Por Lugares Incríveis

Em 05.08.2015   Arquivado em Leitura

Por Lugares Incríveis

Por Lugares Incríveis (All The Bright Places) *****
Autor: Jennifer Niven
Gênero: Romance, Drama
Ano: 2015
Número de páginas: 336p.
Editora: Seguinte
Sinopse: “Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.”
(fonte)

Comentários: Senhoras e senhores, eu lhes apresento hoje o meu livro favorito de 2015 até agora, e dificilmente teremos algum outro roubando seu posto pois estou apaixonada! Ganhei de aniversário do Gil, que me disse que escolheu esse presente porque viu muitas indicações de canais que acompanha. O que eu a gente não esperava (ele ao comprar e eu ao ganhar) era que esse é exatamente MEU tipo de livro, parece que foi escrito por ou para mim, simplesmente amo romances/dramas feitos assim, baseados em experiências de vida e muita pesquisa!

A história é narrada pelos dois personagens principais, Theodore Finch e Violet Markey (ou “Ultravioleta Markante”), que eram as duas pessoas com maior improbabilidade de começar qualquer tipo de relacionamento da escola (ela era certinha e popular, ele o cara estranho que ninguém quer por perto) até que se encontram à beira do desespero na torre do sino da escola, decidindo se devem pular dali. Violet está deprimida pela morte de sua irmã, Finch já vive com a depressão, bipolaridade e impulsos suicidas Há um tempo, ambos estão na dúvida se querem mesmo fazer aquilo ou não até que a presença do outro impede que qualquer um dos dois o faça. A partir daí eles formam uma dupla num trabalho de geografia onde devem conhecer locais interessantes do estado onde vivem e começam suas “andanças”, descobrindo cada vez mais um sobre o outro e sobre si mesmos até o ponto em que, claro, não resistem mais à tensão que há entre eles e transformam aquela amizade inusitada em um romance.

“Você é todas as cores em uma, em pleno brilho.”

Romance lindo, diga-se de passagem! Toda a parte dos dois juntos é incrível, em ambas as narrações. O dia que eles finalmente ficam juntos e decretam “Um Dia” – quem ler vai entender – é muito, muito, muito bonito MESMO, li várias vezes seguidas de tanto que gostei. É engraçado porque de início pode parecer que a ligação deles é muito mais física do que sentimental, mas depois você vê que não tem como duvidar daquele relacionamento, dá vontade de ver os dois ficando velhinhos juntos e cheios de clichês felizes para sempre. Mas o livro não é sobre isso…

É sobre duas pessoas que, por algum motivo, desistiram de viver e precisam uma da outra para se reerguer. E por mais que eu tenha amado profundamente cada pedaço dele tenho que alertar: não recomendo se você não confia na sua própria estabilidade mental porque é entrar afundo no ponto de vista de dois níveis de depressão diferentes mas, ainda assim, perturbadores em alguns momentos, mesmo quando você já sente o que vem em seguida consegue se surpreender com o que acontece logo depois. Também ajuda a entender a mente e quem pode estar se sentindo à beira do abismo, e com isso possibilita pessoas de conseguir ajudar quem passa por isso ou aceitar. Por Lugares Incríveis é livro “de chorar” super, com direito a momentos tristes do início ao fim, mas também de sorrir ao ver todas as coisas podem ser superadas e que quase tudo pode ter um lado bom. E o principal: ele te ensina que você não precisa apenas sobreviver, tem que VIVER!

Por Lugares Incríveis

Foto adicionada em 04/02/20 após revisão do post!

