Lookbook: Tiny Dancer

Em 19.07.2020   Arquivado em Moda

Eu realmente achei que não faria mais nenhuma postagem no meu perfil do Lookbook esse ano, e cá estou compartilhando o 100º deles em meio ao isolamento. Ele tava paradinho desde o carnaval pelo motivo óbvio de que não saio de casa pra nada que não seja ir aos Correios ou supermercado quase desde então, mas não foi só isso, não… A verdade é que eu não vinha me amando tanto assim nos últimos tempos, sabe? Tava insatisfeita com meus óculos, que estavam MUITO ruins, e com os cabelos. Desde dezembro vinha planejando pinta-los de rosa, uma vontade antiga que parecia quase impossível diante do fato de que são muito escuros e difíceis de descolorir, esse combo parecia apagar da minha mente todo o resto que havia de bom aqui.

No final de abril, porém, mandei fazer os óculos novos (um presente incrível do meu padrinho), que chegaram em junho, coincidentemente no aniversário de 16 anos do blog. Nesse ponto eu já tinha feito muitos testes de mecha nos cabelos e recebido ótimos conselhos profissionais, até que faltando dois dias pro meu aniversário, finalmente conseguimos pintar, e aí foi uma surpresa incrível porque ficou ainda melhor do que eu esperava. Acho que NASCI pra essa cor, gente! Sabe quando uma “chavinha” gira na sua cabeça e parece que o problema não existe mais? Foi o que aconteceu, e aí eu precisava registrar o look que planejado pra viradas dos 30 anos, cuja blusa foi enviada do site da Chico Rei pelo Gil como presente pela data e, assim, iria contra minha própria suposição mencionada no começo do post.

Lookbook: Tiny Dancer

Óculos: Carmim | Blusa: Chico Rei | Calça: Patogê | Slippers: Moleca + Barbie


Venho namorando essa camiseta há meses, desde pouco depois do lançamento de Rocketman, o filme musical biográfico do Elton John. Ao contrário de muita gente que tem “ciúmes” dos ídolos, eu adoro ver os meus ganhando mais visibilidade, e falando do MAIOR de todos é mais forte ainda. Durante a adolescência eu tinha uma amiga, por assim dizer, que me zoava por ser fã “dessa binha velha”, então vê-lo num momento onde gerações que não o conheciam escutam suas músicas me faz feliz por nós dois, de certa forma. Essa estampa em particular me deixou APAIXONADA não só pelo piano lindo com as cores da bandeira do orgulho LGBTQIA+, mas também pelo pedacinho de Tiny Dancer, uma das minhas favoritas dele. Quando Gil me pediu pra escolher uma no site nem pensei duas vezes (e ele mandou uma do Pink Floyd que queria muito também)!

O único “inconveniente” foi que ela não chegou a tempo do aniversário! A previsão já era pra semana seguinte, mesmo, mas rolou uma torcidinha dupla pra adiantar, que infelizmente não funcionou – mas no fim das contas foi bom porque fez muuuito frio dia 10! Sendo assim resolvi usar no fim de semana seguinte, e sim, pra ficar em casa. Mas é que, gente, se não for assim, quando é que vou poder, né? De vez em quando rola de fazer essas gracinhas. A calça jeans também é nova, de cintura alta e gostosinha, e os sapatos são um modelo da Barbie que já tenho há um tempinho e amo tanto pelo conforto quanto pelo visual… Decidi que o look precisava de mais um toque de rosa, mesmo que agora eu mesma seja esse toque constante.

Lookbook: Tiny Dancer

A diferença de claridade e qualidade entre a câmera traseira (nessa foto) e a frontal (nas anteriores) é gritante!

Leia também: De Repente… 30, meu post de aniversário!

De resto só rolou um Batom Bruna, da Linha Bruna Tavares, um mascarazinha de cílios e tiara na cabeça que comprei numa dessas lojinhas de bijuterias, bem baratinha, porque eu raramente fico “sem nada”. E aí é isso, nada mais a dizer! Quero fazer um post completinho sobre o cabelim, mas beeeeem mais pra frente, depois de já retocar e variar no jeito de cuidar, pra dar um “dosiê” completo. Por hora só posso dizer que tô apaixonada, se daqui 50 anos vocês virem uma senhorinha tirando foto pro blog de cabelo rosa tem grandes chances de ser eu mesma!

