Tag Literária: Escritores

Em 10.08.2016   Arquivado em Memes e Tags

A Poly me indicou essa Tag que, segundo ela mesma, veio pra me salvar em algum momento de agosto com isso de postar todo dia e eu é que não vou reclamar porque ela está certíssima! Essa é rapidinha, são cinco perguntinhas sobre autores!

Tag Literária Autores

01. O escritor que te iniciou no mundo da leitura: Eu não gostava de ler nada que não fossem revistinhas da Turma da Mônica até o dia que li J.K. Rowling pela primeira vez na vida em “Harry Potter e a Pedra Filosofal’. Depois daquilo aprendi a amar livros tanto, mas tanto, que passei um bom tempo tendo isso como hobby principal e hoje até os escrevo (que era algo que eu já amava de fazer antes de gostar de ler, diga-se de passagem).

02. Um escritor que te ganhou de volta e um que te perdeu para sempre: Eu era apaixonada pelo Pedro Bandeira na adolescência e depois de ler livros novos dele já adulta eu meio perdi o encanto, mas parei pra analisar as coisas pela ótica de que ele atende uma faixa etária específica e pra esse público é MUITO BACANA! E um que me perdeu no primeiro livro foi a Stephanie Meyer, sério, não dá!

03. Um escritor brasileiro e um estrangeiro: Eu gosto MUITO de Machado de Assis, mesmo que as histórias dele sejam “arcaicas” perto do que tenho gostado ultimamente mas, né, não dá pra julgar o ontem com os olhos de hoje, continuo gostando mesmo assim. Já de gringo vou escolher Jane Austen que é uma linda com suas duplas de irmãs. E adicionando uma nova categoria de “estrangeiro, porém de língua portuguesa”: Luís de Camões, meu poeta favorito!

04. Um escritor “zona de conforto”: Aquele ser humano maravilhoso que atende pelo nome de R.J. Palacio. Ela está dentro da zona de conforto pra mim até fora das páginas, as ideias e ações dessa mulher me dão vontade de ser exatamente igual quando crescer!

05. Um escritor que você traria de volta dos mortos: Com certeza J.R.R. Tolkien! Eu acho a escrita dele bem “chata”, pra falar verdade, mas não tem como negar que o homem era genial! As histórias são incríveis, ele reinventou a jornada do herói e resgatou toda uma mitologia sem a qual acho que não teríamos o cenário da literatura fantástica que temos hoje. Tenho muita dificuldade para terminar os livros dele, mas gosto de todos!

Indicadas: Renatinha e , que também tão enfrentando o BEDA, Mari, que tá mega empolgada com o blog e Beca, que devia voltar com o dela!

BEDA2016

Garoto Encontra Garoto

Em 09.08.2016   Arquivado em Leitura

Garoto Encontra Garoto

Garoto Encontra Garoto (Boy Meets Boy) *****
Autor: David Levithan
Gênero: Jovem Adulto, LGBT
Ano: 2014
Número de páginas: 240p.
Editora: Galera Record
Sinopse: “Nesta mais que uma comédia romântica, Paul estuda em uma escola nada convencional. Líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile é uma quarterback drag-queen, e a aliança entre gays e héteros ajudou os garotos héteros a aprenderem a dançar. Paul conhece Noah, o cara dos seus sonhos, mas estraga tudo de forma espetacular. E agora precisa vencer alguns desafios antes de reconquistá-lo: ajudar seu melhor amigo a lidar com os pais ultrarreligiosos que desaprovam sua orientação sexual, lidar com o fato de a sua melhor amiga estar namorando o maior babaca da escola… E, enfim, acreditar no amor o bastante para recuperar Noah!” (fonte)

Comentários: Vamos parar agora e imaginar a cidade dos sonhos, onde muitas vezes nem é preciso “sair do armário” para a família, pois eles já sabem quem você é e aceitam isso. Onde a quarterback do time da escola é uma trans diva que consegue jogar sem quebrar as unhas e ainda ser rainha do baile no fim do ano. Onde quem é condenada é a família religiosa que não aceita o fato de que seu filho é gay, e não o contrário. Pois bem, é nessa cidade que nosso protagonista, Paul, vive ao lado de seus pais, irmão e, claro, o ex namorado Kyle, que apesar de não ter decidido sobre sua sexualidade ainda persegue o garoto pela escola. E numa noite saindo com seus melhores amigos, Tony e Joni, é que Paul conhece Noah, por quem se apaixonada imediatamente. As coisas estavam indo muito bem e muito lindas até que ele consegue estragar completamente esse novo relacionamento e tem que dar um jeito de reverter essa mancada ao mesmo tempo em que lida com a falta de aceitação que Tony tem dentro de casa, o novo namorado (muito) babaca de Joni e suas responsabilidades dentro desse colégio tão diferente.

