Categoria "Séries e Desenhos"

The Carrie Diaries

Em 16.09.2013   Arquivado em Séries e Desenhos

The Carrie Diaries

Acho que eu nunca falei especificamente sobre alguma série que assisto aqui no blog, mas dessa vez faço questão porque acho que nunca assisti a uma temporada tão rápido na minha vida (mesmo sendo tão curtinha). A verdade é que eu assisto MUITAS séries, a última coisa que precisava era mais uma para acompanhar e, ainda assim, a Pati já tinha me passado os primeiros 10 episódios de The Carrie Diaries em março, então aí eu resolvi providenciar os outros três episódios da 1ª temporada e eis meu programa do fim de semana passado! Só o que sei é que quando acabou eu estava apaixonada olhando a data de lançamento da próxima temporada, que vai ser no fim de outubro. Mas antes de começar a falar minha opinião eu tenho que contar que minha experiência com “Sex and the city” é o filme. E só o primeiro. Nunca assisti à série, apesar de saber mais ou menos do que se trata. Então nem adianta eu querer comparar uma coisa com a outra, porque não tenho referências. Para mim a vida da Carrie começou a agora e é a partir de agora que vou acompanha-la.

Para quem não sabe eu disse tudo isso porque The Carrie Diaries é uma série baseada em livros que antecedem a vida de Carrie Bradshaw na história de SATC. A Carrie aqui é uma adolescente de 16 anos em 1984 que acaba de lidar com a perda da mãe e tem que enfrentar tudo o que vem depois disso: seu pai perdido sem saber com agir, a irmã mais nova se rebelando, as pessoas apontando para ela no primeiro dia de aula como “coitadinha” e ela mesma querendo descobrir como iria continuar com sua vida. Isso somado a todos os sentimentos comuns na vida de uma adolescente: estudos, carreira, futuro, namoro, garotos, amizades, pressões normais que vivemos nessa idade. As coisas começam a melhorar um pouquinho para ela quando seu pai sugere que ela faça um estágio uma vez por semana em troca de créditos escolares em Manhattan, que é o lugar que ela mais admira no mundo e que era, até então, quase um desejo inalcançável, uma vez que ela mora em um subúrbio em Connecticut. E a partir daí eu não vou contar mais nada porque vocês terão que ver a série para descobrir!

Eu achei bem diferente do que estava pensando que seria. Pra começar achei que a Carrie já seria, desde o início, uma aspirante a fashionista mirim que tem uma inimiguinha na escola e que governa uma turminha bacana. Nada disso. Nos primeiros episódios ela vai pra escola vestida completamente normal, só com rimelzinho de maquiagem, encontra com sua turma de amigos legais e tem que lidar com a mean girl do colégio de forma tão leve que ela nem chega a ser um empecilho! Na verdade a Donna – aka “queen bee” da escola – é a vilãzinha adolescente mais legal e carismática que já vi, estou adorando! Aliás, a série tem muitos personagens incríveis. Meu favorito é o Walt, melhor amigo da Carrie e namorado/ex-namorado da personagem mais insuportável de todas, a Maggie, que é amiga deles na primeira temporada, mas eu tenho a esperança de que vai dar uma sumida na segunda. Os outros são todos bem legais também, tanto no núcleo do subúrbio quanto o de Nova York propriamente dito. Por enquanto não apareceu nenhuma personagem da série “original”, mas agora na segunda temporada já vai começar a aparecer.

Mas agora vamos ao que interessa… O melhor de tudo é o fato de se passar no meio da década de 80! Gente… Ela se veste de Lady Di no Halloween porque a princesa tá na moda e acabou de se casar, a Madonna está em turnê como seu “novo sucesso” Like a Virgin, as roupas são todas coloridas e exageradas e é a PRIMEIRA vez em que eu realmente conheço as músicas que são tocadas em um seriado atual. Sério, sempre tem uma ou mais músicas daquelas que eu realmente gosto, é muito bom de ouvir, mesmo quando não aparecem cantadas pelos artistas originais da época. Mas o principal, o principal mesmo para mim é o cabelo da Carrie. Lindo! Estou apaixonada por essa cabeleira e querendo dar uma aposentada na chapinha para testar os penteados simples e lindíssimos que ela faz na série. Lógico que não é a mesma coisa, né? Ali é tudo feito por um cabeleireiro, já que a AnnaSophia Robb, que interpreta a personagem, tem o cabelo bem lisinho, mas eu já cheguei bem perto nos meus testes caseiros. Olha que coisa mais linda, gente:

carried02

Já foi pra minha Watchlist no Orangotag! Tomara que continuem mantendo o nível e ritmo dos episódios para a série não se perder depois da terceira temporada, que foi o que aconteceu com séries que eu acompanho e acompanhei, tipo Pretty Little Liars e Gossip Girl. Vamos torcer para que, quando o fim chegar, que chegue com a dignidade que merece!