Pra fechar preciso falar que achei a capa uma fofura, e ele tem algumas pouquíssimas ilustrações desse tipo dentro também, muito amor puro! Dá um tom bonito, ainda que bem minimalista, em momentos nos quais você não necessariamente espera ver um apelo estético, mesmo que pequenino. Nota 5/5, 10/10, 100%, total em qualquer escala que vocês quiserem usar!

badge_post_01

Top 5: Os melhores livros de 2014

Em 07.01.2015   Arquivado em Leitura, Vídeos

Hello, hello, minha gente, hoje tem vídeo! Tem muitos meses que eu não gravo nada, o que matou minha meta de um vídeo por mês, mas ano novo existe é pra isso, vou ver se consigo dessa vez, né… Enfim, hoje vim mostrar logo meu Top 5 Livros Favoritos de 2014 antes que fique tarde demais. Na verdade eu roubei master e são 10 livros (e acabei citando mais ou menos outros dois no final), mas consegui dividir num Top 5 e é o que importa! ‘Bora assistir e POR FAVOR me contem se vocês já leram um ou mais deles, se gostaram e quais foram seus livros favoritos do ano passado porque eu quero ver se leio 2 por mês esse ano e preciso de sugestões!
Aliás, pra quem não sabe, hoje é Dia do Leitor, então não poderia postar isso em data melhor, né? Feliz dia para todos os leitores (fanáticos ou não) aqui presentes!


Pra comemorar o ano novo se inscrevam lá no canal!

Top 5: Livros de 2014

Top 5: Livros de 2014

Top 5: Livros de 2014

Top 5: Livros de 2014

Espero que vocês tenham gostado do vídeo e MUITO OBRIGADA pelos comentários no post passado, gente, sério, amei de verdade! Vou responder todos com mais carinho ainda do que o normal.

Top 5: Livros que eu acho que todo mundo deveria ler (34/52)

Em 10.10.2014   Arquivado em Leitura, Memes e Tags

Essa é a trigésima quarta semana do Desafio 52 Semanas de Top 5 e o tema da vez é: Livros que eu acho que todo mundo deveria ler.
A notícia é: estou a um passo de abandonar esse projeto. Não sei ainda o que fazer direito, mas preciso pensar com muito carinho no assunto…

And reading!!
Viu? Com foto de boneca o post fica muito melhor!

01: Série Harry Potter, da J. K. Rowling

Títulos Originais: Harry Potter and the Philosopher’s Stone, Harry Potter and the Chamber of Secrets, Harry Potter and the Prisoner of Azkaban, Harry Potter and the Goblet of Fire, Harry Potter and the Order of the Phoenix, Harry Potter and the Half-Blood Prince, Harry Potter and the Deathly Hallows.
Ano: 1997 – 2007
Páginas: 3064 (juntos)
– É DESNECESSÁRIO dizer aqui o quanto cada um desses livros é importante para mim, certo? Se não fosse por Harry Potter quem sabe esse post que está sendo escrito nesse momento jamais existiria, por diversos motivos… Mas eu não recomendo por serem meus livros favoritos no mundo não, e sim porque eu acho HP um MARCO da literatura infanto-juvenil e pra mim todo mundo tem que ler, gostando ou não. É que nem Shakespeare, sabe, uma obra prima da literatura britânica, mesmo que a pessoa acabe detestando (oi???????) pelo menos tem que saber o motivo pelo qual detesta e pelo qual nós amamos!

02: Extraordinário, da R. J. Palacio

Título Original: Wonder
Ano: 2012
Páginas: 320
– Livro lindo, maravilhoso, favorito de 2014, amorzinho da Lulynha, Palacio quero te abraçar! Sério, gente, se você quer um livro desses que muda a vida d’a gente para mudar a sua escolha “Extraordinário”.
Ainda quero escrever um post sobre essa belezura tão rápida e marcante, mas posso resumir aqui meu sentimento final: Auggie Pulman e seus amigos me mostraram o tipo de pessoa que eu quero ser!
Ver histórico de leitura.

