Sobre o que é família (I)

Em 15.05.2018   Arquivado em Escrevendo

Quinze de maio é o Dia Internacional da Família, e eu não sabia disso até ver um artigo sobre o assunto na minha timeline do Twitter hoje de manhã. Acho engraçado em como a gente comemora os dias de várias pessoas que fazem parte da família, mas não ela em si… Pra mim faria mais sentido, sabe? Porque nem sempre famílias são constituídas de todos esses membros que são tão comercialmente aclamados… Às vezes até por nenhum deles. Mas estou me precipitando sobre um assunto que será a parte II dessa reflexão. Por enquanto eu gostaria de mostrar algumas famílias pra vocês nesse dia que devia ser tão especial.

Sobre o que é família

Essa foto foi tirada em 1997. Nela vemos meus pais, João e Valéria carregando eu e Daninha, minha irmã mais nova. Meus pais foram casados por 18 anos, até que se separaram quando eu tinha 16. No início não tava tudo bem, mas depois ficou, sabe? Até melhor! Essas coisas da vida que parecem que serão um problema e na verdade são a solução. Desde então eu e minha irmã já moramos com a mamãe, depois com o papai, depois com a mamãe de novo. Nós quatro éramos uma família, agora somos duas diferentes. Ainda assim: família.

Sobre o que é família

Agora vou apresentar outras quatro pessoas: Marcelo, Rodrigo, Rosana e Patrícia. Assim como meus pais, Rosana e Marcelo se casaram mais ou menos na mesma época. Eles tiveram seus dois filhos nos mesmos anos, 90 e 95, com pouquíssimos meses de diferença. Esses filhos, inclusive, estudaram na mesma sala de aula em alguns momentos da vida! Mas, ao contrário dos meus pais, eles permanecem casados. O que é ótimo! De verdade! Sabe por que? Porque os quatro são uma família.

A Pati é nossa amiga há 20 anos. Na verdade ela é mais que nossa amiga: é nossa terceira irmã. Toda “coisa de irmã” que existe eu e Daninha adicionamos a Pati, como se não houvesse a diferença do sangue. Temos um grupo de Whatsapp onde todos os problemas e alegrias de qualquer uma de nós vai parar em algum momento. Se eu me casar um dia, mesmo do modo nada tradicional como pretendo fazer, elas serão minhas “madrinhas” com o mesmo grau de importância. Pati é da nossa família, e nós somos da família dela.

Sobre o que é família

Agora falaremos de Ernani. Na primeira foto Ernani está com sua mãe, Eneida (e suas gatas!), e na segunda com sua avó, Esther. Seu pai morreu quando ele era um bebezinho, então as duas o criaram juntas, os três com essa tradiçãozinha fofa de ter o nome começado com “E”. E os três são, é claro, uma família. Além disso Ernani namora, há mais de um ano, com a Daninha. Então é óbvio que se tratando de família, ele também é da nossa.

Sobre o que é família

Eu tenho várias pessoas com as quais não tenho grau de parentesco que são família, e algumas delas sequer são pessoas. Nessa nova foto, por exemplo, estou deitada com a Arwen, minha gata. Eu não serei hipócrita a ponto de dizer que criar uma gata é o mesmo que criar uma criança, porque não é. Esse é o motivo, inclusive, pelo qual adotei uma gata e não uma criança, algo que pretendo fazer um dia. Mas ainda assim eu considero Arwen minha filha, e de certa forma ela me considera “mamãe” dela também. É pra mim que ela corre quando tem fome, sede ou se sente sozinha. Quando eu chego em casa, ela sempre está do outro lado da porta me esperando. Outro dia ela achou que eu tinha saído de casa sem avisá-la ao não me achar no (nosso) quarto e correu pra minha mãe, chorando, como se perguntasse onde eu estava… E quando minha mãe mostrou a ela onde, ela correu de alegria ronronando até mim.

Arwen, a gata, e eu somos uma família.

Sobre o que é família

Imagem via Today

Por fim temos mais um grupo de quatro pessoas: Reginald, Zachary, Elijah e David. Reginald é conhecido mundialmente sob o nome artístico de Elton John. Mais de uma vez Elton tentou adotar crianças para ter filhos em sua família, e mais de uma vez foi recusado. Um desses garotinhos, inclusive, tinha AIDS. Após essas tentativas serem negadas ele e David, com quem mantém um relacionamento há 23 anos, resolveram ter filhos biológicos através de inseminação artificial com uma barriga de aluguel. Eles não sabem qual dos dois é o pai biológico dos garotos e isso, de fato, pouco importa. Porque esses dois homens e seus dois filhos são, é claro, uma família.