Aberturas de Desenhos Animados

Em 12.06.2011   Arquivado em Séries e Desenhos

Esse post não vai ser em formato de Top 5 porque não fiz uma escala de preferência, simplesmente selecionei aleatoriamente os vídeos que vinham na cabeça. Mas foi bom fazer mesmo desorganizado assim!!

– Outro dia eu simplesmente sismei que queria assistir o episódio de Ursinhos Carinhosos que tinha o Cancioneiro para ve-lo cantando “Brilha, Brilha, Estrelinha”. Depois de surtar não achando e fazer as pessoas que estavam conversando comigo no Msn passar pelo mesmo, consegui achar um link com os episódios para Download na comunidade “oficial” dos Ursinhos Carinhosos do Orkut. E aí começou um momento de perda de tempo na minha vida procurando as aberturas dos meus desenhos animados favoritos e, né, por que não compartilhar aqui??
É triste porque a dos Ursinhos Carinhosos em si não consegui incorporar, mas dá pra ver pelo YouTube nesse link aqui!!

Kim Possible


Essa não me sinto muito velha compartilhando, mas tem que ter, é meu desenho favorito. Mas confesso que prefiro a versão “visual” da última temporada, que no final tem o primeiro beijo dela com o Ron. Mas como vim trazer os vídeos em português, não achei!!

Digimon

Angélica estragando o vídeo, Brasil!! Vontade de pegar o vídeo em japonês e colocar o áudio em português por cima. Mas tá tudo bem, tá tudo certo, “os Digimon são demais”!!

Cavalo de Fogo


Deus, como é lindo!! Eu quase chorei vendo isso, não lembrava direito da história do desenho!!

Baby Muppets


E eu preciso dizer que minha irmã NÃO SABIA QUE ISSO EXISTIA!! Ela ficou chocada quando viu e eu empolgada em lembrar. Coisa fofa!! Esse só achei em inglês, mas no problem.

O Fantástico Mundo de Bob


Um bônus, porque não tem música “cantada”, mas todo mundo sabe cantar o “pãpãpã-pananã-nanã”, eu fiquei pulando na cadeira de alegria!!


– Assisti também As Meninas Super Poderosas, Três Espiãs Demais, Pokemon, Hamtaro, Cavaleiros do Zodíaco, entre outros… Muito bom, tem pra todas as gerações!!

Top 5: Casais “Teen” Favoritos na Ficção

Em 13.08.2010   Arquivado em Filmes, Séries e Desenhos

Esse post foi publicado originalmente no dia 18 de julho, mas estou re-publicando o porque de repente percebi que e meu 4º casal favorito que estava antes é na verdade o 5º quando fui re-ler toda a coleção Os Karas. Então, eis a lista “oficial” e o que estava em 5º foi para o final do post assumir o primeiro lugar dos “Outros Casais”.

Quando eu era adolescente, dos 13 aos 17 anos, por aí, eu não era muito ligada em “coisas de adolescente”, não ouvia músicas de adolescentes e nem assistia programas de adolescentes, enfim… Não era pra parecer mais velha e nem nada, eu era muito mais ligada em ficar fazendo layouts e até mesmo em estudar do que pra essas coisas, sempre fui caseira demais. E tem também o estilo de vida que a gente tinha, pagando colégio pra mim, a gente abria mão de várias coisas em função disso e hoje, graças a Deus, dá pra fazer o mesmo pelo minha irmã e ter algumas coisas das quais não poderíamos ter antes. O que significa que eu só fui ter acesso às modinhas “Disney Channel” e livros tipo Meg Cabot agora, através da minha irmã e eu ADORO!