03: O Chamado do Cuco, do Robert Galbraith

Título Original: The Cucco’s Calling
Ano: 2013
Páginas: 496
– Eu JURO PRA VOCÊS que não é só por ser da J. K. Rowling que eu amei esse livro. Juro mesmo, tanto que eu tava com medo de não gostar antes de começa-lo. Aí tomei coragem, comecei e não desgrudei dele até terminar, me apaixonei!! Mal posso esperar para ler “O Bicho da Seda”, que é o segundo livro da série e tá pra sair aqui no Brasil. Aposto que vai ser incrível também.
Eu comecei a escrever um post sobre ele, mas não sei se irei terminar porque já fazem alguns meses que li, mas com certeza vai estar no meu Top 5 de favoritos do ano! Quem gosta de romance policial pode ir atrás que não vai se arrepender.
Ver histórico de leitura.

04: Marley & Eu, do John Grogan

Título Original: Marley & Me
Ano: 2006
Páginas: 302
– Esse foi o presente que eu e minha irmã demos para minha mãe no natal de 2008. No ano seguinte quando viemos morar com meu pai o livro veio junto porque a gente não queria se separar dele, loucura total! Eu fico triste quando vejo pessoas que não se emocionaram com esse livro (ou com o filme) porque isso é a prova de que a pessoa nunca soube o quão incrível é ter um cachorrinho em sua vida. Eu sei, e já soube mais de uma vez, então continuarei chorando com a história da vida do Marley para todo o sempre porque ele merece!

05: O Pequeno Príncipe, do Antoine de Saint-Exupéry

Título Original: Le Petit Prince
Ano: 1943
Páginas: 96
– E se você não leu ainda faz o favor de ir AGORA conseguir um exemplar e ler, sério, agora. Esse é um livro que todas as pessoas do mundo devem ler por obrigatoriedade, é daqueles que você lê desejando que tudo aquilo tenha acontecido de verdade. Nem sei o que falar, acho que nem preciso falar porque não é o tipo de coisa que podemos expressar com palavras: esse aí tem que ser visto com o coração!

Vídeo-Tag: Casar, beijar ou jogar do penhasco?

Em 24.05.2014   Arquivado em Vídeos

Melhor “Hello, hello” da vida! A Lili me passou a Tag Casar, beijar ou jogar do penhasco” e não tinha como não empolgar, é muito divertido, gravei o vídeo assim que pude!
Essa tag é meio difícil de explicar mas vou tentar… Você escolhe um número múltiplo de três de personagens literários que gosta ou não, vai sorteando de três em três e entre esses sorteado você tem que escolher um para casar, um para beijar e o último joga do penhasco. Ah não, gente, muito bom! Acho que nem tem como eu falar mais muita coisa, vocês precisam assistir o resultado, hahahaha:


Não se esqueçam de assinar meu canal para mais vídeos!

É, eu fiquei BEM TRISTE de ter jogado o Nico do penhasco, quase gravei o vídeo de novo, gente, que dó do meu anjinho… E agora que passaram alguns dias não me arrependi de ter casado com o Percy porque tô com uma paixão absurda pelo Logan Lerman, não é a mesma coisa mas já ajuda!
Espero que vocês tenham gostado porque eu amei, de verdade! Vocês concordaram ou discordaram MUITO com algumas das minhas respostas? Me contem!

Vision to End AIDS

Em 24.04.2014   Arquivado em Leitura

Tem MESES que estou maluca pra contar sobre o #VisionToEndAIDS que a Elton John AIDS Foundation organizou no fim do ano passado, mas queria fazer um post completão e isso requeria a boa vontade de qualquer que seja o sistema de entrega que eles usaram e, depois, dos Correios aqui no Brasil. Mas eu tô passando o carro na frente dos bois, vamos começar do começo…

A Elton John AIDS Foundation é uma organização sem fins lucrativos criada pelo próprio Elton John que roda o mundo tentando ajudar a acabar com a AIDS. Não se trata somente de tratar os pacientes já infectados, mas também tentar IMPEDIR que a AIDS atinja as pessoas através da educação, da aceitação e principalmente, segundo o fundador, do amor. Ele diz que se tivéssemos mais amor uns pelos outros as pessoas que estão mais suscetíveis à AIDS no mundo provavelmente correriam menos risco de serem infectadas e aqueles que já foram seriam mais bem tratados pela sociedade. O que é uma baita verdade.