Existem famílias biológicas, “tradicionais”, monoparentais, comunitárias até mesmo uma que é considerada a “Sagrada Família”. Imagino que a maioria delas possui laços de sangue. Em algumas as pessoas decidiram ter filhos, em outras não. Temos aquelas que escolhem ter animais de estimação, já outras não querem ou mesmo não podem. Tem aqueles que são filhos só de um dos lados casal, mas que se torna parte da vida do outro também. E existem pessoas que gostam de ditar como devem ser as famílias de outras pessoas. Que não permitem um cantor milionário dar uma vida incrível a uma criança que não tem nada pelo simples fato de que ele é apaixonado por outro homem. Ou que acham que o fato de essa união não conseguir (ou mesmo decidir!) se reproduzir invalida o conceito de família. Alguns, inclusive, apoiaram um estatuto que vai contra esse amor de outras pessoas. Vai entender, né? Aparentemente a família que não nasce da união de um homem e uma mulher fere a estrutura básica da sociedade, que merece especial proteção.

Bom, pra mim, o que fere a estrutura da sociedade é mente fechada dessas pessoas e família é quem a gente considera assim. E pra você, o que é?

Exposição “Ressonâncias”

Em 11.02.2014   Arquivado em Artes Visuais

Hoje minha dica é daquelas raras em que saio de Belo Horizonte/grande BH e vai pro pessoal que mora ou tá passeando por Niterói e região. Começou dia 03 de fevereiro e vai até dia 21 de março a exposição “Ressonâncias” com aquarelas, desenhos, pinturas e colagens dos artistas Ricardo Basílio e Lívia Abreu. A entrada é gratuita e a exposição está acontecendo na Galeria de Arte La Salle de segunda a sábado.
Eu não conhecia o trabalho do Ricardo Basílio até procurar no Google e achei as aquarelas lindas, mas da Lívia posso falar e muito porque ela é nada mais, nada menos do que minha prima (vocês não sabem como tá sendo difícil não me referir a ela como “Livinha” aqui nesse post, hahaha) e faz umas ilustrações que são a coisa mais fofa da vida, eu amo! Quem puder ir na exposição dá uma passadinha lá por mim que não posso (sniff) e pra já conhecer o trabalho dela é só entrar no portifólio on line e ver alguns trabalhos e formas de contato.

expo_ressonancias

Exposição “Ressonâncias”

De 03/02 a 20/03 (de segunda a sexta das 08:00 às 21:00, sábados das 09:00 às 12:00.)
Galeria de Arte La Salle: Rua Gastão Gonçalves, 79, Santa Rosa. Niterói/RJ

Rapidinhas de Dezembro

Em 30.12.2013   Arquivado em Cotidiano

E 2013 acabou! Hoje é o último dia desse ano que eu não vi passar por diversos motivos… Os primeiros meses parecem que pertencem a 2012 por causa da greve da UFMG que estendeu meu último semestre e depois que julho passou, puff, voou o ano. No balanço geral foi bom, mas deixo pra falar disso na minha retrospectiva.
Geralmente eu posto os looks do mês no último (ou penúltimo) dia e as Rapidinhas só no mês seguinte, mas dessa vez vai ser diferente porque preciso encerrar o ano antes dele acabar… Não sei se faz sentido, mas ok, vamos aos fatos!

Rapidinhas de Dezembro

No início do mês eu passei por uma das experiências mais lindas da minha vida. Assim como nos dois últimos anos eu fui na apresentação de fim de ano do balé da Laurinha, minha prima, e dessa vez o negócio se superou: foi uma apresentação de A Bela Adormecida. Gente, chorei muito! Bem, a turma dela estava dançando a dança das ninfas, mas ela foi também uma das solistas do final do balé em que várias princesas apareceram pro casamento da Aurora e adivinha qual princesa ela interpretou?? Sim, a Branca de Neve!! Ah, não é demais pro meu coração, chorei mais do que já tinha chorado antes! E, gente, além disso ela ainda foi a única solista aplaudida no meio do ato! O pessoal não conseguiu se segurar, foi perfeita, essa aí tem tudo pra dançar profissionalmente!

Rapidinhas de Dezembro

Eu ganhei alguns sorteios e outras coisinhas nesses últimos tempos e vou mostrando a medida que forem chegando… Esse livro, “Antes que eu vá”, foi no blog Without Idea e eu adorei porque eu lembro da época do lançamento dele e fiquei mega curiosa porque rolou um evento aqui em BH e eu ia, mas cheguei atrasada no dia… Triste! enfim, mais um livro pra eu ler ano que vem, aí se eu gostar conto o que achei!
Agora sobre a cartinha em forma de coração, socorro, abri pra ler e depois não sabia sobrar de novo, hahahah!! Fiquei falando “Luly sua burra!” até a Daninha se apiedar de mim e vir me ajudar. Tão fofa!