Por que contei isso?? Bom, é que assistindo pelo YouTube os episódios de Sunny Entre Estrelas que ainda não chegaram ao Brasil eu senti o que sinto quando um casal que adoro finalmente se entende: ficar com um sorrisão no rosto, falando disso o dia inteiro, sentindo uma alegria idiota por uma coisa que nem existe. E aí decidi fazer meu Top 5 Casais “Teen” Favoritos da Ficção. É legal porque todos eles tem uma coisa crucial em comum: a fato de que se conheciam antes de se tornarem um casal mesmo, não importa se eram amigos, falso-inimigos ou o que seja. O romance surgiu porque já se gostavam antes, e não o contrário. Eu gosto disso, acho que essas situações têm uma chance legal de dar certo!!

5º LUGAR – Michael Moscovitz e Mia Thermopolis


“You may not know it, but I love you too”

No filme eu já achava lindo, amor puro e tudo mais… Mas depois que li… OOOOOOOOOWN @__@ Ela no primeiro livro NÃO QUER ADMITIR que gosta dele, e fica babando pelo Josh e depois ela vê que ele é quem compreende ela e tudo mais. Eu sempre soube que o JP era quem é e nunca torci pra ficar com ela, o Michael dominou meu coração e sou fã número 01!!
ps.: gente, vou ter que confessar… No 2º FILME eu torci pra ela ficar com o Andrew! hahaha Se num tinha o Michael, oras, escolhe o que tem sotaque bonito!

4º LUGAR – Crânio e Magrí


“Eu amo você, Magrí… Desesperadamente.”

Porque desde o beijinho que ela deu nele em “A Droga da Obediência” eu sabia que ele era ideal para ela! Eu li os 5 livros d’Os Karas aos 12 anos e apaixonei logo de cara, até hoje é uma das minhas séries favoritas… E quando fui re-ler esses dias pra matar a saudade, nossa, eu pude perceber milhões de dicas que o Pedro Bandeira deu ao longo do tempo, mesmo parecendo que ela gostava era do Miguel e depois ter até beijado o Calú! É linda a maneira como eles se declaram, como ela se arrepende de não ter ficado com ele antes, como ele odeeeeeia a “droga de americana” que coloca ela em perigo (enquanto os outros ficam encantados) e no final quando eles finalmente ficam juntos a música que havia virado “dos dois” tocando. Lindo, lindo, liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiindo!

3º LUGAR – Chad Dylan Cooper e Sunny Munroe


“We make a good couple… Hypothetically.”

OMG, eles tão muito empatados com o segundo lugar, tem dias que não consigo parar de assistir ao episódio lindo dos dois pelo YouTube, “Falling for the Falls Part 2”, quero que chegue no Brasil com urgência. Ele dá uma de durão mas sempre vacila quando tá com ela, e ela idem. Sem contar que eu amooo a Demi Lovato (novidade…) e o Sterling Knight (gatchéssimo), a dublagem tira um pouco do tanto que eles são engraçados, quem nunca viu os dois em suas “vozes verdadeiras” VEJA!

2º LUGAR – Ron Stoppable e Kim Possible


“Não, tudo demais, eu sempre posso contar com você.”

Inclusive em fevereiro de 2007 os dois foram tema do meu layout aqui do Sweet Luly, porque foi quando eu assisti “Kim Possible: o Drama do Amor” e é o filme mais lindo! Os dois eram amigos quando CRIANÇA e aí um belo dia, tchaaaaaaan, acontece! E depois do filme tem a nova temporada com os dois namorando, ooown, muito perfeito! Sem contar a música tema dos dois, “Could it be” é que fofa ao extremo.

1º LUGAR – Ron Weasley e Hermione Granger


“All’s fair in love and war, and this is a little bit of both.”

Medalha de ouro pro casal mais incrível EVER, porque podem existir milhões de fenômenos mundiais que nenhum vai bater Harry Potter, e podem vir milhões de casais fofos mas R/Hr é amor puro e incondicional. Quando eu li a primeira vez eu pensava que eles eram fofos juntos, aí meu primo JUROU que tinha lido que ela ficaria com o Harry, mas no fim das contas era mentira e o momento mais esperado para mim de toda a série está no final de Relíquias da Morte: o beijo! Do jeito que eu queria que fosse! Escolher UMA frase dos dois para colocar nesse post até doeu, porque todos os momentos, desde aquela primeira viagem de trem, são importantes pra mim e meu sorriso quando se trata dos dois é maior ainda do que juntando os quatro outros casais desse post!

Outros Casais:

Harry Potter e Gina Weasley; Shrek e Fiona; Alladin e Jasmine.

Página 3 de 3123