Toda essa história soou um pouco clichê ao ouvido de vocês agora? Sim, eu sei que sim, mas a grande sacada desse livro é que nele David Levithan conseguiu criar uma comédia romântica com os mesmo elementos de todas as outras, porém completamente diferente. As personagens estão inseridas nesse mundo ideal batalhando para torná-lo cada vez melhor, mas ainda assim existe um peso enorme nas costas deles por estar se descobrindo e se abrindo pro mundo. Nosso protagonista vive seu dilema amoroso e precisa correr atrás do rapaz que provocou nele uma paixão tão avassaladora, o que gera o clímax do livro, mas nem de longe esse é o ponto mais importante da sua vida naquele momento porque, assim como todos nós, existem várias coisas para superar ao mesmo tempo e tantas outras com as quais ele não pode lutar contra, apenas tentar torná-las, no mínimo, aceitável. É aquela leitura que aborda temas da vida real de forma leve, você termina tudo rapidinho, e mesmo que o objetivo seja causar risadas o autor trás isso de forma EXTREMAMENTE sensível, quase poética, fica impossível não chorar de emoção em certos momentos. Não achei uma obra de arte para mudar a minha vida, mas cumpre maravilhosamente sua função como entretenimento e, ao mesmo tempo, nos trás algo a se pensar, seja durante o enredo ou depois de terminar.

E eu não posso deixar de falar do conto de dia dos namorados que temos ao final do livro onde Infinite Darlene, a jogadora de futebol americano transsexual da história, tem seu momento de protagonismo. Engraçado porque o livro acaba meio de repente e aí vem esse “curta” maravilhoso depois, onde a personagem está em um encontro que quebra vários tabus e mostra que o que importa, o que vale a pena sentir, é o que nos somos lá no fundo. Se você ainda não havia se emocionado com Paul e sua turma esse é o momento, porque Darlene faz a gente sonhar mais ainda com um mundo inteiro baseado nessa cidade maravilhosa, onde orientação sexual e identidade tgênero são o que menos importa perto do universo particular que existe dentro de cada um de nós.

Garoto Encontra Garoto

BEDA2016

The Sims 4: A vida de Joanne Kathleen!

Em 08.08.2016   Arquivado em Games, Vídeos

Depois dos primeiros eu acabei decidindo que não vou postar aqui no blog meus vídeo da série A Pior Gamer da Galáxia (mas dá pra assistir tudo nessa playlist aqui), que vai ficar sendo algo “exclusivo” do canal ou sei lá, simplesmente senti que tinha que ser desse jeito. Mas ainda assim não quero deixar de apresentar a minha nova série que eu tava doida pra começar: a vida de Joanne Kathleen no The Sims 4! Desde que decidi gravar gameplays do jogo, muito antes de comprá-lo numa promoção lindinha, eu resolvi fazer essa “homenagem” à J.K. Rowling transformando nossa personagem principal numa escritora de sucesso, assim como essa mulher maravilhosa que inspirou ela! Ao mesmo tempo ela vai construir uma família e ir melhorando de vida, e vamos ver no que vai dar. Esse primeiro episódio foi só a criação e a construção da casa, tudo bem simplezinho, mas acho que uma vez por mês, pelo menos, vou conseguir ir jogando e a gente vai descobrir o que vai acontecer!

O vídeo original tinha ficado GIGANTESCO, até pensei em dividir em dois, mas no fim das contas deu pra editar legal e não ficar cansativo. O único problema é que eu vacilei demais na hora de gravar a captura de tela do computador e foi com essa qualidade péssima, já descobri como corrigir isso nas próximas, felizmente. Outra coisa foi que o áudio do final ficou COMPLETAMENTE LOUCO em relação à facecam, mas como foi só um pouquinho e ainda tá acompanhando a imagem do jogo em si tá perdoado!

BEDA2016

Links da Semana #01

Em 07.08.2016   Arquivado em Blog

Eu tenho uma eterna relação de amor e ódio com isso de links da semana… Antes eu detestava terminantemente, aí no BEDA do ano passado tava tão viciada em ler posts e tanta gente fez que eu passei a amar. Nos últimos tempos voltei a não gostar tanto, mas estou aqui querendo superar isso e vou fazer nesse agosto tumultuado pra mostrar o que achei de legal pela blogosfera nos últimos dias. Então vamos lá pro que teve de bom entre 31 de julho e 6 de agosto!