Rapidinhas de Dezembro

Agora, vejam bem, quero que vocês prestem bem atenção nessa foto em especial. Vocês entendem o que ela representa? São figurinhas do álbum de “Harry Potter e a Pedra Filosofal” com pacotinho e tudo eeeee postais de “O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei”. Isso significa que esses babys aí têm NO MÍNIMO 10 ANOS DE VIDA, são relíquias pelas quais alguns fãs pagariam e eu ganhei elas da Lu, minha amiga! Olha só isso, gente, gente, GENTE! Ela tinha isso guardado desde 2001/2002/2003 e me deu no início do mês. Lindo, né? De surtar… Obrigada, Lu!

Rapidinhas de Dezembro

Em cima da hora, lá pro dia 22, a vovó pediu que eu e a Daninha fôssemos montar a árvore dela porque ela decidiu que não passaria o fim de ano sem a casa decorada. Nós fizemos serviço completo: montamos o presépio, penduramos coisas pela casa inteira e ficou tudo lindo. Mas a árvore foi especial… A vovó adora aqueles pisca-pisca musicais e o que ela usava quebrou ano passado, então fomos procurar algum outro pela casa. Foi quando achamos um inteirinho, praticamente novo, minuciosamente embalado pelo vovô de um jeito que só ele sabia fazer e datado: era de 1993! E tava novo, piscava sem nenhuma luz faltando e cantava. Coloquei na árvore com o maior cuidadinho e estou responsável por ir lá dia 7 para tirar tudo e colocar exatamente da maneira como estava antes. Valeu a pena, a árvore (Thalia pra os íntimos) ficou linda.

Rapidinhas de Dezembro

E então foi natal! Eu já disse que amo o natal, né? Sou dessas que chega na casa dos parentes com gorrinho do Papai Noel (e acabo tirando porque tenho ele desde o 7 anos de idade e começa a apertar a cabeça depois de um tempo), que passa o dia dançando “Jingle Bells Rock” no estilo Meninas Malvadas e que assiste pelo menos algum filme natalino, nunca deixo passar em branco. Esse ano fomos pra casa do tio Kaká e não estava a família toda lá, mas a gente se divertiu a beça e até tiramos essa foto do “Girl Power d’Ávila” – porque nós somos a maioria, os meninos não foram e estávamos todas as netas lá, hahaha.

Bom, pessoal… Esse é o último post de 2013! Aproveitem bem a noite da virada, curtam muito ao lado de quem vocês gostam e a gente se vê de novo ano que vem (piada véia, Luly!). FELIZ 2014 PARA TODOS VOCÊS!!!

Rapidinhas de Novembro

Em 03.12.2013   Arquivado em Cotidiano

Jesus Cristinho, nós já estamos em dezembro… Nossa, nunca um ano passou tão rápido para mim como 2013, e acho que a tendência da vida é essa, né, cada vez voar mais e mais. Mas enfim, novembro voou mais do que todos os meses pra mim, assustei hoje quando vi que já era dia de escrever esse post. Tiveram várias coisas legais durante o mês, e as que eu registrei fotograficamente tão aí!

Rapidinhas de Novembro

No último dia de outubro o Henrique completou 2 anos de vida, então a comemoração rolou no primeiro fim de semana de novembro e o tema foi a coisa mais linda do mundo: Mickey! Primo de peixe peixinho é, né, gente? Ele é louco pelo Mickey, não pode ver que já fica apontando e falando o nome dele, sem contar que tinha acabado de voltar da sua primeira viagem às Disney (meu primo de 2 anos vai e eu não, mundo injusto!), então foi bem escolhido!! A festinha foi bem gostosa, basicamente só com a família, e ele ganhou tanto presente legal! No final tava todo mundo brincando com os brinquedos dele, às vezes sem ele nem estar perto, hahahaha.

