Hogsmeeting 2017 – Ano 3

Em 18.04.2017   Arquivado em Harry Potter, Vídeos

Pra alguns o melhor dia do ano é o aniversário, pra outros aquele feriado específico que é o único momento onde a família toda se reúne… O meu favorito, porém, é o Hogsmeeting, o Encontro Mineiro Entre Fãs de Harry Potter organizado pelo Potter Club BH, cuja terceira edição aconteceu no domingo passado, dia 9 de abril. Como sempre os planejamentos e venda de ingressos estão rolando desde o final do ano passado e, gente, HAJA problema nessa edição, viu? Tudo o que tinha pra dar errado antes realmente deu, cada novo acontecimento a gente pensava “Agora não dá pra piorar”, até que ia lá e piorava… E aí que ver isso tudo acontecendo e no final o evento ser mais um big sucesso onde todo mundo ficou mega feliz e satisfeito, nossa, tornou esse momento ainda mais mágico, se é que é possível! Eu já mostrei aqui o look que usei no dia (com minha blusa favorita da Cia do Ponto), agora é hora de contar e mostrar tudo!

Como é de costume cada edição segue a temática da história correspondente, então esse girou em torno do insuperável (e meu eterno favorito) “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban“! O antigo cartaz de “Procurado” do Sirius que a gente levava pro pessoal tirar foto foi substituído por um Geofiltro no SnapChat, era a coisa mais linda do mundo ir passando a tela e achar nossa opção entre todas as outras. Dementadores e cabeças “falantes” faziam parte da decoração da entrada, o quiz era específico do livro/filme, rolou passeio pelo Noitebus Andante no palco (também conhecido como “dança das cadeiras”, hehehe) e a presença dos Marotos na hora do jogo “Quem Sou Eu?”, tinha sala da Sibila pra receber (péssimas) previsões e uma abertura que nunca tivemos antes com o Coral de Hogwarts! Sim, nós tivemos um grupo de participantes muito queridos que abriram a tarde dublando a música “Double Trouble” no palco! Com sapinhos nas mãos e tudo, todos uniformizados de acordo com suas próprias Casas, ficou uma lindeza mesmo a gente tendo feito só um ensaio, os meninos arrasaram demais… Além disso o kit VIP vinha todo temático do Mapa do Maroto, os cadernos que fiz pro sorteio na Campanha do Agasalho eram da Cerveja Amanteigada (vendi uns lindos do Mapa também!), até a vencedora do concurso de “Cospobre” entrou no clima vestida de Salgueiro Lutador, e ficou absolutamente genial! Nos cosplays saiu um pouco pra entrar no clima de “Animais Fantásticos”: quem faturou o primeiro lugar foi uma versão extremamente fiel da Seraphina Pickery, presidenta da MACUSA no filme, linda demais também!

A atração desse ano que foi bater um papo com a galera no palco e tirar bastante foto com todo mundo antes e depois foi o PotterTuber Renie Santos, do canal O Expresso de Hogwarts. É tão legal ver o pessoal feliz de estar conhecendo ao vivo alguém que admira pela telinha, muita gente levou até presentes e rolaram muitas perguntas na hora da palestra, todo mundo adorou e ele idem! Mais uma vez o Hogsmeeting foi um dia que trouxe 100% de satisfação, seja pro público, pros estandes que venderam bastante, pro próprio Renie e, claro, pra gente que tava organizando, já que no final abraços de agradecimento não faltaram, e eu chorando de emoção pelos cantos ao ver todo mundo adorando idem, como sempre… Depois fiz até um textinho emocionado no Instagram dizendo que enquanto uns preferem a criadora e outros a “criatura”, eu prefiro esses uns e outros que entram na nossa vida através do fã clube a cada ano e tornam o que eram bom ainda melhor!

Hogsmeeting 2017
Um pouquinho da nossa decoração da entrada: o painel para tirar fotos!

Hogsmeeting 2017
Lulynha regendo o Coral de Hogwarts (ou, no caso, só filmando mesmo).

Hogsmeeting 2017
Uma visão geral da plateia

Hogsmeeting 2017
No palco registrando tudo

Hogsmeeting 2017
Carol, nossa Sibila!

