Tag Literária: Deuses do Olimpo

Em 16.10.2017   Arquivado em Leitura, Memes e Tags

Aaaaah, que saudades de responder uma tag sobre livros por aqui! Esse ano estou lendo menos do que nunca, então está difícil falar do assunto, infelizmente. Mas hoje isso vai mudar: a Rubyane do Epílogo em Branco me indicou a tag literária Deuses do Olimpo há uns dias e foi gostosa de responder demais porque mitologia grega é um assunto que eu absolutamente AMO DE PAIXÃO! São 14 perguntas (meu numero favorito) criadas pelos blogueiros Davyd, do Encontro com Livros, e Magno do Diálogo Literário!

Regras:
01)Indicar no mínimo 5 blogs;
02) Dizer quem são os criadores da TAG.
03) Dizer quem te tagueou.

01. Zeus: Rei dos Deuses

Qual livro é o rei da sua estante? Essa pergunta pode ter muitos significados, né? Pode ser seu livro favorito, o mais caro, o que teve mais impacto na vida, etc… Eu resolvi falar do meu livro mais “imponente”, que é o “Devoção e Arte”, da Beatriz Coelho. Esse foi o primeiro livro que comprei quando entrei na faculdade e como minha turma era a primeira de graduação em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis da UFMG tivemos uma sessão de autógrafos e lanchinho com a dona Beatriz na época que compramos. Foi MUITO incrível! Acho que ele é meu livro mais caro, e também é o mais bonito, com imagens em altíssima resolução de várias esculturas de igrejas barrocas mineiras. Pra quem é da área, vale a pena!

Tag Literária Deuses do Olimpo
Cantinho da estante com alguns livros de arte, entre eles “Devoção e Arte” (empoeiradíssimos!)

02. Hera: Deusa do casamento

Um casal que você shippa? Bom, eu sou a maior shipper de todos os tempos e tô sempre shippando tudo e todos, mas nesse caso resolvi falar dos dois personagens que eu MAIS shippo e há mais tempo. Meus queridinhos, meus seres favoritos na ficção, meu casal número 01: Rony e Hermione!

03. Poseidon: Rei dos Mares

Qual livro você jogaria no mar do esquecimento? Não, não falarei da Saga Crepúsculo, não se preocupem… Veja bem, eu obviamente não gostei da história porque já não era mais público alvo na época, além de ter críticas severas à influência que ela causa, mas pelo menos consegui TERMINAR os livros… E não foi assim com “O Segredo”, da Rhonda Byrne. Não sei se auto ajuda não é pra mim ou o que, mas abandonei sem dó. A ideia é muito bacana e tal, mas o livro inteiro poderia ter sido resumido no primeiro parágrafo: ela “conta” o segredo e depois fica mostrando como aplicar em todos os aspectos da sua vida. Isso significa que é só uma repetição sem fim do que já foi dito! Só sei que não cheguei no final, pode ser que esteja sendo injusta, mas é que não deu, MESMO!

04. Deméter: Deusa da Agricultura

Imaginando que sua bagagem literária é uma árvore, qual foi o livro semente? Obviamente “Harry Potter e a Pedra Filosofal”. Se pensar beeem antes, na época que aprendi a ler, eu poderia dizer “Flicts”, do Ziraldo, que foi meu favorito de infância, mas seria injusto. Foi J. K. Rowling quem me ensinou a gostar de ler, esse mérito é só dela!

Tag Literária Deuses do Olimpo
Hermione, Rony e minha breve coleção de edições de “A Pedra Filosofal”. Todos foram presentes: a 1ª edição brasileira da minha madrinha no natal de 2000, a ilustrada e a de 20 anos da Grifinória do Gil em dois aniversários seguidos e a nova de capa dura da Editora Rocco! Os Funkos também ganhei, dessa vez da Lili!

05. Hades: Deus dos Mortos

Um personagem que você mataria? Não faço a mínima ideia, acho que todos os personagens que eu queria ver morrendo ou que achei isso necessário realmente morreram. Deixem ideias aí nos comentários pra eu ver se concordo!

06. Héstia: Deusa virgem do lar

Qual personagem você levaria para casa? Bom, já que o assunto aqui são Deuses do Olimpo e Hades acabou de ser citado, vamos falar do mais lindo dos filhos dele: Nico di Angelo! Nico é minha personagem favorita das séries de mitologia greco-romana do Rick Riordan, seja Percy Jackson, Heróis do Olimpo ou mesmo essas “pontas” nas Provações de Apolo. Acho ele complexo e maravilhoso! Tanto que coloquei o nome dele no meu falecido cacto e em um dos protagonistas dos próximos livros que estou escrevendo (e, se tivesse um filho biológico um dia, cogitaria como possibilidade também).