Links da Semana #01

Indicação: Boa Forma – 30 dias, por Coisinhas Aleatórias: Ok, já comecei errada, na verdade esse link eu li no final da semana passada, mas gostei TANTO da dica que precisei passar adiante. A Mariana indicou esse aplicativo que é ótimo pra galera que, como eu, precisa largar o sedentarismo de lado e começar uma rotina de exercícios básicos. Eu ainda não testei porque preciso comprar um cartão de memória novo pro celular (o meu não tá cabendo nada), mas farei isso esse mês e aí tento começar, meu desempenho físico já tá pegando mal.

Motivos para assistir “A Lenda de Tarzan”, por Lizpector: Esse é o filme que tô mais curiosa pra ver esse mês porque 01) amo a Animação da Disney e 02) tem Samuel L. Jackson, meu Mestre, mas aí li o post da Liz e ela me deu, além desses, outros 7 motivos pra sair correndo e assistir ao filme já! Juro que farei isso assim que possível, aí conto tudo pra vocês!

Helen Ahpornsiri, por Vinte e Três: A Maryangela mostrou o trabalho dessa britânica maravilhosa que faz sua arte usando as folhas nada mais, nada menos, do que as folhas das suas samambaias! Sério, parece que não vai dar muito certo, mas é só olhar as ilustrações que você se apaixona, que ideia apaixonante!

BEDA2016

6 on 6 Agosto: Fim de Semana Mágico!

Em 06.08.2016   Arquivado em Fotos, Harry Potter

Esse fim de semana foi absolutamente surreal para o Potter Club BH, num nível que merece ser meu tema particular do 6 on 6 esse mês, preciso mostrar um pouquinho das coisas maravilhosas que aconteceram, mesmo que com fotos ruins de celular (mas tem umas profissas lá na nossa fanpage!). No sábado saiu uma reportagem super bacana no Jornal Hoje em Dia que foi capa do caderno de cultura, onde eu e os meninos falamos justamente das comemorações que teríamos nesse 31 de julho, aniversário da J.K. Rowling. Mais tarde mediamos o evento de lançamento mundial de “Harry Potter and the Cursed Child”, o livro contendo o roteiro da peça de mesmo nome, onde fizemos várias atividades para a galera conseguir esperar até a contagem regressiva e abertura das caixas à meia noite. No domingo comemoramos oficialmente em ALTÍSSIMO estilo com a festa “Lumos Maxima – Harry B-day”, que misturava HP com a temática neon que está mega em alta, e todo mundo pôde “dançar como hipogrifos” até de madrugada. Pra fechar brilhantemente na segunda feira foi ao ar no Balanço Geral da Record uma matéria sobre o lançamento do livro que foi gravada no evento do dia 30, e além de cenas da galera se divertindo eu e o Gil falamos um pouco de como a gente tava se sentindo. Gente, eu já tinha visto minha cara tanto no jornal quanto na tv antes, mas dessa vez foi muito louco uma coisa em cima da outra e tudo de uma vez, hahaha! Enfim, não deixem de ler/assistir nos links que deixei aí e vamos pras fotos!

6 on 6 Julho
6 on 6 Julho
6 on 6 Julho
6 on 6 Julho
6 on 6 Julho
6 on 6 Julho

01. Quero abrir com chave de ouro com essa foto do momento em que a caixa com os primeiros livros foi colocada na nossa frente. Tava ali, gente, do meu ladinho, e quando fui tirar essa foto olhei pra galera lá atrás e tava todo mundo fazendo o mesmo, igualmente emocionado. Ai, que lindeza;
02. E, claro, uma da caixa já aberta! Fala sério, pelamor, eles não são LINDOS? Dava vontade era de abraçar! Eu nunca tinha participado de um lançamento de um livro de HP antes, então foi minha estreia e o melhor: em cima do palco vendo de pertíssimo.
03. E vamos pra decoração da festa porque é a parte boa! No teto do deck nossas tradicionais velas flutuantes pra deixar todo mundo se sentindo em Hogwarts (um grupo de atletas ingleses que tava hospedado do lado até passou pela porta e viu, gente, eles ficaram MALUCOS, acharam incrível)…
04. … o banner do Potter Club LINDÃO e iluminado pra galera tirar fotos…
05. … cartas voadoras e balões neon no palco em volta da edição de “Cursed Child” que nós sorteamos lá. O vencedor já tinha ido embora, então acabou que quem levou pra casa foi o primeiro lugar do concurso de cosplay!
06. E por que sempre temos que usar aranhas, não é mesmo? Por que não podemos usar borboletas?

Agora não deixem de conferir os posts dos outros participantes do projeto: Cris, Igor, Lucas, Maíra e Renatinha!

BEDA2016

Página 5 de 131 ...123456789... 13Próximo