incrível. Pena que nessas a gente não pode tirar foto jamais mesmo.

Hélio Oiticica @ Inhotim Hélio Oiticica @ Inhotim
Hélio Oiticica

Jarbas Lopes @ Inhotim Jarbas Lopes @ Inhotim
Fuscas do Jarbas Lopes (que estavam na galeria Praça, dessa vez)

Adriana Varejão @ Inhotim Lézart @ Inhotim
Adriana Varejão (a foto mais linda que tirei no ano) e Lézart

Folly @ Inhotim Folly @ Inhotim
Folly – Valeska Soares (chegando e de longe)

Folly @ Inhotim Folly @ Inhotim
Nós 4 refletidas nos espelhos de Folly – Valeska Soares… Muitas fotos dessa obra porque foi o meu trabalho de fim de semestre ano passado!!

Galeria Praça @ Inhotim Dominiqui Gonzalez-Foerster @ Inhotim
Galeria Praça e Dominiqui Gonzalez-Foerster

@centoeoito @ Inhotim Inhotim
Nós 4 ainda em Folly (hihi) e eu e Lili descansando (minhas pernas precisam de SOL, gente!!)

– Falando sobre as novas obras… Tinham várias obras que estavam no lugar de outras em algumas galerias, o que em alguns pontos foi legal e em outros nem tanto. Não tivemos tempo de ir nas galerias novas, então pode ser que tenham só mudado de lugar, porque a única galeria nova que visitamos tinha uma obra antiga, e é dessa galeria que vou falar: COSMOCOCA!! Logo na entrada eles te dão uma sacolinha pra guardar o sapato (ao contrário da outra obra em que tem que tirar o sapato – que é a que falei que sempre viaja, “Desvio para o Vermelho”, que é linda, mas no final você vira numa parede e se sente num filme de terror). Aí dá de cara com uma estrutura de pedra que mais parece um labirinto com 5 salas ALTAMENTE interativas!! Assim, muito mesmo!! Uma, como eu disse, já existia, que é com redes e rock rolando solto. A outra é MUITO SEM GRAÇA, uma piscina que parece que você pode colocar os pés ou sei lá. E aí a gente descobre as 3 salas mais legais do mundo. A 3ª é cheia de balões e a gente brinca com eles, o chão é em ondas e tem todo um clima vintage. Numa outra é bem escuro, com músicas diversas e colchões azuis, onde você deita e fica lixando as unhas com as lixas que tem lá. E, enfim, a mais legal de todas… O chão é de ESPUMA e tem formas geométricas em espuma, e você fica lá brincando e afundando. Nós tentamos tirar umas fotos, mas escuro e falta de flash não combinam (e mesmo o monitor num tando lá eu não liguei o flash, porque NÃO PODE tirar foto dentro das obras, gente!!).

Cosmococa @ Inhotim Cosmococa @ Inhotim
Esse borrões humanos somos nós, morrendo de rir e brincando que nem criança!!

– Só que foi nessa última sala que falei que aconteceu uma coisa meio sinistra. Lá é muito abafado e o cheiro não é agradável porque mesmo essas obras sendo novas (elas abriram quinta feira) as crianças se divertem muito ali e, bem, a gente não sabe o que elas fazem… Né…
E aí juntou isso tudo com o fato de que nós pulamos sem parar e não tínhamos “almoçado-lanche” ainda e eu comecei a passar muito mal… Acho que o cheiro foi o principal… E pra sair é um terror, porque você vai afundando na espuma e na hora da saída sempre cai, aí a Lili caiu e eu caí junto e foi todo um efeito dominó… Demorei muito pra conseguir levantar e saí correndo da galeria, achei que ia passar mal de verdade. Mas depois ficou tudo bem. Mas fica a dica: diversão com moderação, crianças, nada de ficar pulando demais e depois não dar conta de levantar…

– Essas e outras fotos estão no Flickr, só clicar na foto aqui mesmo que ela abre e dá pra ver melhor. E para saber mais sobre o Inhotim é só entrar no site http://inhotim.org.br/, vale muito a pena.

Alice no País das Maravilhas

Em 10.05.2010   Arquivado em Filmes

Assim como metade da população mundial, eu também fui conferir “Alice de Tim Burton” no dia primeiro. A gente ia antes, na estréia, mas enfrentar cinema de madrugada com um bando de gente gritando na nossa cabeça não tava encaixando bem nos planos, aí ficou assim mesmo. E não fomos no 3D porque além de ser muito caro eu ouvi MAIS DE UMA pessoa falando que não valia muito a pena. O objetivo era ver a adaptação e não participar dela.

