2ª Turnê Intrínseca em Belo Horizonte

Em 06.07.2013   Arquivado em Leitura

Falei que não ia falar sobre isso mas tô falando… Mas é porque, ao contrário da primeira, a 2ª Turnê Instrínseca veio em Belo Horizonte no fim de junho (foi a penúltima cidade que eles foram) e foi linda, mas antes de contar como foi eu preciso explicar do que se trata pra quem não sabe…
A Editora Intrínseca é relativamente nova no mercado e não conta com uma equipe muito grande, o que significa umas 30 pessoas, de acordo com o que nos foi informado. O que significa que eles publicam poucos livros, mas parece que tudo que tocam vira sucesso (ou já é sucesso e eles trazem o sucesso pra cá). Pra quem não sabe é essa editora que publicou a saga “Crepúsculo”, da Stephanie Meyer, e sua nova “versão apimentada” na trilogia “50 Tons de Cinza”, da E. L. James que são, na minha opinião, duas sagas ruins, porém que movimentam o amor de várias mulheres e muuuito dinheiro com a venda de livros e mais livros, porque são mais do que bestsellers: são verdadeiras sensações internacionais. E pra quem é igual a mim e não gosta dessas que citei vamos pra parte incrível da editora, porque eles são respnsáveis por trazer pro público brasileiro autores como Andrew Lane, Cressida Cowell, Elizabeth Eulberg, Lauren Oliver, Markus Zusak, Rick Riordan e o queridíssimo John Green, que são autores que você pode não conhcer de nome, mas COM CERTEZA vai achar um livro que já leu ou quer ler e já foi escrito por alguns deles.
E por causa desse grande sucesso que a editora faz, principalmente com o público jovem, que eles decidiram começar a fazer turnês anuais pelas capitais do país e apresentar a esse público quem eles são, o que já fizeram e principalmente o que está por vir. É um meio deles ficarem próximos ao leitor, de rolar uma troca direta de informações e gostos, porque por mais que você faça uma comunidade no Facebook onde os leitores podem postar coisas não é a mesma coisa do que estar ali, frente-a-frente, mostrar um trailer e uma foto na hora se rolar o interesse, poder ir num cantinho com a moça ver se suas teorias tão certas depois do evento, muito demais!!

2ª Turnê Instrínseca

2ª Turnê Instrínseca

O evento aconteceu na Leitura do Pátio Savassi no domingo, dia 23 de junho à tarde. A fila se formou assim que a livraria abriu e o evento começou bem pontualmente, o que eu particularmente acho ótimo (parabéns, pessoal da Instrínseca!). Tava relativamente vazio comparado com outras cidades, por volta de umas 100 pessoas, mas foi ótimo mesmo assim. A turnê começa com a apresentação dos brindes e depois segue uma linha do tempo bem bacana: apresentação da Editora, mostra dos próximos lançamentos (relacionando alguns aos lançamentos antigos), sorteios e, no final, se alguém quiser adicionar alguma coisa seja ela em público ou em particular com o pessoal da Editora pode. Não é realmente muito longo, dura por volta de 2 horas, mas você sai de lá querendo ler absolutamente TUDO!! Gente, quanta história triste, eu adoro livros que me fazem chorar absurdamente porque sou muito chorona e já fico emocionada com qualquer besteirinha, então quando leio drama ou algo assim acho ótimo porque é quando tô chorando “junto com as pessoas nornais”, hahahaha. Entre os livros que eles apresentaram o que mais me intrigou foi “Extraordinário”, que é a história de um menino com um problema genético que torna seu rosto deformado. Ai, chorei no booktrailer, gente, muito triste e bonito e compreensível ao mesmo tempo! Tirando o álbum que eles sortearam (que te presenteava com VÁRIOS livros) era o que eu gostaria de ter ganhado nos sorteios. No final eu nem fui sorteada, mas todo mundo que vai á turnê ganha a sacolinha do amor deles pra ninguém ficar de mão abanando. Minhas fotos foram tiradas do celular (ou seja: ficaram uma meleca), mas olha que graça o que nós trouxemos pra casa:

2ª Turnê Instrínseca

– Ecobag/bookbag,
– Kit de marcadores de página,
– Passaporte da turnê com todas as informações,
– Pin,
– 3 bottons,
– Lápis da Editora.
Muito bacana, né? Digo, TUDO muito bacana. Adorei a iniciativa deles, eu já gostava da editora e agora estou apaixonada, tá virando minha favorita. Foi uma tarde rápida daquelas que vale a pena e que venha a Turnê do ano que vem!!

Sessão Exclusiva Potter Club 2013

Em 10.06.2013   Arquivado em Filmes, Harry Potter

EVENTO NO FACEBOOK – CONFIRME SUA PRESENÇA!!

Sessão Potter Club 2013

Hoje o post é especial pro pessoal de Belo Horizonte e região =D
Dia 14 de julho vai acontecer a 2ª Sessão Exclusiva do Potter Club no Shopping Cidade e dessa vez vai ser túnel do tempo com um filme de 2005: “Harry Potter e o Cálice de Fogo”!! Eu nem preciso dizer que super influenciei nessa escolha, já que quero tanto que nosso Baile de Inverno aconteça e PRINCIPALMENTE porque foi, por ocorridos que não precisam ser citados, o único da saga que não vi no cinema. Mas vamos mudar isso!!
A sessão vai acontecer, como eu disse, dia 14 de julho, domingo, no Shopping Cidade, e o filme tem a previsão de começar às 9h, então quem quiser pegar um lugar legal tem que chegar cedo na fila, porque não tem lugar marcado. Como o Shopping vai estar fechado ainda a fila vai ser formada na entrada da r. Rio de Janeiro e é por ordem de chegada. Se alguém quiser ir se prepare porque ano passado a primeira chegour 3 E MEIA DA MANHÃ!! Hahahaha!! Aliás, mesmo os atrasadinhso terão que acordar cedo porque às 8h já tem que tar todo mundo lá.
O ingresso custa R$23,00 e dá direito a uma pipoca e um refrigerante pequenos. Eles já estão sendo vendidos, quem quiser comprar é só ir na Cia do Ponto, que fica no Mix Shopping, e adquirir o seu!! Vem, gente, vai ser muito legal!!

Para esse ano, inclusive, temos uma novidade lindinha: estamos fazendo também uma pré-venda de Cervejas Amanteigadas e Sapos de Chocolate! eles serão comprados antes e entregues na hora, um número limitado!! Isso significa muuuito trabalho pra mim e meus elfos na véspera do evento, porque faremos 50 Cervejas pro pessoal, podem ter certeza que vocês vão ficar sabendo tudo porque eu pretendo registrar cada momento dessa vez, PROMETO (e não cumpro, hahaha, mas vou tentar). Ano passado não teve isso porque era inviável levar tudo pro shopping, mas agora com planejamento vai rolar.
Para quem não lia o blog e não conhecia o fã clube, ano passado nós fizemos uma sessão de “Relíquias da Morte – Parte 2” e foi sucesso ABSOLUTO, lotou e foi uma festa só (depois vou peguntar pro Gugui se ele ainda tem o vídeo da algazarra que tava lá dentro, hahaha). Pra ver como foi é só ler nesse post aqui!

Mais informações:
Página da Sessão: http://potterclubbh.blogspot.com.br/p/sessao-exclusiva-2013.html
Cia do Ponto: Av. Augusto de Lima, 555, Loja 64 (2º Andar) – Mis Shopping. De seg. a sex, das 10 às 18h.

Elton John – 40th Anniversary of the Rocket Man em Belo Horizonte

Em 29.03.2013   Arquivado em Música, Vídeos

Quando eu fui ao show do Elton John na Praça da Aponteose, dia 19 de janeiro 2009, voltei dizendo que foi o melhor show da minha vida, que nunca haveria nenhum melhor, que estava pra chegar um dia mais especial que aquele pra mim… Em 9 de março de 2013, quatro anos depois, paguei língua! Foi o dia em que assisti a ele de novo, mas na MINHA Belo Horizonte, e agora sim eu posso dizer “I never knew me a better time and I guess I never will”!


