O Diabo Veste Prada

Em 29.12.2008   Arquivado em Filmes, Leitura

Música para ouvir enquanto lê esse post: Vogue – Madonna, hehehe… (tô amaaaaando isso!! Ainda escolhi um vídeo que é o cartaz do filme!!)

* * Em 2006 eu era uma inocente garotinha de 15/16 anos que sentia a maior emoção do mundo em ganhar uma Melissa da HK, que nem sabia direito o que era Victoria’s Secret, era um desastre passando lápis de olho e que acordava todo dia beeem mais cedo pra tentar dar uma maquiada-leve e tosca no rosto (nada que não tenha melhorado ao longo do ano passado). Mas mesmo assim, eu tava entrando no mundo real, saindo da minha fase-brega, fazendo a sombrancelha e escovando o cabelo sozinha… Um belo dia, ouvir falar de um livro que me parecia incrível: “O Diabo Veste Prada”. Livro que tava virando filme!! Desde então ele entrou na minha lista de Amigo Oculto da família… Ãhn, em um ano eu ganhei uma WebCam, no outro eu ganhei um dvd do Elton John e esse ano idem!! Mas minha mãe resolveu arriscar e, mesmo não sabendo o que meu Amigo Oculto me daria, comprou.
O filme a já tinha assistido duas vezes, e adorei. Terminei de ler o livro ontem e AMEI!! Os dois têm algumas diferenças, lógico, mas é porque esse tipo de adaptação dá pra ser uma “adaptação meeesmo”, já que mais gente assiste do que lê. Então vim aqui falar sobre eles (leia-se: copiar Sinopses e dar uma opinada pequena) e recomenda-los!!

* O Diabo Veste Prada – livro:
– Autora: Lauren Weisberger
– Sinospe: “Andrea Sachs sai da faculdade e consegue um emprego cobiçado pela maioria das garotas: será assistente da poderosa editora Miranda Priestly, da revista Runaway. Mas a mulher é um verdadeiro demônio. Além de fazer toda a sociedade nova-iorquina temê-la por seu poder de erguer ou destruir uma carreira, transforma a vida dos seus subordinados em um verdadeiro inferno, exigindo as tarefas mais absurdas 24 horas por dia.
Lauren Weisberger, autora de O Diabo Veste Prada, teve uma carreira bem parecida. Ao sair da universidade, foi trabalhar como assistente de Anna Wintour, lendária editora da Vogue americana. Uma experiência difícil e marcante, que Lauren exorciza neste romance de estréia, no qual descreve as piores e mais divertidas de sua passagem por aquela revista.
– retirada da capa do livro.
– Comentários: Como eu assisti o filme antes, já tava mais ou menos familiarizada. Andrea é bonita e inteligente, tem um namorado fofo e inteligente (que, no livro, chama ALEX) e quer ter um emprego bom e inteligente. Vai pra revista Runaway, onde tem que encarar a chefona-mor-de-todos-os-tempos: MIRANDA!! Que é uma mulher rica, poderosa e, por que não, inteligente!! Mas que usa essas característicsa pra poder pisotear em todos ao longo de sua vida, é arrogante e não tem nem amigos para ser feliz!!
Andrea se torna uma mini-Miranda, perde o namorado, quase perde a melhor amiga, quase perde a inteligência!! Mas pouco antes decompletar 1 sofrido e longo ano como assistente do própio demônio resolve mandar ela se fuder pro espaço e volta ao normal, com seus 5 quilos a mais e estress de menos!!
As vezes gente, JURO PRA VOCÊS, eu ficava imaginando quais daquelas tarefas malucas a autora teve realmente que realizar enquanto vivia a vida-Andrea. Nem todos as bolsas Channel, Prada, Gucci, Louis Vuitton e compania limitada (aiiiihn…) me fariam passar por isso!! Se bem que, agora que contabilizei tudo, acho que nao custa nada, néééééééééé??
Ah!! Só não gostei de ter chamado a série Harry Potter de “deplorável”. Será que ela só falou isso pelo raiva que sentia do Harry depois do que passou?? Espero que sim!!
Enfim… Podem rir, odiar a Miranda, aproveitar a leitura e depois vir cá me contar como foi.

* O Diabo Veste Prada – filme:
– Elenco: Anne Hathaway, Meryl Streep, Adrian Grenier, Tracie Thoms, Emily Blunt, Gisele Bündchen, Stanley Tucci
– Duração: 110 minutos (1h50min)
– Sinopse: “Com estilo interiorano e inocente, Andy Sachs (Anne Hathaway) parece ter caído de pára-quedas na cosmopolita e intensa Nova York. Recém-formada na faculdade de jornalismo, ela se muda para a Big Apple ao lado do namorado Nate e sai em busca de um emprego. Finalmente consegue uma entrevista na badalada revista de moda Runaway Magazine, comandada pela impetuosa e obsedaca editora Miranda Priestly (Meryl Streep), considerada a Dama de Titânio da moda mundial.
Mesmo sem nunca ter ouvido falar da revista ou da famosa editora, ela consegue o emprego, em razão de seu “excelente currículo e de seu discurso sobre a ética de trabalho” como afirmado pela própria Miranda Priestly. Seu estilo, entretanto, é motivo de piada entre os novos colegas de trabalho. Determinada a seguir em frente com o desafio, Andy muda seu visual e se torna uma workahoolic nas mãos de sua abominável chefe. Ao mesmo tempo, começa a perceber o quanto está deixando de lado as coisas simples da vida, e se tornando uma “Clacker”, apelido que a própria Andy dá à suas colegas de trabalho que cultuam a beleza e a forma física.
O Diabo Veste Prada é baseado no best-seller da norte-americana Lauren Weisberger e traz na trilha sonora canções de U2, Madonna e Moby. No elenco, a veterana Meryl Streep, que foi muito elogiada pela interpretação da megera Miranda, e Anne Hathaway, de O Diário da Princesa.”
– retirado da Wikipedia, modifiquei só o filme da Anne, já que minha irmã ganhou o livro Diário da Princesa também eu tô doida pra acabar os outros e começa-lo!!
– Comentários: Tá… Tô me odiando por isso… Mas é que um enredo é bem diferente do outro e isso é LEGAL!! Eu disse que é legal NESSE CASO, e só NESSE CASO!! O livro conta uma história abrangente, e todas as “modficações” eram necessárias pra atrair as pessoas pro cinema e ponto!! Eu, Luciana, acho, ponto final!! Eu babei nas roupas dela. Eu achei o máximo ver o lado humano de Miranda, no final, sem maquiagem. Achei o máximo Emily nunca chinga-la. E, sim, sou romântica e não imagino outro “final feliz” mais lindo que o velho casal de namorados que terminaram voltando!! E ai de quem não acha…
Só recomendo que leiam antes de assistir, porque é mais legal esperar ver as cenas adaptadas na telinha e ver modificado depois do que ficar esperando o que inspirou e nunca chegar, como foi meu caso.

* Agora parti direto pra começar e terminar a leitura Marley &; Eu, já que mamãe quer ir assistir ainda esse fim de semana. Depois será a vez de Crepúsculo, apesar de toda minha relutânica. Aí penso se vou fazer um post desse pros dois também. E depois de amanhã tem último post do ano e vocês ficam livres de mim até o primeiro do ano que vem…

Que acontecerá no dia seguinte =D
E agora deixa eu ir que tenho uma escova progressiva marcada pra amanhã, aham, ALELUIA!!

Ouvindo: Vogue – Madonna

– Comentários