Hogsmeeting 2017
Bate-papo com Renie Santos

Hogsmeeting 2017
Renie com a galera

Hogsmeeting 2017
Participantes do Concurso de Cospobre

Hogsmeeting 2017
Participantes do Concurso de Cosplay

Hogsmeeting 2017
Vencedora do concurso de cosplay (sim, a gente tinha até o painel de cinema da MACUSA lá, eita eventão!)

Hogsmeeting 2017
No palco com Gil fazendo os sorteios

Hogsmeeting 2017
Vencedor do principal sorteio: foto autografada pela Evanna Lynch

Hogsmeeting 2017
Aquela tradicional “escadinha humana” do convidado com a “presidência” do fã clube!

Algumas fotos foram tiradas por mim, mas a maioria delas é registro do (querido) Ramon Correa. Essas e muitas outras estão no álbum do evento no Facebook!

E agora que passou é contar os dias pra nossa última sessão de cinema, onde vamos reexibir “Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1” e, claro, pra próxima edição que será mais especial que nunca com a realização de um sonho, Hogsmeeting – Ano 4: O Baile de Inverno!

Conheça o Potter Club BH

Site oficial: http://potterclubbh.com/
Redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram | Flickr | SnapChat
Posts sobre as outras edições: Ano 01 (2015) | Ano 02 (2016)

Lookbook: Mischief Managed!

Em 14.04.2017   Arquivado em Harry Potter, Moda

Esse fim de semana foi o meu dia favorito todos no ano: o Hogsmeeting – Ano 3! Pra quem não conhece, é um evento anual promovido pelo Potter Club BH, do qual eu sou vice presidente, e é uma tarde muito divertida onde o povo conhece outros fãs, faz suas comprinhas, ri bastante e concorre a vários brindes lindos! Nessa edição de 2017 o tema foi o livro (e filme) “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban”, que por sinal é meu favorito, uma parte da história tão gostosa que não tinha como o dia ser diferente, foi INCRÍVEL! Claro que eu vou contar com todos os detalhes em um post bem completinho, mas por enquanto ficaremos com o look que usei (e amei!).

Ano passado eu tava numa correria tão grande por causa do VEDA que acabei não fotografando a roupa que vesti, o que foi ótimo porque dessa vez ficou mais bonita mesmo usando a mesma blusa, aí valeu mais a pena! Quem fez essa baby look do evento com as cores da Grifinória foi, como sempre, a Cia do Ponto, eles tinham dela pra vender em outras cores, mas bordô com dourada é exclusiva pra mim! Aí eu já tava planejando ir de salto, que eu quase nunca uso, porque queria estar bonitinha no meu próprio evento, e na semana antes minha mãe me deu essa calça que ficou perfeita: ela é tipo uma legging, super molinha e confortável, mas simula uma roupa social, com uns relevos florais que as fotos infelizmente não conseguem mostrar… Não sei o nome disso mas achei elegantinho e casual ao mesmo tempo!

Descrição das peças no Lookbook!

A cara antipática meio de bunda da última foto é culpa da correria de colocar a câmera no timer e sair desesperada pra inventar alguma pose estranha em apenas dez segundos, portanto me desculpem por ela, do fundo do coração! O batom é meu amado Mrs. Mia Wallace da Urban Decay que eu sempre uso em momentos comemorativos assim porque é lindão do meu coração!

Tô terminando de selecionar as fotos do Hogsmeeting e o vídeo tá pronto, então o post completo sobre o evento sai nos próximos dias, mas já adianto que foi INCRÍVEL, como não poderia ser diferente!

Linha “Harry Potter” da Funko Rock Candy

Em 28.03.2017   Arquivado em Dolls, Harry Potter

ABAIXA QUE É TIRO! E dessa vez é “um tiro certo em meu coração”, porque a Funko não conhece o significado da palavra “limites” e acabou de anunciar mais um lançamento para se juntar aos 300 mil bonecos de Harry Potter que eles já têm na vida, mas dessa vez na linha Rock Candy! Pra quem não conhece, são figuras super fofinhas bem mais proporcionais que as “tradicionais” da marca, mas ainda assim cabeçudas porque a gente gosta, que medem pouco mais de 12 cm e respeitam as características de cada personagem, o que as torna mais desejável ainda! (Lembra que eu falei das Barbies que eles adaptaram nesse estilo nesse post aqui?)