Dêem um joinha, crianças!

No vídeo aí em cima tem uma pequena mostra de como foi esse dia incrível, mas agora eu vou contar tintim por tintim… Nós chegamos ao Mineirão (depois de rodar toda a Pampulha porque minha mãe não sabe andar lá depois das reformas) por volta das 14h30 e fomos direto pra onde o ingresso nos mandava ir. Chegamos lá e não tinha ninguém então, ótimo, formamos a fila, né? Mas eu tava achando tudo estranho, tinha um povo que não parecia que tava indo pro show, ninguém sabia informar nada… Aí fomos confundidas com o povo do “Posso Ajudar?” e foi quando finalmente consegui ser informada que estávamos na entrada de carros, que a gente podia ficar lá mas que seria melhor se fossemos para um portão que seria exclusivo para as Cadeiras Premium, então fomos e chegando lá… NÃO TINHA NEM UMA ALMA VIVA NO LUGAR. Sério. Nenhuma mesmo! A gente não sabia se ia atrás de mais informações, se formava fila… No final decidimos esperar a Pati chegar (fui com ela e a Dani na Cadeira Premium C, minha mãe e o Renato foram na Arquibancada) e acabamos sentando na grama debaixo da sombra, porque tava um Sol de lascar. Quando deu 17h30, mais ou menos, o povo começou a formar uma fila e aí fomos atrás. Foi meio burrice nossa porque poderíamos ter sido as primeiras, mas não pegar uma insolação acabou sendo melhor…

Já na fila fizemos uma amizades, tomamos Coca Cola e às 18h EM PONTO o primeiro portão abriu, para entrar para a esplanada, já que o estádio mesmo só deveria abrir às 19h, o que não aconteceu. Demorou 30 minutos depois do horário pra liberar pr’a gente entrar, teve uma confusãozinha por causa da fila prioritária, mas rapidinho estávamos correndo que nem LOUCAS pra conseguir um lugar legal, e ficamos na segunda fileira de cadeiras, do lado esquerdo que era o que a gente queria (porque é onde o piano fica), lugar super ótimo!

Elton John: 40th Anniversary of the Rocket Man
Nós três na fila de fora.

Elton John: 40th Anniversary of the Rocket Man
A maior tietagem que já fiz na vida mereceu registro!!

Elton John: 40th Anniversary of the Rocket Man
Nossas pulseirinhas, já lá dentro.

E foi só depois de sentar que eu senti o choque… Eu nunca fui ao Mineirão porque não gosto de futebol, mas olhando ao meu redor eu já estava certa de que ele não era daquele jeito antes da reforma, e depois me confirmaram porque ele tá lindo demais, fora das proporções. Meu padrinho (que eu encontrei lá dentro) me disse que parece outro estádio, gente, tudo organizadinho, as arquibancadas bonitinhas, os banheiros absolutamente limpos, a parte interna impecável com poltronas e tudo mais. E isso tudo somado ao fato de que estávamos nas cadeiras Premium, logo em cima do campo, então na nossa frente, onde tava o povo de cadeira marcada, tinha muito gente vestida como se tivesse indo pr’uma festa, salto alto e tudo mais. Fora que ainda rolou distribuição de Cappuccino Três Corações, nossa, foram 2 horas de puro glamour, hahahaha.