Lookbook: In the dark of the night

Em 12.02.2020   Arquivado em Moda

No final de fevereiro eu viajei para Viçosa pela primeira vez na vida, mesmo depois de ela ter passado 7 anos convidando, para participar da formatura da minha segunda irmã, que agora é licenciada em matemática. Digo “segunda” para vocês entenderem que ela não é irmã “de sangue”, mas aqui não tem distinção: eu e Dani sempre consideramos a Pati assim e ela idem! Pra vocês terem ideia quando chegamos lá na sexta feira, dia 24, dia da Colação de Grau de todos os cursos de Ciências Exatas e Agrárias da UFV, a mãe dela nos apresentou aos amigos com um “Gente, essas aqui são as irmãs da Patrícia”, o que até emocionou, mas a noite a emoção foi ainda maior! No dia seguinte, sábado, foi o famoso “Bailão”, também para os formandos graduados na véspera, então estávamos todos tão lindos que é OBRIGATÓRIO pra mim tirar fotos pra postar no Lookbook e, claro, aqui também.

No mundo ideal eu teria comprado um lindíssimo vestido para ocasião, mesmo porque estou precisando, o que infelizmente não foi po$$ível… Pensei em pedir um emprestado para minha prima, mas já tinha feito isso num casamento em outubro passado e fiquei sem graça. Resgatei então um longo de baile antigo que ganhei e reformei para usar nas Bodas de Ouro dos meus avós maternos e formatura da 8ª série… QUE ACONTECERAM EM 2004! Sentiram aí o impacto, né? A barra ficou um pouco curta, quase imperceptível, e como não uso saltos muito altos nem deu pra ver direito e não importa pois o vestido é lindíssimo, verde claro e liso no comprimento com detalhe bufante no colo que termina atrás, descendo nas costas. Apesar de as alças estarem um pouco justas (porque de lá pra cá eu adquiri PEITOS) não incomodou, foi super confortável e deixou minhas duas tatuagens do signo à mostra. Infelizmente na hora de tirar as fotos eu ESQUECI que tinha levado minha mini ring light, então temos que nos contentar com a iluminação local e o uso da mesma dupla de salpato-e-bolsa-de-festa-pretos que são os únicos que tenho mas eu GOSTO, me deixa!

Lookbook: In the dark of the night

Vestido, bolsa e colar: n/s | Sapatos: Moleca


O que eu mais gostei na noite, porém, foi a minha maquiagem! A pele ficou linda, o blush meeega marcado do jeito que gosto, Batom Bruna típico vermelhão de todos . os . dias e só não consegui colar cílios postiços porque normalmente quando minha primeira tentativa dá errado eu simplesmente desisto pra não me estressar mais e estragar a noite, que foi o que aconteceu… E a sombra foi a cereja do bolo! Enquanto fazia as malas e decidia o que fazer lembrei que tenho aqui um pigmento da cor EXATA do vestido. Tinha que usar, né? É uma pena que não tenha conseguido captar NENHUMA imagem realmente boa dela porque tudo deu certo, tanto na minha quanto na Daninha. O esfumado e côncavo marrom perfeito, melhor que já fiz na vida migrando lindamente pro verde, um lado igual ao outro certinho, iluminado no canto interno destacado mesmo com o resto brilhando tanto quanto. Queria ter como mostrar como tava DE VERDADE, mas nenhuma foto chegou nem perto disso…