A linha da Funko Rock Candy está expandindo para o mundo mágico! Colecione Harry Potter e sua coruja de estimação Edwiges, junto com seus amigos Hermione Granger, Rony Weasley e Luna Lovegood! Você também pode colecionar a serva mais leal de Lord Voldemort Bellatrix Lestrange! Essas figuras de 5 polegadas estão chegando nessa primavera (n/a: no Brasil, outono) Colecione todos!! (traduzido do site)

Linha Harry Potter da Funko Rock Candy
Imagens do blog oficial da Funko.

OLHA QUE COISA MAIS LINDA, GENTE! Sério, esses “Rock Candy” conseguem balançar meu coração mais ainda do que os outros da Funko, é um primor de detalhes que até dói! O lançamento já vai acontecer em maio e lá na gringa os bonecos dessa linha acabam saindo mais ou menos U$9,90 cada, então agora é sentar e esperar pra ver quanto a galera vai cobrar pra trazer aqui pras terras tupiniquins… Eu achei absolutamente todos lindos, até a Bellatrix que é o ser fictício que mais odeio no planeta, porém o Rony e a Mione já tô querendo muito porque são meus personagens e casal favoritos da vida, tenho duas versão deles em vinil da marca aqui em casa, não custa mais uma, hahahaha!

Linha Harry Potter da Funko Rock Candy

Mentira, custa sim, porque tô pobre, mas querer é de graça não é não? Olha que duas delicinhas mais lindas! Não entendi o motivo de tirarem as sardas dele pra colocar nela, mas não tem problema, não, são apaixonantes ainda assim! E dá pra ficar mais minucioso ainda, vejam as outras duas:

Linha Harry Potter da Funko Rock Candy

Com direito a O Pasquim em uma e unhonas pintadas na outra, de babar, né? E pra quem gosta de HP e quer surtar com a coleção COMPLETA deles do tema senta, respira fundo e dá uma olhadinha no site oficial pra que a gente possa pirar juntos… E o negócio não para, vivem saindo listas de especulações e elas sempre se tornam realidade, tem boneco, chaveiro, caneta… Não sei se isso é bom ou se é péssimo porque são sempre muito incríveis!

LISTENING TO: Laura d’Ávila

Em 24.03.2017   Arquivado em Música

Ressuscitando a tag “Listening To”, onde posto sobre bandas/artistas que gosto, por um motivo muito especial: temos prima xodó (en)cantando por aí, então preparem-se para se apaixonar…

Ela nasceu em Barcelona, mas aos 6 meses de vida veio para o Brasil se juntar ao resto da família como nossa (então) caçulinha, e dois anos depois no natal já estava com um microfone na mão se “apresentando” como atração da noite! Foi com essa idade também que Laura d’Ávila, hoje com 14, começou o ballet, e o amor pela dança a acompanha até hoje: já foi protagonista em “O Mágico de Oz” na escola onde dançava, passou três vezes pela prova da Royal Academy of Dance e faz dança folclórica desde os seis anos no grupo Sarandeiros! E como se não bastasse tudo isso essa pequena dançarina também canta (e encanta).

Laura d'Ávila

“Cantar pra mim é uma dança da voz, você mexe o corpo, você tenta passar tudo o que você tá sentindo!” (fonte)

A influência veio da mãe, que já cantou profissionalmente, e foi a grande inspiração para ela. No início era só uma diversão, até que por volta de um ano e meio atrás começaram as aulas de canto, e foi quando a coisa começou a ficar séria, virou paixão e ela viu que podia levar isso pra vida! Depois de gravar alguns vídeos e se apresentar em recitais do colégio, ela teve a chance de estar nos palcos da segunda temporada do “The Voice Kids”, programa que é hoje uma das maiores audiências do país, e entrou no time dos também mineiros Victor e Leo no último dia de audições com a música “Erva Venenosa” da Rita Lee, uma das suas favoritas!