Rapidinhas de Novembro

Na semana seguinte foi o Anime Festival BH de primavera e eu queria ter escrito um post SÓ sobre ele, mas fui adiando e deu no que deu… Fica pra próxima.
O Anime dessa vez foi num local que dividiu as lojas em dois andares e a Cia do Ponto ficou no andar de cima, onde o povo nem sempre ia, então eu passei os dois dias de cosplayzinho de Hermione anunciando a promoção da loja e falando pro pessoal passar por lá. Foi bem legal porque muitos cosplayers vinham falar comigo e elogiavam minha roupa (amor puro!) e tirei tanta foto com o pessoal que nem sem contar quantas foram… Essa foto aí é do segundo dia, quando o Gil resolveu vestir com o uniforme dele de Hogwarts também pra se solidarizar com a minha pessoa e nós dois juntos chamamos mais atenção do que qualquer outra coisa naquele lugar, principalmente por causa do meu Bichento e do Chapéu Seletor que ele comprou lá.
O único problema é que tava QUENTE PRA BURRO! Nunca na minha vida eu senti tanto calor, o ar condicionado tava estragado, não tinha água… Que horror! O próximo Anime já está marcado pra ser em um lugar diferente, estão vamos torcer pra ser menos quente (e a Cia do Ponto terá um stand grande, vai bombar, esse eu não deixo de compartilhar aqui, JURO!).

Rapidinhas de Novembro

Eu poderia falar mais uma vez do “grande” acontecimento do mês que foi a estreia de Em Chamas, mas acho que o assunto já rendeu demais por aqui, então vou contar do que aconteceu no mesmo dia mais tarde… Depois de ficarmos batendo papo no shopping sem saber o que fazer e onde ir o Gugui sugeriu que fossemos ao Mirante do Mangabeiras ver o pôr do Sol de lá, então lá fomos nós dois, Daninha e Gil. Antes o Mirante era um lugar meio perigoso pra ser ir a noite, mas agora deram um jeito e tá bem arrumadinho, e ver a cidade lá de cima é lindo! Ficamos um tempão tentando adivinhar o que era cada lugar que a gente via de longe até um moço vir orientar a gente e descobrimos que não tínhamos acertado quase nada… Hahahaha!!
Depois descemos e demos uma volta na Praça do Papa e aí IA rolar um mini aula de direção para mim que o Gugui me prometeu, mas já tava à noite e eu fiquei com medo de tentar porque nunca peguei num carro na vida. Fica pra próxima quando eu estiver menos medrosinha…

Rapidinhas de Novembro

Em novembro Belo Horizonte teve sua última oportunidade de ver os painéis “Guerra e Paz” do Portinari, que estavam expostos no recém-inaugurado Cine Brasil. Durante quase todo o período em que eu estava na faculdade os painéis estavam em processo de restauração, então era um assunto recorrente em sala de aula. Fora isso é a última chance que temos de vê-los assim de pertinho, pois daqui eles foram pra Paris e de lá vão voltar para a ONU onde só representantes dos países terão acesso a eles.
Não só os painéis são muito bonitos como a apresentação deles é incrível, nem dá pra descrever. Depois de assistir o pessoal ainda podia chegar perto pra ver (sem tocar!) e nos andares acima tinham exposições relacionadas a eles (que é onde essa foto foi tirada). Valeu muito a pena e quem não foi perdeu um espetáculo incrível!

Rapidinhas de Novembro

Por fim uma foto para comemorar que novembro é o mês com mais aniversariantes de todos! Esse chocolatinho aí foi a “lembrancinha” do jantar de aniversário da Lu, uma dessas várias pessoas importantes que comemoram mais um ano de vida nesse mês, e depois dessa fiquei com vontade de ir na Cacau Show e comprar toda essa linha do Pequeno Príncipe porque é gostosa, fofa e decorada com estrelinhas!

Rapidinhas de Junho

Em 04.07.2013   Arquivado em Cotidiano

Junho é um mês que até ano passado se arrastava pra mim… Era aquilo de esperar as férias com muita ansiedade, que no colégio significava uma pausa pra descanso e na faculdade o fim de mais um semestre louco… Esse ano, porém, passou rapidíssimo: eu entreguei o trabalho da minha 1ª cliente particular da minha vida e comecei a pegar pesado em outro trabalho que estou fazendo, não exatamente particular e nem sozinha, mas ainda assim que surgiu na minha vida GRAÇAS A DEUS. Agora quando esse acabar eu vou pegar pesado atrás de um emprego de verdade, porque não simpatizei muito com isso de trabalhar em casa não. Se alguém tiver precisando de restaurador aí, minha gente, pode me falar!! Mas enfim, vamos a junho!!

