Top 5: Quer acertar no meu presente? Então me dê… (42/52)

Em 07.08.2015   Arquivado em Memes e Tags

Essa é a quadragésima segunda semana do Desafio 52 Semanas de Top 5 e o tema da vez é: Quer acertar no meu presente? Então me dê…

Goldilocks and the Baby Bear
A alegria de ganhar comida de presente: quem nunca??

01: Filmes de animação da Disney

Todo mundo sabe, e quem não sabe fica sabendo agora, que eu sou alucinada, doida, maluca e apaixonada pelo universo Disney, principalmente os filmes de animação. Eu tinha vários em VHS quando criança, alguns que infelizmente se perderam na mudança pra Belo Horizonte, e desde que comecei a ganhar meu próprio dinheiro a coleção em DVD (e agora alguns poucos em Blu-ray) nasceu. Um dia, lá no futuro distante, terei todos, mas por enquanto a gente se contenta com o máximo que puder!!

02: Mini coisas para bonecas

Aliás, bonecas e mini coisas que não são de bonecas, mas que servem pra bonecas, também entram facilmente e lindamente nessa lista, claro, lógico, como não? Inclusive meu auto-presente de aniversário esse ano foi um box de re-ment porque aquilo ali é o mini-mundo ideal!!

03: Alguma temporada de E.R.

Eu estou tentando (lentamente, muuuito lentamente) completar minha *coleção* de temporadas de E.R. porque é minha série favorita e faço questão de ter todas um dia. Minha ordem tá meio louca, mas tudo tem um motivo, tenho 1, 2, 3, 7, 8 e 11, hahaha, e dessas metade ganhei de presente, olha que lindeza!

04: Alguma coisa que realmente combina comigo

Esse tópico é meio estranho, mas eu acho tão, tão, tão legal quando uma pessoa me dá um presente ou vejo alguma outra recebendo algo que foi REALMENTE pensado na pessoa em questão, isso não tem preço! Às vezes é uma coisinha boba, às vezes uma coisona enorme, às vezes até uma embalagem diferente característica, mas quando é dada “pra pessoa certa” o presente fica até mais gostoso.

05: Algo da minha wishlist

Ela fica no meu perfil aqui do blog, nesse link aqui, ó, e tenho vários amigos e parentes que são adeptos a ela!! É uma facilidade sem tamanho, né, gente, vamos combinar!

badge_post_01

Top 5: As coisas mais difíceis num relacionamento amoroso são: (41/52)

Em 03.08.2015   Arquivado em Memes e Tags

Esse era pra ser o post de amanhã e o de hoje era em vídeo, mas o YouTube está fazendo o favor de atrasar tudo e não carregar o vídeo em questão, logo teremos uma pequena inversão por aqui, ok? Ok!

Essa é a quadragésima primeira semana do Desafio 52 Semanas de Top 5 e o tema da vez é: As coisas mais difíceis num relacionamento amoroso são:
Eu pensei seriamente em simplesmente pular esse post do desafio porque me sinto um pouco desconfortável escrevendo sobre isso já que, para mim, não existem regras nesse assunto, cada casal é único e cada pessoa mais ainda. Pensei, refleti, pensei de novo e resolvi colocar aqui uma mistura entre as coisas que eu acho mais difíceis (as duas primeiras, para ser mais sincera) e as que vejo que as pessoas ao meu redor têm mais dificuldade em lidar, mas (in?)felizmente não é uma fórmula, né, todo mundo sabe disso perfeitamente!

A very happy christmas [5/5]

01: O antes e o começo

Conheço muita gente que adora essa parte da conquista, do flerte, do friozinho na barriga de algo novo que está no ar, pessoas que se divertem horrores e depois que isso passa morrem de saudades. Eu sou o contrário.
Minha “borboletas no estômago” na verdade são dores frequentes que não acabam, eu preciso medir cada palavra que vou falar e tomar coragem para fazer convites ou um simples elogio, meu Deus, só não é mais torturante do que esperar a resposta. Descobri que sou ótima para dar conselhos amorosos e péssima para aplicá-los na minha vida, a maior “covardona relacionamental” do mundo, hahahaha!!!!!
Mas tô melhorando, gente, juro que tô, me dá mais um tempinho…

02: Tempo

Alguns dizem que “tempo é a gente é quem faz”, mas lá no fundo isso não é verdade. Claro que a gente vai arrumando um tempinho aqui e outro ali, aproveita ao máximo o que dá, a gente se vira, mas nem sempre é possível porque a vida é sempre uma correria. Normal, gente, absolutamente normal, agora tenta explicar isso pra saudade que vai crescendo com o passar dos dias.