07. Afrodite: Deusa do Amor e da Sensualidade

Um livro pelo qual você se apaixonou? Eu preciso caprichar BEM na resposta da pergunta referente à minha “mãe divina”, né? E vou, porque esse (junto com “O Prisioneiro de Azkaban”) é meu livro favorito: “Extraordinário”, da R. J. Palacio! Ah, como eu AMO Auggie, Via e todos seus amigos, não dá nem pra colocar em palavras. Eu já fiz um post dedicado a ele uma vez e tô contando os dias pra sair o filme, que estreia em novembro!

Tag Literária Deuses do Olimpo
A família do Auggie quase completa!

08. Apolo: Deus do Sol e da Arte

Um personagem artista? Serve um escritor? Porque escrever é arte! E nesse caso o personagem é o próprio autor do livro: John Grogan, de “Marley & Eu”, a história maravilhosa da “vida e o amor ao lado do pior cachorro do mundo” que arranca lágrimas de toda e qualquer pessoa com o mínimo de sensibilidade no coração, hahahaha!

09. Ártemis: Deusa virgem da caça

O livro que te levou a grandes aventuras? Bom, eu não queria falar de Harry Potter de novo pra não ficar repetitivo, mas não dá, né galera? Foi a série que me ensinou a ler por diversão, que me apresentou vários dos melhores amigos que tenho hoje, que por mais que eu tenha relaxado um pouco em alguns aspectos continua me emocionando muito. Eu sou vice presidente de um fã clube, caramba! Pensei em citar o “Destrua Esse Diário” que traz aventuras em outros aspectos, mas seria injusto, simples assim!

10. Ares: Deus da Guerra

Um livro ou personagem que te deixou com ódio? Falaremos de um personagem, então, melhor. Recentemente falei aqui no blog do “Todos, Nenhum: Simplesmente Humano”, que fala sobre fluidez de gênero. Senti profundo ódio de todos os personagens que praticavam bullying com Riley, mas principalmente o “líder” deles e sua atrocidade final.

11. Atena: Deusa Virgem da Sabedoria

Um personagem que te inspira? Estamos evitar HP demais, então vou esconder Hermione para citar meu personagem favorito de “O Senhor dos Anéis”: Aragorn! Eu já gostava dele nos filmes, mas meu coração ainda batia mais forte por Sam e Legolas, até que li os livros e Passolargo assumiu esse amor de vez! Tanto que eu dei para minha gata o nome da esposa dele, Arwen!

12. Dionísio: Deus do vinho e das festas

Qual foi a sua maior ressaca literária? Quando eu li de uma vez os três livros da série “Jogos Vorazes”… Aquilo ACABOU COMIGO! Fiquei horas pensando como seria ruim se o mundo funcionasse daquele jeito até enfim perceber que já funciona. Mas o lado bom é que hoje eu sei que se precisar ser Katniss pra não deixar algo parecido acontecer de vez, eu serei!

13. Hefesto: Deus do Ferro e do Fogo, Ferreiro dos Deuses

Um livro que tenha ferro ou fogo na capa? Eu tinha escolhido “O Hobbit”, do Tolkien, cheguei a tirar a foto pro post e tudo mais… Até que percebi que não é fogo que está ilustrado e sim ouro! Que lerdinha, né? Mas tudo bem, as moedas de metal representam o ferro e o dragão Smaug cospe fogo, então tá valendo!

Tag Literária Deuses do Olimpo
Um “Percy Jackson” porque essa tag pedia ao lado de “O Hobbit”!

14. Hermes: Deus do comércio, Mensageiro dos Deuses

Um livro que você não compraria ou se arrependeu de ter comprado? Bom, vamos respirar fundo antes de responder essa porque é uma resposta meio triste. Eu me arrependi muito de ter comprado “O Livro do Bem”, da Ariane Freitas e da Jéssica Grecco. É o livro interativo mais fofinho que já vi, as atividades são bem lindas e já fiz várias delas, mas acaba que quando você tem mais de um desses vai cansando, sabe? Na hora da compra uma empolgação danada, mas depois fica lá, ocupando espaço… Não quero morrer por causa dele, não, mas se pudesse voltar atrás teria deixado passar.

