Lookbook: The heart is a bloom…

Em 27.10.2018   Arquivado em Moda

Sábado passado foi de lágrimas de alegria, brilho no olhar e muita felicidade em ver duas pessoas felizes ao lado uma da outra. Fui ao casamento de Carol e Igor, dois queridos que conheci por causa do Potter Club BH, e poder participar desse momento, nossa, é sem palavras pra expressar! Sabe aquela festa linda, onde ninguém consegue achar um defeitinho sequer? Foi essa! Eu, que estava doida pra usar mais vezes o sapato que comprei pro nosso Baile de Inverno, deixei separado por dias um vestido azul marinho que tenho, mas que não gosto tanto… Até testei uma maquiagem pra ele na véspera, sempre um pouco insatisfeita. E aí que, faltando umas duas horas pra sair de casa, resolvi dar uma explorada nos meus outros vestidos e achei esse que ABSOLUTAMENTE AMO e troquei, do nada! Como ele é maravilhoso, da-lhe foto no lookbook, claro!

Lookbook: The heart is a bloom...

Fotos por: Ramon Correa. Vestido: Charity | Colar: I Love Acessórios | Sapato: Moleca. Veja também no Lookbook.nu

Comprei essa lindeza em 2006, quando minha prima se casou lá no Rio, também de dia. Tinha que ser bem fresquinho, na época escolhi esse salmão com bordados leves em tons rosados porque até hoje rosa é minha primeira opção pra (quase) tudo. Desde então já usei várias vezes, inclusive em outro casório, mas fazia tempo que ele ficava aqui encostado porque as alças estavam desgastadas. Mamãe então costurou bem rapidinho, enquanto eu fazia meu coque, e problema resolvido. Combinou com o clima e fiquei bem mais feliz que ficaria com o outro. Calcei o único outro sapato de festa que tenho, que por mais que seja preto tem um laço dourado que deixa menos pesado, e pronto. De acessórios só um colarzinho de gatinha da cor EXATA do vestido, tava saindo sem nada e lembrei dele, coloquei dentro do carro, já a caminho, hahaha!

No dia minha ideia era aproveitar a “golden hour” após a cerimônia pra tirar as fotos de look, mas quem disse que deu? O tempo fechou, fez a maior cara de chuva, e por mais que nada tivesse acontecido infelizmente não rolou. Só depois que a gente já tinha dançado um pouquinho, meu sempre companheiro de fotos Ramon acabou tirando essas e, pronto, deu pra mostrar, né? Ele fez uma de pertinho também, pra ver a maquiagem, mas como saiu beeem escura fiquem com essa da cabine de fotos da festa, em que estou com ele e Gil, que tá em alta qualidade e mostra melhor (e porque estamos MARAVILHOSOS nela, sério)…

Por mais que eu tente, não consigo nunca fazer “olhão”, sabe? Eu SEI fazer, mas me sinto estranha e acabo mudando de ideia… Então rolou uma sombra em tons neutros, mas bem iluminada, delineado preto, super cílios postiços e, pra deixar mais coloridinho, um lápis de olho ROSÃO na linha d’água! Ai, eu amo lápis colorido, seja usado assim ou na pálpebra! É aquele toquezinho diferente que você sabe que está ali, mas demora um pouco pra entender realmente de onde vem. E de resto um blushzinho de saúde, iluminador na medida certa e batonzão vermelho porque é a marca registrada, não pode faltar…

Agora uma enquete pra vocês que, assim como eu, usam óculos e detestam lentes: como vocês fazem em ocasiões especiais? Porque, sério, eu sou dessas que fica cegueta! Um dos pagens entrou com uma plaquinha e já comecei a dar tapinhas no Gil pra ele ler pra mim… Sou louca de fazer isso? Quem mais é do time que mal consegue enxergar a própria comida nesses momentos? Conta aí pra mim!