03: Equilíbrio entre ceder ou não

Um relacionamento amoroso é feito entre duas pessoas, então obviamente vão existir conflitos de interesse. Nem que sejam pequenininhos, nem que sejam raros: eles vão existir! E eu acho que não existem regras nesse caso, não que um dos dois tem que ceder sempre ou então bater os pés para tudo, o ideal é achar um balanço: às vezes você abre mão do que quer, às vezes o outro abre, às vezes são os dois e tem aquelas vezes em que nenhum faz isso. Só é preciso saber quando, onde, por que, como, qual…

04: Lidar com as influências externas

Gente que quer que dê certo, gente que quer que dê errado, gente que só quer dar pitaco mesmo sem “saber de nada, inocente”: sempre existirão pessoas para interferir na sua história com conselhos e opiniões, tanto pro bem quanto pro mal. Em alguns momentos essas interferências são justamente o que você precisa, mas em outros – ou melhor dizendo, na maioria deles – é preciso saber filtrar bem o que os outros dizem. Mesmo porque se a pessoa está com você é porque gosta de quem você é, não de quem esperam que você seja!

05: Respeito, em diversos sentidos

Eu acho a franqueza extrema algo um pouco super valorizado, considero que em alguns momentos é necessário abandoná-la um pouco para lidar com uma ou outra situação, mas existe muita diferença entre isso e ser desonesto. E tem diferença também entre ser honesto e falar tudo o que pensa.
Se você está com aquela pessoa, mesmo quando não quer mais estar ou algo assim, você deve a ela respeito, como deve a qualquer outro, independente do que ela pode ter feito de errado (a menos, é claro, que seja uma situação extrema, mas aí não é uma questão de respeito e sim de amor próprio). É preciso ser sincero com quem você ama e principalmente com que te ama.
Agora se você detesta profundamente a mãe do seu namorado, por exemplo, deixe para reclamar disso com sua melhor amiga que nunca vai contar pra ninguém, não para ele. Poxa, é aquela questão do equilíbrio novamente, você tem que ter o minimo de consideração com o outro, não é mesmo?
“Respeitar o próximo” pode ter vários significados, mas num relacionamento amoroso tem que ter todos!

badge_post_01

Tag: Viciadas em música

Em 24.07.2015   Arquivado em Memes e Tags, Música

A Bianca me indicou essa Tag super linda e, vocês sabem, quando o assunto é música eu não consigo deixar de responder!! São perguntas/categorias bem diretas sobre o assunto que são uma delícia para ajudar a conhecer o gosto musical da pessoa, então vamos lá!

01) Uma música romântica:
Eu já fiz um post aqui no blog falando das cinco músicas românticas que considero as mais lindas de todos os tempos, então vou permanecer com minha opinião e usar a número 1 do post: Your Song, do Elton John. Ela é tão minha, tão sua e tão nossa que o próprio título diz isso!

02) Uma música que te define:
O esperado era que eu respondesse minha música favorita que é Dancing Queen, do ABBA, nessa, mas tem uma outra que me faz super bem e que eu gosto de pensar que pode me definir um pouquinho que é Tiny Dancer, do Elton John também. Na verdade eu já me identifiquei bem mais com ela no passado, mas ainda assim acho super super fofa!

03) Que música não sai de sua cabeça?
No momento estou numa fase Pink Floyd master, então não consigo parar de ouvir e cantar e pensar nas minhas duas músicas favoritas deles: Wish You Were Here e Comfortably Numb!

04) Uma música que quando ouve, chora?
Eu sou mais ou menos a pessoa mais chorona que já pisou na superfície da Terra, então é MUITO fácil achar uma música que me faz chorar porque eu choro sempre com ou sem músicas, mas principalmente com. Náo quero repetir Wish You Were Here, então vou colocar Sueña, do Luis Miguel, que é da trilha sonora de “O Corcunda de Notre Dame” (meu filme favorito) e que sempre que paro para prestar atenção na letra choro e choro e choro.