E agora seis lindezas para responder essa tag: Clay, do Sai da Minha Lente, Renatinha, do Clumsy Luv, Rê, do Retipatia, Poly do Poly Pop, Adriel do Não Me Venha Com Desculpas e Gil, do canal Menino Gil!

Meme 10 Livros Favoritos

Em 26.10.2010   Arquivado em Leitura, Memes e Tags, Vídeos

– Nossa senhora, vai rolar um momento vergonha alheia da parte de vocês, mas resolvi gravar o vídeo para o meme dos 10 Livros Favoritos. Meu cabelo tava uma titica (culpa da chuva), a cara toda espinhenta, a luz deixou o rosto manchado e o blush muito forte, e minha voz fica péssima em vídeos maaaaaaaas… AÍ ESTÁ!!


(Eu fico bonitinha com meus óculos horríveis, acabo de fazer essa descoberta!! Não devia ter tirado.)

Ok, observações gerais:
– O vídeo tinha ficado em 17:20min, então tive que cortar MUITA COISA, o que é uma pena que aí cortei as partes mais legaizinhas porque não eram o mais importante;
– Meus vizinhos são muito barulhentos O__õ
– Os dois blog são Madly Luv e Clumsy Luv;
– Decidi não indicar ninguém em especial, mas quero que todo mundo FAÇA!! É estranho mais é legal!! Quem fizer me avisa;
– Harry Potter e as Relíquias da Morte: não era nem parágrafo favorito, é a PÁGINA: 486!!
– Marley e Eu: é a ordem pra LER e não ASSISTIR;
– Aconteceu sim, me contaram: desculpa por ter quaaaaase chorado, gente… Mas é que esse “causo” específico me emociona muito ='( Depois que vi o vídeo que percebi que fiquei assim;
– O Hobbit: eu queria ter falado que era DO TOLKIEN, e não DO SENHOR DOS ANÉIS;
– Eu sou mais simpática ao vivo;
– Eu tinha falado que provavelmente mostraria meu “novo corte de cabelo” e aí está!! Agora eu tenho uma franja que fica caindo e eu fico botando ela pra cima, como deu pra ver aí.

A Lili já fez!! Quem mais fizer me fala!!

Marley & Eu

Em 07.02.2009   Arquivado em Filmes, Leitura

* Demorei mas chegueeeei!! Eu tava meio enrolada pra escrever nos últimos dias, mas vim com meu post “Livro & Filme” mais esperado de todos @__@ Mas aaaaantes, umas pequenas observações sobre o post passado, me inspirando em umas perguntas que vieram por comentários E ATÉ POR E-MAIL:
– A mousse pode ser feita em outros sabores tambéééééém!! Maracujá é o mais recomendável, apesar de eu preferir fazer de outro jeito, desse também dá, é só usar 500ml de suco concentrado no lugar dos pacotinhos de suco de limão, fica uma delícia!!
– Eu não sei cozinhar, mas tô me aprimorando na técnica de fazer doces, tenho várias receitas aqui e todas que eu fizer e der certo vou trazer pra vocês.
– Sim, eu conheço o Gugui a 6 anos ^^ Mas nós só estudamos juntos 1 ano e meio.
– E nós somos amigos, gente… Não estamos casados (ainda) não!! Kkkkkk

* Agora, vamos ao que interessa. Domingo passado eu fui com meus primos assistir “Marley & Eu”, lindo, lindo. Eu já tinha me apaixonado pelo livro no inicinho de janeiro e me arrependi de ter dado ele pra minha mãe, quis comprar na mão dela!! Agora posso finalmente fazer meu post.