No fim do ano passado a página do Facebook da EJAF fez um promoção em que ao postar uma foto no Instagram usando um par de “óculos estilo Elton” (ou seja: óculos chamativos) com a hashtag #VisionToEndAIDS sua foto iria para um aplicativo deles da página do Fscebook e estaria ali esperando por curtidas dos visitantes. As dez fotos mais curtidas ganhariam um exemplar do livro “Love is the cure”, de autoria do próprio Elton AUTOGRAFADO e ele escolheria uma dessas pessoas para ganhar também um par de óculos de sol que pertencia à sua coleção pessoal. E logicamente eu não podia deixar de participar, né? Peguei os óculos de plástico que comprei pro show dele em BH ano passado e postei a seguinte foto:

EJAF
via Instagram

O aplicativo é bem inteligente e funciona de forma que não tem como conseguir curtidas através de sites específicos para isso: a pessoa TEM QUE ENTRAR LÁ E CURTIR MESMO. A única coisa que se pode fazer é compartilhar a foto na sua timeline pedindo ajuda, e foi o que eu fiz. Mesmo assim não adiantou e eu estava longe de chegar entre os 10 primeiros, então passaram alguns dias e compartilhei de novo. Foi aí que a coisa aconteceu… Nesse dia alguns amigos meus também compartilharam e pessoas que tinham eles no Facebook mas não me tinham (algumas das quais eu conheço) começaram a fazer o mesmo e em um dia eu tinha a 6ª foto mais curtida da página, de repente. Quando o prazo expirou eu recebi um comentário da própria EJAF no meu Instagram dizendo que eu era uma das dez e pedindo meu endereço. Faltou pouco para eu morrer do coração, era quase natal e eu saí CORRENDO GRITANDO pela casa enlouquecida. Eu já tinha ganhado o livro de amigo oculto do Luke em português (com o título de “O amor é a cura”) e esperava ler em português mesmo, mas ter ele autografado era muita alegria pro meu pobre coração. Eu nem fui a escolhida final pra ganhar os óculos também, mas pra mim isso não fazia diferença, eu tava feliz demais.

Foram passando os meses e passando os meses… O pessoal me respondeu o e-mail falando que tinha enviado o livro e nada de ele chegar aqui. Até que essa semana meu pai me entregou um papel dos Correios pedindo que eu retirasse uma encomenda. Olhei o rastreamento e as dois dígitos finais eram GB: Grã Bretanha. No dia seguinte eu estava na porta com o papel e a identidade nas mãos pra pegar meu livro! Abri o pacote antes de chegar em casa no meio da rua e tive que guardar de novo correndo quando vi o autógrafo porque eu desatei a chorar quando abri, só de pensar que ele tinha tocado naquelas páginas. E vim aqui hoje mostrar essa coisinha mais linda da vida pra vocês:

EJAF

EJAF

EJAF

Com essa chegada eu comecei a lê-lo ontem, só que em português. É simplesmente incrível, conta a história de Ryan White, que foi um garoto que contraiu AIDS através de um tratamento para hemofilia e acabou tendo que sofrer todas as consequências da doença e que foi quem fez Elton John largar a vida de vícios deles em relação a drogas, bebida, comida e tudo, e mais tarde foi grande inspiração da EJAF. Conta também a história da própria organização e de diversas outras que eles auxiliam ao redor do mundo. Quem quiser conhecer mais do trabalho deles é só entrar no site e pra ajudar a divulgá-lo fiquem de olho na fan page onde eles postam suas ações e as datas para fotos no Instagram com a principal Hashtag deles: #LoveIsInMyBlood. Eu já fiz a minha também na última ação que foi no Valentine’s Day, ó ela aí:

EJAF
via Instagram

Página 5 de 141 ...123456789... 14Próximo