05) Qual é sua música predileta no momento?
Essa resposta poderia ser a mesma da pergunta número 03, mas outra que posso colocar aqui é Still Haven’t Found What I’m Looking For do U2, que por incrível que pareca tô ouvindo muito pelo mesmo motivo (oculto) das duas já mencionadas.

06) Que música você não consegue gostar?
Eu detesto axé com todas as minhas forças!

07) Cite um trecho de sua música predileta:
“You can dance,
You can jive
Having the time of your life!
Ooooh, see that girl,
Watch that scene,
Dig in the Dancing Queen!”

(Dancing Queen – ABBA)
Amo/sou!

07) Sua música predileta brasileira:
Meio difícil pra mim escolher isso, sério, mas fechei os olhos e decidi que seria a primeira música nacional que viesse na minha cabeca e ponto final. Foi Fairy Tale, do Shaman, então valeu a pena!!
(Eu seeei que ela é em inglês, mas vocês pediram brasileira, não especificaram a língua!)

08) Abra seu player em modo aleatório e diga qual é a 5ª música:
Como estou no trabalho tive que fazer isso só com as músicas do meu iPod, que correspondem a 10% das músicas que tenho no player, mas tá valendo mesmo assim. Foi Always Somewhere, do Scorpions, no show Acoustica Live in Lisboa:

Tagueie 5 blogs:
Corverina, PolyPop, Like Paradise, Clumsy Luv e Sai da Minha Lente. Se alguém aí já respondeu essa tag me manda e quem não respondeu sinta-se a vontade!

Scorpions @ Chevrolet Hall
Tive que escolher essa foto para ilustrar o post, tirei no show do Scorpions em 2012 e acho linda!

5 vezes que a vida me fez rockeira

Em 17.07.2015   Arquivado em Memes e Tags

Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça, meme do Rotaroots que vem e que passa com um doce balanço HEADBANGER DE CABEÇAS SEM PARAR NA BEIRADA DO PALCO \m/ Ainda no clima da semana do rock (porque é um clima permanente, né, migos) hoje nós vamos ver 5 dos vááários momentos em que essa coisa linda chamada “a vida” me fez rockeira! E olha que desde que a primeira delas aconteceu isso vem se repetindo sem parar, mas hoje nós vamos focar nos mais legais, ok? Ok!

"You gotta put your faith in a loud guitar...

Quando fui no meu primeiro show no Matriz

Meu primo tocava em uma banda e eles fizeram uma série de apresentações no Matriz uma época – a bem uns dez anos atrás, parte de uma competição que no final das contas eles ficaram em terceiro lugar. Eu fui na última delas, justo no dia da votação final, e acho que foi a primeira vez que fiquei na beirada de um palco num show em toda minha vida. Mesmo o lugar sendo pequeno foi mágico, hahahaha!
Apesar de que depois que voltei pra casa tive uma experiência horrível sobre a qual não quero falar, vamos focar na parte boa!

O momento em que descobri o álbum “A Heavy Metal Tribute to ABBA”

ABBA foi a primeira das minhas bandas favoritas porque “Dancing Queen” é minha música favorita, então eu passei por uma época de procurar todas as versões possíveis e existentes da música no mundo, até que achei a versão metal. Procura daqui, procura de lá e descobri que ela fazia parte de um ÁLBUM INTEIRINHO só de músicas do ABBA em sua versão “pesada” e fiquei apaixonada, tanto que postei aqui no blog sobre isso.
(Esse post está uma bela porcaria, inclusive, faz parte de um grupo de posts legais e antigos que irei revisar e melhorar assim que tiver um tempo pra isso, ou seja, terminar meu livro.)

O dia em que minha amiga me encontrou no campus do UFMG e disse: Luly, você tá tão metal!

Logo depois que descobri esse maravilhoso álbum anteriormente mencionado eu organizei as músicas de forma que achava que ia ficar legal num show (louca) e coloquei só isso no meu iPod, era a mesma coisa no ônibus todo dia sem parar. Foi num desses dias em que eu estava com meu cabelo recém pintado de pretão e andando pelo campus da UFMG ouvindo música e usando uma camiseta de caveira liiiinda que eu tinha ganhado que topei com uma amiga de colégio. Tirei o fone sem deligar e abracei, conversei até que ela disse:
– Luly… Você tá assim, tão metal!
Eu achei uma observação engraçada e olhei pra baixo pra conferir, e foi quando saiu o som de MUITAS guitarras e baterias do meu fone de ouvido que eu segurava, porque tinha chegado na parte do solo. Minha resposta foi:
– E o visual se completa com isso!
A gente riu e continuou a conversar por uns minutos até perceber que tínhamos que parar porque senão íamos, as duas, atrasar para a aula!