Alice no País das Maravilhas Sinopse: “A trama será uma espécie de sequência do clássico original: Alice (Mia Wasikowska), aos 19 anos, vai a uma festa vitoriana e descobre que está prestes a ser pedida em casamento perante centenas de socialites. Ela então foge, seguindo um coelho branco, e vai parar no País das Maravilhas, um local que ela visitou há dez anos, mas não se lembrava.”
Elenco: Mia Wasikowska, Johnny Depp, Helena Bonham Carter, Anne Hathaway, Matt Lucas, Crispin Glover, Geraldine James, Alan Rickman, Timothy Spall , Michael Sheen, Christopher Lee, Eleanor Tomlinson, Stephen Fry, Imelda Staunton.

Comentários: Bom, o que eu poderia dizer de um filme de Tim Burton, todo colorido, cheio de personagens que todo mundo já adora e com o mesmo elenco de sempre? Simplesmente que o visual é lindo, apesar do roteiro fraco! Uma nova história, mas mesmo assim fiel ao “Alice clássico”. Eu já sou fã de carteirinha de Helena Bonham Carter e Anne Hathaway, mas dessa vez elas se superaram! Duas rainhas maravilhosas, divertidas, diferentes, queria ser a rainha-mãe das duas! Tem Johnny Depp que está fazendo aquele papel tradicional dele mesmo, os trejeitos de SEMPRE, é a versão Chapeleiro Maluco do Jack Sparrow, bem “mais do mesmo”. Vou confessar que esse pseudo-romancinho dele com a Alice me desagradou. Achei forçado, só pra ter romance, sem noção! E meu eterno favorito, Cheshire… TCHUCO! Toda vez que ele aparecia eu e Lili fazíamos um “ooown”, hihihi. Ficou a coisa mais linda desse mundo, ele!

Acho que visualmente ele tem muito mais apelo do que com a história em si, mas gostei que teve “final feliz” pra todos os personagens “do bem”. Na história da Alice mesmo o final feliz é só dela, nesse o bem vence o mal e todos ficam felizes. Mesmo com o roteiro meio chato achei o cenário lindo, fotografia linda, figurino lindo, tudo lindo!

Halloween no Inhotim

Em 02.11.2009   Arquivado em Artes Visuais, Cotidiano

Ok, ok, outubro não foi meu melhor mês blogueiro e sei que novembro vai caminhar mais ou menos do mesmo jeito… Fim de semestre, minha gente, sabe como é, né!! Mas dezembro tá aí, loguinho eu vou fazer posts quase diários, hehehehe

– Ééééér, não, não é mais um post de divulgação de eventos culturais, hehehe… Esse aqui é altamente pessoal, porque meu 31 de outubro desse ano foi, terminantemente, o melhor!!
Tenho um trabalho para apresentar agora dia 10 sobre uma das artistas do Inhotim e decidi que teria que voltar lá para poder dar uma olhadinha melhor na obra dela e tudo mais. Então duas semanas atrás comentei isso com o Gugui e ele pediu que eu o convidasse para ir comigo, hihihi… Aí depois de 7 dias de tentativas telefônicas conseguimos combinar às 11 e meia do dia 30 que passaríamos nosso sábado lá, não só pelo trabalho, mas também porque eu já tinha prometido ser “guia” dele quando ele fosse lá.

– Pra quem não se, o Inhotim é um museu de arte contemporânea que fica em Brumadinho, a mais ou menos 1 hora e meia de Belo Horizonte. É um lugar aberto, altamente enorme e lindo, onde você vai andando por meio daquela paisagem incrível e visitando as galerias, mais incríveis ainda. Eu fui lá em novembro do ano passado e mesmo assim me encantei tudo de novo vendo as obras já conhecidas e as novas que inauguraram recentemente. Quem estiver de passagem por Belo Horizonte eu REALMENTE recomendo que dê uma passadinha por lá porque vale a pena pra quem ama arte, pra quem odeia, pra quem é indiferente: pra qualquer pessoa!!

Inhotim ?

– Ser “guia” do Gugui foi MUITO mais difícil do que eu imaginava, porque ele parecia criança quando vê doce!! Queria sempre pegar, pelo menos encostar nas coisas, e eu ficava lá do lado segurando a mão dele, tentando impedir ele de interagir com o que era proibido ou até mesmo interagir “demais” com o que era permitido. A gente andava, tirava foto, ria MUITO e ele me ajudou a analizar de todas as maneiras que era possível a obra que, no caso, era a que eu tinha ido estudar. Foi mais do que lindo, que agradável, que especial: foi IDEAL!! A ida, dentro do ônibus, foi tão demorada, a gente queria muuuito chegar!! E a volta, aiaiai, nunca vi uma viagem tão rápida… Gugui, “travesseiro” melhor do que seu ombro não existe!!

More »

Página 1 de 3123