Faltando 10 minutos as luzes apagaram e eu senti meu coração acelerar. Ás 22h em ponto, britanicamente no horário, o palco se iluminou e ele entrou. Ai, gente, e eu fiquei sem conseguir mexer nenhum músculo voluntário do meu corpo, mas de repente eu tava pulando e gritando tão loucamente que uma senhora que estava lá disse “Uau, você é fã MESMO, hein?”. Eu estava alucinada, não tem outra palavra pra descrever. Ele abriu com “The Bitch is Back” e quando acabou e começou a segunda música eu caí na real e no choro junto. Nossa, foi uma sensação mil vezes melhor do que no Rio, parecia que era a primeira vez que eu o via ao vivo, mas eu sabia ao mesmo tempo que estava tendo a segunda oportunidade incrível de ter ele no mesmo lugar que eu. Não sei explicar, só sei que a moça da minha frente me entregou o binóculo dela e aí que eu chorei mesmo, nem conseguia enxergar. E aí o show foi indo, a gente sentava nas músicas mais calmas, levantava nas mais animadas. E foi quando aconteceu…

Assim que eu ouvi ele tocar o “pã-pã-pã-pã” inicial de “Goodbye Yellow Brick Road” eu saí do lugarzinho da minha cadeira e fui pra grade na frente, porque eu precisava ver aquilo o mais perto possível que minha pulseira me permitia. Só que foi só chegar lá (e tirar uma foto) que precisei voltar: eu estava aos prantos. Tenho certeza de que, até hoje, aquela música ali foi o melhor momento da minha vida. E quando voltei a Dani me abraçou e eu num tava nem aí de não conseguir assistir nada, eu só queria ouvir aquilo e continuar chorando loucamente do jeito que eu tava. O pessoal ao nosso redor achou a coisa mais fofa da vida meu desespero emocionado, hahahaha. E aí foi só a música acabar pra eu sentar e já ter que levantar chorando de novo, porque em seguida foi “Rocket Man”. Sério, duas músicas-ícone d’uma vez é sacanagem.

Tiveram vários momentos lindos. Todo mundo em pé cantando “The One”, quietinhos e sem errar… “Skyline Pidgeon” que a moça que ficou nossa amiga na fila apareceu no telão chorando (e o botton que dei pra ela apareceu junto)… “Tiny Dancer” que é uma das minhas favoritas e que foi dedicada a todas as mulheres, em especial uma lá na frente que tava fazendo aniversário. Tudo lindo! Quando eu vi que tava chegando acabando eu falei pras meninas pra irmos pra grade quando acabasse “Crocodile Rock”, que eu sabia que era no final, mas durante a música o povo foi levantando e indo devagarzinho, então nós três demos as mãos, passamos na frente de todo mundo e ficamos grudadinhas na grade até o fim. E aí quando ele saiu e voltou pro Bis desejou a todos “happiness” e “love” e fechou o show com “Your Song”. Ai. Só de lembrar eu arrepio, incrível!

Elton John: 40th Anniversary of the Rocket Man
Tiny Dancer

Elton John: 40th Anniversary of the Rocket Man
Philadeiphia Freedom

Elton John: 40th Anniversary of the Rocket Man
Philadelphia Freedom

Elton John: 40th Anniversary of the Rocket Man
Goodbye Yellow Brick Road

Elton John: 40th Anniversary of the Rocket Man
Rocket Man

Elton John: 40th Anniversary of the Rocket Man
Crocodile Rock

Elton John: 40th Anniversary of the Rocket Man
Biz… E fim!!

Saímos de lá e fomos pro estacionamento, e eu praticamente arrastada, porque não queria ir embora nunca mais. Foram 2 horas e meia de show, sem atrasos ou interrupções, e um SHOWZÃO, do nível que só alguém como Elton John consegue fazer. A gente riu, a gente chorou, a gente dançou, a gente lembrou de pessoas durante a música, a gente se abraçou. E eu fiz isso tudo em escala máxima! Demoramos uma hora pra conseguir sair do estacionamento e, quando chegamos em casa, fomos direto dormir… Eu tava tão rouca que não tinha nem como conversar. Tivemos que esperar o dia seguinte pra compartilhar fotos (a câmera da Pati é incrível, as dela ficaram ótimas) e, aí sim, lembrar de como foi o melhor show de todos os tempos. E só vai ter outro melhor se eu puder vê-lo de novo (dessa vez em algum lugar bem absurdo… Tipo Londres!).