Rapidinhas de Junho

Eu passei todas as sextas feiras do mês de junho me dedicando à sessão exclusiva do Potter Club que vai acontecer agora dia 14, nem que fosse só o finalzinho do dia. Nós conseguimos dividir as parcelas do cinema semanalmente então toda sexta eu fui encontrar com o Gil na Cia do Ponto e de lá a gente ia pagar. É algo que eu nem posso reclamar de fazer porque ficar na loja é sempre divertido: eu ajudo a vender os ingressos, converso com a Mari e o Vinícius que são incríveis (e as vezes com a Lili, que estava conosco em duas dessas quatro semanas) e vejo de pertinho a produção de bordados. Esse aí da foto é muito especial, mas falo dele mais pro fim do post =D

Rapidinhas de Junho

Dia 08 foi o lançamento de “Minha Vida Fora de Série – 2ª temporada” aqui em BH e nós tivemos o livro e o autógrafo da Paula Pimenta em primeira mão. Fiquei triste que a foto não ficou boa porque meus óculos tavam caindo e eu não tô podendo usar batom, mas como gostei bem mais desse do que do primeiro livro da série a gente desconsidera, né?
Agora em julho tem mais um lançamento dela, mas eu não sei se vou poder ir ainda… Queria porque ela sempre comenta que adora o fato de que nós estamos em todos!!

Rapidinhas de Junho

Com a formatura da minha irmã ano passado eu achei que festa junina de colégio era assunto encerrado pra mim, mas me enganei… No colégio da Laurinha, minha prima, eles dançam até chegar no 5º ano (e depois só no 3º ano do E.M.), então esse ano foi a última dança dela, aí lógico que fomos lá pra assistir!! E o mais legal é que ela dançou uma música com a qual eu tenho uma mega história da época de colégio, fiquei toda chorosinha, pra variar!

Rapidinhas de Junho

No dia seguinte da festa eu tive um dia muito bonitinho, mas a única foto que tenho pra mostrar do mesmo é essa da hora que cheguei em casa com mega olheiras porque acordei cedinho… Pena =(
Eu fui com o Gugui assistir a um teste dele com uma banda nova… Eu tinha meeega preconceito contra Nightwish, mas depois que ouvi as músicas do repertório (que ele me passou antes) e PRINCIPALMENTE quando ouvi o pessoal tocando até que gostei!! Mais uma intriga musical vencida. E como tinham aaanos que eu não via o Gugui tocar voltei de lá felizinha, porque ele é ótimo (assim: muuuito bom meeeeeeeesmo, sem puxa-saquismo) e eu tava morrendo de saudades!

Rapidinhas de Junho

Mais pro fim do mês teve a 2ª Turnê da Intrínseca em Belo Horizonte!! Queria escrever um post SÓ sobre isso, mas acho que não vai dar em decorrência das coisas que quero postar em julho, mas foi ótima!! Eu já tinha me apaixonado pela Intrínseca na Bienal do Rio de 2011 porque o stand deles era o melhor, na época comprei várias coisas baratinhas (até rolou sorteio por aqui) e me surpreendi com a quantidade de coisas incríveis que eles estão lançando por agora, saí de lá querendo ler tudo e mais: querendo revisar meu livro logo e mandar pra eles, surtei, hahahaha! Mas é que combina, eles têm vários livros muuuito choráveis (teve um que chorei vendo o booktrailer) do jeitinho que gosto e que me derreto quando leio. Alguns entraram pra wish list com certeza. No final não ganhei nenhum sorteio (passei toda minha sorte pro Gil, que ganhou justamente o que queria), mas todos nós recebemos brindezinhos: book-ecobag, marcadores, bottons, pin, lápis e passaporte da turnê. Mal posso esperar pela Turnê do ano que vem.

Rapidinhas de Junho

E voltando ao tema “Cia do Ponto”, o mês terminou com a gravação do trailer para a coleção de inverno especial HP deles: blusas da 3ª Tarefea das quatro casas!! Sobre a qualidade do bordado eu nem preciso falar denovo porque é incrível, mas agora tenho que dizer que o tom das cores que eles escolheram pra cada Casa ficaram em tons incríveis e pela primeira vez tive vontade de ter coisas das outras que não fossem Grifinória!
Mas não cheguei nesse ponto e pedi só a minha vermelha-com-preto mesmo que é LINDA, como dá pra ver na foto. E eu ainda pedi personalizada, então ao invés de “Potter” atrás dela tem escrito “Granger”, porque é a Mione que sou e sempre serei!
Depois vai rolar vídeo-making-of das filmagens por aqui!

Rapidinhas de Junho

E por fim uma foto da Elle pra representar que em junho o INVERNO CHEGOU!! A estação mais linda do ano em que a gente usa roupa quentinha, eu faço aniversário e tem cinema com meu Potter Club… Aliás, falando em inverno E no fã clube, esse ano estamos fazendo uma Campanha do Agasalho pra quem for na sessão… Porque ajudar os outros nunca é demais, né? Eu não posso criar uma F.A.L.E., mas criei a C.A.P.C.!

Página 1 de 6123456