… o que não significa que não posso postar pelo menos o que consegui, né? Preparem-se pra vê-la da forma menos pior possível com os poucos recursos que eu tinha em um GIF ANIMADO que une fotos e Boomerang (aqui a gente não brinca em serviço né meninas!):

via GIPHY

Nenhuma cor está fiel o suficiente, a qualidade não ficou das melhores, o batom já tava detonado na última foto, mas o que importa é que dá pra ter uma ideia e que eu amei. Meu cabelo acabou ficando um pouco desgrenhado, estava chovendo MUITO naquele fim de semana, Minas Gerais ficou debaixo d’água com força e cheia de tragédias, então fios fora do lugar foi um problema até leve que tive se comparado ao resto… Pra não ficar só a chapinha propositalmente amassada aproveitei que estava com uma mecha rosa escuro na parte mais “escondida” dele, fruto de alguns testes que venho fazendo, e fiz uma tiara de tranças coloridinha… Ela misturou rosa com amarelão (que é onde descolori mas não consegui passar a tinta) e preto, não dava pra entender muito bem o que tinha acontecido ali sem saber a história e o resultado tava DEMAIS! Pena que, de novo, vocês não vão ver direito, mas acreditem em mim, ok? Ok!

Leia também: Minha terceira tatuagem: nosso trevo de amigas-irmãs feito em janeiro de 2019!

Pensando aqui, agora, eu devia simplesmente PARAR de falar mal das minhas fotos de lookbook e aceitar que eu posto o que consigo e que é assim que tem que ser, né? Toda vez faço isso de destacar a parte ruim, por que não posso simplesmente deixar que vocês percebam o que é bom e ser feliz? Inseguranças: onde habitam, de que se alimentam(?), essa sexta no Luly Repórter! Por fim, só para constar, fica a informação de que o “título” desse look é o nome de uma das músicas da animação de 1997 “Anastasia”, filme favorito da Patiquinha… Sei lá, me soou pertinente.

Lookbook: Miska, muska, Mickey Mouse!

Em 15.01.2020   Arquivado em Disney, Moda

ALÔ 2020! O ano novo já não é tão novo assim, duas semanas já se passaram mas é a primeira vez que dou as caras aqui na década de 20, então primeiramente vou desejar aqui pra todo mundo que seja o mais maravilhoso possível e “segundamente” aproveito pra mostrar o meu look da virada, que passei aqui mesmo dentro de casa comendo uma massa gostosona e tomando Coca Cola com uma parte das pessoas que considero família (pois eu não tinha nem dois reais pra esfregar um no outro, quiçá sair de casa)!

Eu gosto muito de passar o Réveillon de roupa nova, não importo muito com cor ou formalidade, sendo novidade já me basta. Aí algumas semanas antes do natal vi o anúncio de uma calça LINDA da Marisa, cintura alta cheia de rostinhos do Mickey, e mandei no grupo aqui de casa pra mamãe e Daninha verem. Quando chegou a noite de natal o que encontrei dentro de um saco de presente? Um “De: Mamãe Noel, Para: Lulynha” contendo não só ela como também uma blusa branca do personagem, funcionando juntas sem ficar exagerado e obviamente também separadas, coisa mais linda! E aí, pronto, já nem precisei pensar muito, sabia o que estaria usando quando 2020 chegasse em forma de fogos barulhentos, abraços sorridentes, ligações de queridos e carinho na gata pra ela não se assustar!

Lookbook: Miska, muska, Mickey Mouse!

Blusa Mickey Mouse: Marisa + Disney | Jeans Mickey Mouse: Marisa + Disney | Óculos vermelhos: Ray-ban | Sapatos azuis: Beira Rio

Usei os sapatos do Baile de Inverno do Potter Club, que já marcou vários outros momentos da minha vida, inclusive o lançamento do meu próprio livro. Não uso muito salto nem pra sair, que dirá pra ficar em casa, né, mas esse sapato faz parte de um ritual de ano novo que me apresentaram no anterior e resolvi repetir nesse, com outras metas e objetivos. Eu não sou cética e nem mega crente nessas coisas, apenas gosto de colocar em prática, mesmo. Ah, ficar “arrumadinha” não ia fazer mal também, né? Ele é azul escuro, bem fechado, um tom mega neutro que funcionava com o resto do conjunto e, vejam que coincidência(!), também foi comprado na Marisa. Podia ser um look todo patrocinado, mas infelizmente não era, hahahahaha.

Lookbook: Miska, muska, Mickey Mouse!