Marley&EuLivro Marley e Eu – A Vida e o Amor ao Lado do Pior Cão do Mundo
– Autor: John Grogan
– Sinospe: “Quando John e Jenny se casaram, decidiram logo que queriam ter filhos, e para testar se seriam ou não bons pais, resolveram comprar um cachorro, este que foi batizado de Marley, em homenagem ao cantor de reggae Bob Marley. Com o tempo, o cão foi tornando-se um forte labrador com mais de quarenta quilos que, ao longo de seus treze anos de vida, colocou seus donos em situações embaraçosas e hilariantes, mas mostrou, ao mesmo tempo, o que realmente é importante na vida.”
– Comentários: AH, MEU DEUS DO CÉU!! Sabe quando você passa a vida inteira lendo vários livros, mas tendo sempre uma única série no posto de favorita?? Aí um belo dia você pega um livro comum pra ler e, uau, ele se torna o preferido da sua vida, assim, do nada!! Essa foi minha história de amor com Marley & Eu. Peguei pra ler dia 1º de janeiro, terminei no dia seguinte querendo mais, achando pouco!!
Passei as primeiras 200 páginas com muitaaa risada, chorei umas 2 vezes, e pensando na Pakita, minha poodle-metida-a-vira-lata, que é tão terrível quanto o Marley, mas cujas confusões são proporcionais ao seu tamanho, hehehe. Depois, nas 100 páginas seguintes eu comecei a alternar riso-e-choro e de repente eu SOLUÇAVA de tanto chorar, não consiguia parar de jeito nenhum… A velhice dele foi bem parecida com a da Pankeka, nossa basset-mais-linda-do-mundo que morreu em 2005 aos 11 aninhos. Eu não conseguia parar de pensar “isso realmente aconteceu, na vida do Grogan e na minha vida”, e aí chorava mais e mais!! Fiquei até 3 horas da manhã lendo, e chorei tanto, mas tanto, que superou o número de lágrimas na pior morte que teve em HP & as Relíquias da Morte. Pra mim foi o Fred, gente, eu simplesmente não consegui continuar lendo.

Marley&EuFilme Marley & Eu – filme
– Elenco: Owen Wilson, Jennifer Aniston, Alan Arkin, Eric Dane, Haley Bennett, Nathan Gamble, Clarke Peters, Sandy Martin, Haley Hudson, Marc Macaulay, Jennifer Wiene
– Duração: 118 minutos
– Sinopse: “O filme é baseado no best-seller homônimo escrito por John Grogan. Na história, John (Wilson) e Jenny (Aniston) haviam acabado de se casar. Eles eram jovens e apaixonados, vivendo em uma pequena e perfeita casa e nenhuma preocupação. Jenny queria testar seu talento materno antes de enveredar pelo caminho da gravidez. Ela temia não ter vindo com esse ?dom? no DNA, justamente porque matara uma planta por excesso de cuidado: afogando-a. Então, eles decidiram ter um mascote. Vão a uma fazenda, escolhem Marley, ao tomar contato com uma ninhada, porque também ficam encantados com a doçura da mãe, Lily; só depois tem uma rápida visão do pai, Sammy Boy, um cão rabugento, mal-encarado e bagunceiro. Rezam para que Marley tenha puxado á mãe, porém suas ?preces? não são atendidas. A vida daquela família nunca mais seria a mesma. Marley rapidamente cresceu e se tornou um gigantesco e atrapalhado labrador de 44kg, um cão como nenhum outro. Ele arrebentava portas por medo de trovões, rompia paredes de compensado, babava nas visitas, apanhava roupas de varais vizinhos, e comia praticamente tudo que via pela frente, incluindo tecidos de sofás e jóias. As escolas de adestramento não funcionaram – Marley foi expulso por ter ridicularizado a treinadora. Mas, acima de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional.”
– Comentários: Como eu já tinha lido o livro, fui preparada pras duas extremidades que incomodariam as pessoas: minha risada exagerada mais engraçada e estridente do mundo e o meu choro desesperado.
Achei o filme muuuito bom, com cortes prudentes e uma exelente seleção de cenas, principalmente na parte de comédia. Teve uma hora que eu e Daninha já começamos a rir antes, sabendo o que ia acontecer, que meu primo quase gritou pra gente parar!! O nível era gargalhada pra cima. Pelo menos até a metade…
Eu sou muito sensivelzinha, já comecei a chorar antes da hora, por saber o que tava por vir e porque já dava pra chorar mesmo. Mas quando vai chegando o fim mesmo a gente descobre que precisa ser MUITO insensível pra deixar aquilo passar despecebido. Eles colocaram cenas do tipo “o filho mais velho vendo fitas de vídeo antigas” e “Jenny relembrando quando Marley era neném e re-lendo os artigos sobre ele” e é GOLPE BAIXO!!
Quer um grau de “estrelas” pra ambos?? 5 em 5, pronto!!

* O que mais?? Tô querendo fazer um post sobre teatro, porque fui a uma peça ontem e pretendo ir em mais pelo menos uma… Mas pra fazer isso vou esperar a Campanha de Popularização acabar, porque aí venho dar uma opinião geral sobre tudo!!

Ouvindo: Cindy Lauper – True Color

– Comentários