Zilda Cândida Grife

Em 15.10.2012   Arquivado em Moda

A milhões de anos-blogueiros (por eu tô responsável pra caramba com esse blog, né não), lááááá no sábado passado, eu fui na loja Zilda Cândida para o lançamento de verão de três das marcas que a loja vende. Para o evento em si eu fui fazer uma “cobertura” para o Angéliica, mas eu não podia deixar de contar aqui a história da loja que é LINDA demais.

Zilda Cândida

Zilda Cândida

Zilda Cândida

Uma das donas da loja, a Fernanda, colocou esse nome, “Zilda Cândida” em homenagem à avó dela, já falecida. A Zilda Cândida “original” sonhave em ver a Fer sendo costureira quando crescesse (fofa). Depois que a avó dela morreu ela fundou a grife, porém quem fazia as roupas teve que ir embora de Belo Horizonte. Sendo assim a loja foi buscando parcerias e hoje vende marcas como Caos, Strass e Skazi, cujas coleções de verão foram lançadas na loja no coquetel em questão. Mas elas disseram que querem lançar coisas próprias também em breve!!
A loja inaugurou dia 1º de junho e as meninas contaram que no dia CHOVEU MUITO e tava muito frio. Já no dia do coquetel fez um solzão enorme, a loja tava cheia de coisas (e blogueiras) lindas com direito a champanhe, refrigerante e docinhos (amo).

Zilda Cândida

Sobre o evento e as coleções em si eu postei lá no blog da Angel, mas PRECISO parabenizar a Fernanda e a Patrícia pela loja incrível e por serem mais incríveis ainda. As roupas lá são toooodas de extremo bom gosto, para todos os estilos, as araras arrumadinhas em um degradê de cores (Luly com TOC aprova!), e elas ainda têm acessórios, bolsas, capinhas para iPhone e até mesmo frasquinhos com o cherinho da loja que é uma delícia – todo mundo elogia então as meninas resolveram fazer esses “perfuminhos”. Gracinha demais.
Mas as duas, realmente, superam até mesmo a loja no quesito beleza e fofura. Elas receberam a gente no maior carinho, ajudaram a escolher roupas sem forçar nada, sabem direitinho o que fica bem em quem, deixaram as blogueiras montar looks e a Pat até emprestou o sapato dela pra fotos de uma delas. Merecem MUITO SUCESSO mesmo, e têm de tudo pra ter esse sucesso.
Aliás, isso se aplica também à Karina, do Moda Tag, que ajudou no coquetel e selecionou as 10 blogueiras presentes. Foi mega atenciosa, eu cheguei lá e ela foi direto me receber. Não é atoa que fiquei até o final (e ainda arrastei irmã e primas junto comigo), o papo tava muito bom.

Zilda Cândida

Zilda Cândida

Zilda Cândida

E agora “Look at Luly: Zilda Cândida”!! Hahahaha. Na verdade quando eu olhei para essa blusa de Londres já comecei a ter meus ataques de UK Fan, foi a primeira coisa que vi, foi olhar e amar, então depois de provar e decidir qual cor levar eu comprei sem nem pensar duas vezes, gente. E aí quando a ideia de tirar fotos com as roupas da loja surgiu e aproveitei para experimenta-la (e caí na besteira de usar esse shot de MeToo que ficou PERFEITO em mim, eu quero!!!!!).
E a Pat ainda me ajudou a escolher um cinto pra combinar e tals. Ficou a coisa mais bonitinha do mundo (e da-lhe meia-calça pra esconder a falta de pigmentação das pernas).

Zilda Cândida

Zilda Cândida

Para quem é de Belo Horizonte a loja fica na Av. Getúlio Vargas, 800A, Funcionários. Aproveitem para adicionar as meninas no Facebook e segui-la no Instagram: zildacandida2

Página 4 de 121 ...12345678... 12Próximo