Quando escolhi uma música do Pink Floyd como “tema” do meu livro

E não posso sair dando tantos detalhes porque é spoiler, mas já dei tantas indiretas sobre o assunto aqui que vocês, seus espertinhos, já sabiam do que se tratava. Estou “nos finalmentes” já, fica pronto esse mês, aí depois disso posso procurar uma maneira de publicar logo para vocês saberem todos os motivos dessa escolha.
Além, é claro, do fato de que Pink Floyd é ótimo e música é uma coisa bem forte na minha vida, então teria que ser na primeira das minhas histórias também!

E aquele dia em que fiquei quase colada no palco no show do Scorpions

Tirando uma garota que prometeu bater em quem a empurrasse e o rapaz enorme que estava do lado dela NADA me separava da grade onde, logo ali do outro lado, Klaus Meine cantava lindamente e sem parar em cima do pouco. Eu já fui em alguns shows que para mim foram até mais emocionantes do que aquele, mas nunca a vida me fez tão rockeira como naquele momento. Era chifrinho com os dedos e cabeça batendo e garganta doendo de gritar e pé pulando e tudo ao mesmo tempo sem parar porque foi MARAVILHOSO mesmo com as 24 horas e 30 minutos de atraso.
Eu contei a saga do show toda AQUI.

O tema desse post foi um dos Memes propostos esse mês do Rotaroots. Para ficar por dentro dos temas é só entrar no Grupo do Facebook!

Top 5: Meus “cheiros” preferidos são: (40/52)

Em 28.04.2015   Arquivado em Memes e Tags

Essa é a quadragésima semana do Desafio 52 Semanas de Top 5 e o tema da vez é: Meus “cheiros” preferidos são:

Pure Seduction VS
A primeira sacolinha da Victoria’s Secret a gente nunca esquece (foto ruim de 2008)…

01: Pure Seduction, da Victoria’s Secret

Minha fragrância favorita, amo TUDO dela: body splash, hidratante, sabonete… Posso viver até o fim da vida sem trocar “meu cheiro” e nunca compro perfumes porque os que acabo ganhando eu vou usando, mas sempre volto pro Pure Seduction. Sabe aquele dia que você não pensa em que perfume/creme/etc vai usar e usa um padrão? Esse é o meu padrão!

02: Pakita saindo do PetShop

A Pakita é poodle, mas um dia quando era bebê alguém a chamou de vira lata e ela acreditou: é muito porquinha e bagunceira, gente, de poodle só tem a cara (e olha que nem a cara é tão assim)! Sendo assim ela está sempre avacalhadinha, pisando sem olhar onde e quando ela vai ao pet shop é sempre um baque porque vem aquele bichinho fofo, limpo e cheiroso, então é muito bom de abraçar!
(Mas eu abraço ela sujinha também, claro!)

03: Esmalte

Todas as vezes que vou pintar minhas unhas a parte mais difícil para mim é evitar de cheirar os esmaltes porque eu acho super bom e tá ali, acessível, então dá vontade de não parar mais. Louca, eu sei, mas…

04: Chuva quase chegando

Quando o tempo começa a fechar e você sente a chuva no ar o primeiro sinal é aquele cheirinho característico e eu AMO porque adoro chuva, e nesse crise hídrica tô gostando cada vez mais.

05: Plástico

Mas peraê que não é qualquer plástico não, vou explicar… Sabe aquelas capas para caderno já prontas que a gente comprava e era só colocar, não precisava ficar encapando? Então, eu AMO o cheiro daquilo. E se você entrar em qualquer loja que vende plástico e outros tecidos “exóticos” no metro é esse o cheiro que a loja vai ter. Muito bom.
E amo também o cheirinho de boneca nova, claro, mas é mais psicológico do que qualquer outra coisa, hahahaha!

Página 4 de 211 ...12345678... 21Próximo