Laura d'Ávila

Suas maiores ídolas são Ivete Sangalo, Maria Gadú, Beyoncé e Ariana Grande, ela até cantou “One More Time” na fase das batalhas do programa. A Laura é super eclética, escuta de tudo, mas sua paixão mesmo é pop rock, o que dá pra ver claramente nos covers que ela já fez e estão pela internet afora. Agora que saiu do TVK ela começou também a fazer aula de teatro, então pelo visto o céu vai ser o limite pros dotes artísticos da garota! De vez em quando ela dá uma palinha soltando a voz em lives do Instagram e até participou do último “Encanta Kids” em BH, mas a ideia mesmo é começar um canal do YouTube, que vai sair em breve…

Laura d'Ávila

Música Favorita:

Tem outras músicas que eu adoro ouvir a “versão” da Laura, principalmente “The Climb” da Miley Cyrus, mas nunca nenhuma grudou tanto na minha cabeça quanto “Erva Venenosa”! Ficou uma delícia a maneira como ela foi “conversando” com a letra, aí abaixo tem uma prévia e dá pra ver a apresentação completa aqui!

Mais Informações:

Vocês podem acompanhar a tragetória dela no programa através do perfil de Artista no Gshow e ir além dela nas redes sociais como fanpage no Facebook, YouTube, Instagram e Twitter. As fotos usadas nesse post foram tiradas pelo Lucas Furtado Guedes.

A Bela e a Fera

Em 18.03.2017   Arquivado em Disney, Filmes

A Bela e a Fera, via Filmow

A Bela e a Fera (Beauty and the Beast) *****
Elenco: Emma Watson, Dan Stevens, Ewan McGregor, Ian McKellen, Emma Thompson, Luke Evans, Josh Gad, Gugu Mbatha-Raw, Kevin Kline, Nathan Mack, Audra McDonald, Hattie Morahan, Gerard Horan
Direção: Bill Condon
Gênero: Fantasia
Duração: 129 min
Ano: 2017
Classificação: Livre
Sinopse: “Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela (Emma Watson) tem o pai capturado pela Fera (Dan Stevens) e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade dele. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é, na verdade, um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.” (fonte – sinopse e pôster)

Comentários: A história todo mundo conhece, né? Bela é uma menina à frente do seu tempo, sonhadora, que gosta de ler e deseja o tempo todo poder se aventurar além das fronteiras da pequena vila onde vive com seu pai, que assim como ela é um cara diferente, um inventor inovador. Ela vive se esquivando das investidas de Gaston, o machão bonitão da região, que quer se casar com ela apenas por ser a garota mais bonita do lugar e se “fazer de difícil”, mas no fundo os dois não têm nada em comum… Um dia, indo à feira de inventores, o pai da garota dá de cara com um castelo encantado e, ao tentar pegar uma rosa que prometeu levar a ela quando voltasse, acaba sendo aprisionada pelo dono do lugar, uma fera grotesca que um dia já foi um príncipe MUITO desagradável e que sofreu essa transformação justamente por causa disso. Junto com ele moram ali os antigos funcionários do local transformados em objetos animados, e a única maneira que reverter esse feitiço é que a improvável situação onde o príncipe se apaixona e é correspondido de verdade se torne realidade. Bela, para salvar o pai, troca de lugar com ele e passa a ser não só prisioneira do local como a grande esperança de todos, já que o tempo que teriam para quebrar essa maldição está se esgotando…

Aos fãs fervorosos da animação da Disney de 1991, fica aqui o meu recado: vocês não têm NADA do que reclamar! A versão live action que saiu essa semana é uma homenagem perfeita e impecável a ele, usando até mesmo as mesmas falas do original e, claro, as mesmas músicas com as mesmas “coreografias”, porém com elementos mais realistas e algumas coisinhas a mais que vêm para complementar e até mesmo explicar certos pontos que deixavam todo mundo procurando soluções nessas últimas duas décadas como, por exemplo, por que os moradores da aldeia sequer sabiam que o príncipe existia, o que aconteceu com a feiticeira do início da história, etc… Uma coisa positiva sobre a Bela é que ela, ao contrário das outras princesas até então, não é a donzela que espera pacientemente ser salva, seja pelo príncipe ou por seus amigos: se dispõe a ficar no lugar do pai, peita a fera, foge, se recusa a abaixar a cabeça e antes mesmo de ser presa já fazia o mesmo com as pessoas que tanto falam mal dela no vilarejo e com Gaston. E aí eu sempre corro o risco de ser apedrejada ao dizer isso, mas acho a Emma Watson uma atriz beeeem mais ou menos, até fui de coração aberto para me impressionar com essa performance diante dos milhares de elogios que vi, mas não aconteceu… Nada de especial, só não foi frustrante porque tô acostumada a não gostar da atuação dela, mas para ser justa tem também o fato de que a personagem não foi tão trabalhada, é exatamente a mesma da década de 90, sem nenhuma adição legal de personalidade. Não sou de desvalorizar um filme comparando ao outro, mas é quase impossível não fazer depois depois de ter me maravilhado com Cinderela, onde eles não só trouxeram uma força INCRÍVEL pra protagonista (sem deixar de lado a meiguice) como para o relacionamento dela, o que também não rolou nesse caso, o romance se desenvolve daquele jeito de sempre, em uma semana eles vão do ódio ao amor e é isso aí, já estamos acostumados. A verdade é que para mim essa fidelidade exagerada à animação atrapalhou um pouco o andamento, até a metade achei que ficou completamente sem ritmo, felizmente melhorou depois, senão seria uma decepção enorme… Por outro lado fico me perguntando se alterações nesse sentido acabariam causando incômodo e é bem provável que sim, a verdade é que ele cumpre seu papel, então mesmo que tenha achado meio arrastado não vejo como um problema (mesmo porque tinha um grupão assistindo comigo e mais ninguém sentiu isso).