E agora é aquele momento sinceridade que acontece com certa frequência nesses posts de look: essas fotos não foram tiradas na virada de verdade. Eu pretendia dar uma saída no dia primeiro pra isso, aproveitar um cenário bonitinho na praça aqui perto, mas choveu e não deu pra colocar o plano em prática. Sendo assim as peças ficaram aqui, dobradinhas em cima da minha cadeira, esperando por uma oportunidade, até que no sábado seguinte fui modelo no curso de maquiagem da L’Oreal que minha amiga Julys Costa está fazendo e percebi que a hora tinha chegado porque ela arrasou DEMAIS. Dessa vez, porém, o cenário era TEMPESTADE, então fotografei dentro de casa, mesmo. Mas sei lá, acabei gostando, ficaram bonitinhas, e é só! Feliz 2020 pra todo mundo, que seja MÁGICO!

Lookbook: Wish You Were Here…

Em 06.10.2019   Arquivado em Moda

Sempre acho que vou conseguir falar sobre o acontecimento primeiro e fazer post de Lookbook depois, mas aí chega e vejo que preciso de alguns dias pra processar as coisas na minha mente, então inverto a ordem… Sim, é esse mais um caso, e QUE CASO, minha gente! Ontem foi o evento de lançamento do meu livro, Wish You Were Here: Um Romance Musical, e em ocasiões especiais assim a gente faz o que? Isso mesmo, veste algo especial à altura! E esse foi mesmo, mais do que o planejado.

Em julho, no meu aniversário, eu ganhei um macaquinho lindo, floral em tons bonitos de marrom, justo quando estava começando a planejar essa publicação. Guardei, então, para que fosse o “look de lançamento”, mas a grande questão de nascer no auge inverno é que os presentes condizem com a época, né? Normalmente ganho coisas não tão usáveis em qualquer outro mês do ano, e esse até é, com pernas de fora, mas a manga 3/4 me fez ver que eu ia ASSAR se usasse assim, bem no horário do almoço, ainda mais calorenta como sou. Comecei a pesquisar outros macaquinhos na internet e fui compartilhando alguns com Dani e Pati (minhas irmã-amiga e amiga-irmã!) no nosso grupos de Whatsapp, inclusive ESSE que estava no site da C&A – mais uma vez, a loja onde encontro tudo o que queria e não sabia – justamente nas cores da capa. Era perfeito.

Leia também: Minha terceira tatuagem, o trevo de amigas-irmãs que nós três fizemos juntas!

Lamentamos juntas que eu não tava $podendo$ comprar, os dias passaram, a aceitação de não tê-lo já tinha batido (e o desespero de ter algo legal pra vestir idem) quando um entregador tocou meu interfone afirmando ter uma entrega pra mim. Já tinha chegado tudo o que faltava, fiquei aqui toda encafifada e quando fui buscar era uma sacolinha de lá com uma certa “Patrícia” constando como nome da nota fiscal. E aí eu desatei a chorar!

Lookbook: Wish You Were Here

Óculos: Ray-ban | Colar: C&A | Macaquinho: C&A | Sapatos: Beira Rio


Passar tantos anos sonhando com essa publicação fez com que ela se tornasse o sonho de muita gente, sabe? Tava todo mundo bem disposto a ver a coisa acontecendo de maneira ideal, por mim e por eles! Por esse motivo, e com a Dani atrás intermediando links, a Pati fez a compra e ficou lá, torcendo pra chegar a tempo, como presente comemorativo do dia. E, né, o que em algumas ocasiões é “só uma roupa”, um conjunto de tecido lindamente organizado, nessa foi um ato de amor que se transformou em auto estima, porque quando me olhei no espelho antes de sair de casa, super nervosa cheia de expectativa misturada com medo de dar tudo errado, eu me senti incrivelmente linda!

Os sapatos são os mesmo que comprei ano passado pro Baile de Inverno do Potter Club BH, onde usei a versão azul do vestido da Hermione… Já é da cor certa, um saltinho meeega confortável ao mesmo tempo que passa essa imagem de “arrumadinha”, o tipo de calçado ideal. Usei também um colarzinho antiiigo de cadeado e chave que eu adoro e essa pulseira que ganhei logo que o ebook saiu, semanas atrás… É dessas que a gente vai colocando pingentes, e Carol que é uma mega querida me deu já com uma bolinha vermelha (a gente se conhecer no fã clube e ela sabe que sou Grifinória!), um “L” e o mais importante: um elefante, que além de ser um animal que amo é um dos grandes ícones da história! Até ganhei um enorme e cor-de-rosa da Lili de presente lá, que ficou do meu ladinho enquanto autografava! Um conjunto final cheio de seus pequenos significados prévios.

