Fahrenheit 451

Em 17.04.2010   Arquivado em Filmes

Fahrenheit 451 é um filme inglês de ficção científica baseado no romance homônimo de Ray Bradbury, dirigido por François Truffaut em 1966. Sexta feira, dia 16, minha professora de “História do Livro” passou esse filme pra gente, como um exemplo de “mudança de suporte” possível na história dos livros e eu achei lindo!! Triste, mas lindo!!

fahrenheit451 Sinopse: “Num futuro hipotético, os livros e toda forma de escrita são proibidos por um regime totalitário, sob o argumento de que fazem as pessoas infelizes e improdutivas.
Se alguém é flagrado lendo é preso e “reeducado”. Se uma casa tem muitos livros e um vizinho denuncia, os “bombeiros” são chamados para incendiá-la. Montag é um desses bombeiros. Chamado para agir numa casa “condenada”, ele começa a furtar livros para ler. Seu comportamento começa a mudar, até que sua mulher, Linda, desconfia e o denuncia. Enquanto isso, ele mantém amizade com Clarisse, uma mulher que conhecera no metrô. Ela o incentiva e, quando ele começa a ser perseguido (e morto, segundo a versão televisiva oficial), ela o leva à terra dos homens-livro, uma comunidade formada por pessoas que memorizavam seus livros e também eram perseguidas. Essas pessoas decoravam os livros, para publicá-los quando não fossem mais proibidos, e os destruíam.”

Comentários: Quando o filme começou eu pensei “o que isso tem a ver com a aula??”. Quando terminou eu estava com lágrimas nos olhos e já pensando que eu daria um ótimo “Harry Potter e Pedra Filosofal”.
Essa ideia de um mundo onde a leitura é proibida é simplesmente aterrorizante, eu tremia a cada página queimada e ficava pensando se isso realmente fosse acontecer, gente, eu NUNCA deixaria que queimassem meus livros!!
Uma coisa legal que eu li na internet é que no início do filme ao créditos iniciais (como nomes de protagonistas, diretor e etc) são “falados” para já passar uma idéia de que a leitura era desnecessária. Achei incrível a maneira como era retratado esse futuro hipotético na década de 60. Eu já tinha ouvido falar desse filme várias e tinha vontade de assistir por causa do nome. Mas eu imaginava algo super na área de exatas, nunca imaginei que se tratava de um assunto assim, “em nome da leitura”.
(Na verdade eu nunca entendi física, mas confesso que se pudesse voltar atrás faria de tudo pra entender e cursar física na faculdade, acho o máximo)
E aí vem a explicação: Fahrenheit 451 (o equivalente a mais ou menos 232°C) é, segundo o filme, a temperatura em que a superfície dos livros começa a queimar.
Super recomendado!! Pra quem gosta de ler escolher qual livro quer ser!! E agora quero ler o livro.

  • Daninha

    Em 17.04.2010 | Uau!! Deixou 146 comentarios, VIP!! | [Citar]

    Um dia eu prometo que vou assistir, só não entendi o Harry Potter =@
    Eu morreria se queimassem os meus sagrados livros. Credo O__O

    [Reply]