A escolha do resto do elenco foi absolutamente espetacular. “Moulin Rouge” é meu filme não-animação favorito e ainda assim eu acho o Ewan McGregor cantando nele péssimo, mas prometo nunca mais reclamar disso porque ele está BRILHANDO como Lumiére, se destacou entre os demais, e isso não é pouca coisa quando se tem Emma Tompson sendo maravilhosa e Ian McKellen idem ao lado, né? Dá vontade de ter todos eles como utensílios aqui de casa! Mas o principal mesmo, o que ganhou o filme, foi o Gaston de Luke Evans que está SEN-SA-CI-O-NAL, assim dividindo sílabas para dar intensidade real à coisa! Ele simplesmente rouba a cena, pegou um vilão meia boca e transformou numa crítica severa ao machismo que representa e, quando você para e analisa a história, é o real problema ali… Não só na imagem do brutamontes que usa seu status de macho alfa para conseguir o que quer, mas até mesmo para justificar por que a Bela se sente tão deslocada em uma cena maravilhosa onde ela é repreendida por ensinar uma garotinha a ler e vê uma de suas invenções sendo rebaixada, como também para explicar por que o príncipe/fera é a pessoa horrível que se tornou com o tempo, sendo privado de sentimentalismo por ser julgado “coisa de menina”. Eu sempre sou do “lado do bem”, mas não posso deixar de ressaltar a intensidade que o cara malvado teve e como isso é positivo para essa nova era da Disney que mostra para as garotas que elas podem ter tanto força quanto os garotos, e que continue assim! Outro personagem que foi extremamente bem trabalhado foi o LeFou, que deixou de ser o mero admirador babaca que quer ser (e ter?) seu amigo fortão para ir se desenvolvendo gradualmente, a libertação dele torna a apologia de seu nome ao termo “fool” quase desnecessária. E que bacana poder ver uma empresa que teve uma de suas atrizes de apenas 5 anos de idade passando pelo horror de ser ameaçada de morte nas redes sociais pela simples menção de personagens homossexuais em sua série colocar um gay no seu novo sucesso de bilheterias, né? Vi muitas reclamações sobre essa visão estereotipada e cômica que ele trás, mas discordo totalmente, acho que foi quem mais cresceu tanto sozinho nessa nova versão quanto se comparado ao “original”!

No mais, lágrimas e suspiros não faltaram! O visual é lindo demais, tem toda a sua magia mas também dá pra “acreditar” naquilo que você está vendo, rolou representatividade sem tirar a fidelidade… As versão das músicas ficaram ótimas, tanto nas novas vozes, que foram quase todas ótimas, como na aparência, a cena de “Be Our Guest” é INCRÍVEL e de “Beauty and the Beat” idem, claro, já que é o ponto alto do enredo. Chorei do início ao fim não só pela nostalgia, mas também pelos novos elementos que foram adicionados, como músicas da versão da Broadway e pequenos personagens que tornaram tudo ainda mais interessante. Tenho lá minhas críticas, sim, mas é o que eu disse, o objetivo do longa foi cumprido, então corram pro cinema porque tá maravilhoso!

Trailer:

Página 3 de 1911234567... 191Próximo