Leia também: Wish You Were Here: Um Romance Musical, tudo sobre meu primeiro livro!

A maquiagem acordei cedinho pra fazer e queria ter registrado bem porque ficou LINDA, mas as fotos nunca fazem jus ao real, nem deu vontade de compartilhar… A pele tava bonita graças a uma base que AMO, a Hello Happy da Benefit, rolou delineado azulão surpreendentemente bem feito, meus cílios postiços favoritos e, claro, a “marca registrada” que é o batom vermelho… Estou usando demais o Bruna, da Bruna Tavares, cor maravilhosa, textura confortável e duração de tirar o chapéu, difícil é fazer sair da boca! Ai, gente, sinceramente? Tá aqui um post em que mostro pra vocês algo que, pra mim, teve zero defeitos!

Lookbook: Move it, move it!

Em 22.05.2019   Arquivado em Moda

Eu pretendia falar sobre a mostra LINDA da Dreamworks Animation que tá no CCBB BH e só depois mostrar a roupitcha do dia no lookbook, mas infelizmente não consegui terminar de editar o vídeo que gravei por lá a tempo, então farei na ordem “tradicional” que sempre fazemos por aqui, mesmo. E aí, como na última vez em que fui à exposição do Ai WeiWei, a luz não é lá grandes coisas, o rosto fica cheio de sombra e nem dá pra ver a estampa das roupas direito, porém é um “cenário” lindíssimo que eu me recuso a deixar de aproveitar, então vamos lá!

(Porém dessa vez, ao contrário da última, eu DE FATO farei um post falando sobre a mostra, com fatos e fotos bem lindos e detalhados, aquela promessa não foi cumprida mas essa será, aguardem…)

O fundo escolhido foi esse com vários posteres de circo do filme Madagascar, que é um dos com maior número de obras expostas e, na minha opinião, destaque da exposição. A escolha, porém, não foi por causa do filme em si, uma vez que tem vários outros do estúdio que gosto mais, mas por causa da 01) iluminação, que era “menos pior” pra esse tipo de coisa e 02) os cartazes de elefante assim, bem à altura para aparecer perto de mim. Eu AMO elefantes, muito! Achei apropriado – e o tom de cinza da parede também era lindão.

Lookbook: Moveit, move it!

Blusa: Riachuelo | Calça: n/s | Coturnos: n/s | Bolsa: Kipling | Óculos: Ray-ban | Colar: C&A | Fotos: Daninha, aka minha irmã!

Sobre o look em si eu não tô nem sabendo direito o que dizer porque é um estilo tão recorrente por aqui que se alguém me visse na rua de longe saberia que era eu sem precisar olhar o rosto! Camiseta preta estampada (essa diz “I don’t know where I’m going”, mais pertinente impossível) + disco pants + coturno + bolsa lateral + colarzinho. Aquela combinação que se eu fosse famosa já teria sido popularizada como “estilo Luly” em 2017/2018, hahahaha. Fazer o que, né, é confortável e bonito. E por algum motivo eu ADORO usar essa blusa com coque, acho que combina super, gente, então ela muitas vezes é a escolhida quando vou sair e os cabelos tão meio estranhos, porque aí é só prender desse jeito que já sei que deu certo…

Lookbook: Moveit, move it!

Pra galera de BH, já fica a dica e visitem DreamWorks Animation: Uma Jornada do Esboço à Tela, vai ficar um tempão por aqui, até 29 de julho! Eu com certeza vou voltar pra rever, porque vale a pena… E aguardem que esse fim de semana mesmo, sem falta, conto sobre ela com todo meu amor – e um conteúdo especial do Vênus em Arte, meu canal sobre mulheres artistas!

Página 1 de 1312345... 13Próximo