Categoria "Dolls"

Bonecando: Minha “familinha” Groove!

Em 12.09.2016   Arquivado em Dolls, Vídeos

Dois anos atrás a Marcelle, que acompanha o canal no YouTube, me pediu pra gravar um vídeo mostrando minhas Pullips e outras bonecas da “família” Groove, ou seja, minhas fashion dolls. Eu não gosto muito de chamar de “coleção” porque não trato elas muito assim, mas no fundo acho que é isso que elas são, então podem usar o termo que quiser. Essa história começou em 2009 quando eu comprei a Kimberly, que já vinha desejando a um tempo e seria a única, mas uma coisa foi levando à outra, o amor foi aumentando… Hoje eu tenho três Pullips, um Isul, cinco Byuls e três Little Byuls, além de uma dDung fake que considero como uma delas mesmo não tendo nada a ver (isso sem contar 2 na wish list). Bem, é só apertar o play e ver o resultado desses últimos 7 anos em movimento e cores!

Algumas delas têm posts aqui no blog, outras não, e eu não tenho foto de família atualizada desde que a Esmeralda chegou, então achei melhor deixar aí em baixo essas individuais com os links dos álbuns de cada no Flickr, porque lá vocês encontram fotos de antes, de agora e informações sobre as customizações que cada uma passou, inclusive os modelos específicos de peruca, olhos e corpos, quando for o caso. E eu digo “elas” na maioria das vezes mesmo tendo o Reginald no meio porque as meninas são a maioria, então acho mais justo! Ah, e a Kim é cibernética, então sigam ela no Facebook, Twitter e Instagram!

Familia Groove
Kimberly (Pullip Chill), Mimia (Pullip Veritas), Lilica (dDung Fake), Elle (Pullip My Melody)

Familia Groove
Joanne (Byul Eris), Demi (Byul Dumbo), Benny & Kenny (docolla Byuls Creamy Mami e Oompa Loompa), Penny Lane (Byul Hermine)

Familia Groove
Silena (Byul Pinoko), Reginald (Isul Light), Agnes (Little Byul My Melody), Esmeralda (Byul Tiger Lily)

Barbie Luciana Brasileira

Em 13.08.2016   Arquivado em Dolls

Primeiro eu mostrei aqui minha Princesa Luciana da linha “A Princesa da Ilha”, depois eu contei que tava querendo demais a Luciana Fashion Mode e antes de ter qualquer possibilidade de realizar esse desejo o Barbie Collection resolveu adicionar mais um item na minha wish list com OUTRA boneca que leva meu nome, e dessa vez eles capricharam mesmo porque é a Barbie Luciana Brasileira!

“A Coleção Global Glamour™ está de volta na sua quarta seleção, a boneca Barbie® Luciana™ de inspiração brasileira. Bem, “Luciana” significa “luz” – o nome perfeito para uma boneca que o brilho da cabeça aos pés ilumina a noite mágica. Ela é ousada, linda e pronta para dançar a noite afora!” (Traduzido do site.)

Essa não se parece em nada com a versão que mostrei ano passado, acho que o fato de terem o mesmo nome deve ser mera coincidência (ou então eles só simpatizam com ele mesmo, o que demonstra um bom gosto indiscutível), na verdade elas não poderiam ser mais diferentes. E é engraçado porque se a primeira era parecida comigo fisicamente, branquela com os cabelos pretinhos e cara de certinha, essa não tem NADA A VER, o que é simplesmente maravilhoso. Ela é brasileirona meeesmo, negra com os cabelos armados e luzes, usando uma roupa roxa brilhosa de desfile de escola de samba, maquiagem mega iluminada, a coisa mais INCRÍVEL desse planeta. Quando recebi o e-mail deles falando dela quase caí pra trás porque já vi muita Barbie bonita na minha vida, principalmente nas linhas de colecionadores, mas essa ganhou o prêmio pra mim, achei impecável. Desde o início da semana ela já está à venda por U$100,00 e meu aniversário já passou, mas não faz mal, vocês podem todos se unir, fazer uma vaquinha e me dar de presente atrasado mesmo assim que tá de boa, tô aceitando demais! Hahaha!

Brincadeiras à parte agora: fiquei toda orgulhosa de terem nomeado nossa nova brasileirinha assim, com meu nominho que eu amo apesar de não usar, porque até as SOBRANCELHAS da danada achei lindas, quero demais! Dessa mesma coleção tem no site uma tribal africana, que já está esgotada, e a veneziana, lançadas em 2013 e 2014, respectivamente. Não sei qual é a de 2015, mas tenho medo de saber porque são todas belíssimas, dessas que você fica admirando mesmo quando não é uma maluca pelo assunto como eu sou.

Barbie Luciana
Imagens do The Barbie Collection.

BEDA2016

Bonecando: Esmeralda, Byul Tiger Lily

Em 03.08.2016   Arquivado em Dolls

Já faz alguns anos que a Groove lançou um set com os personagens de “Peter Pan” que, além da Pullip do personagem principal, tinha Taeyang Captain Hook, Dal Tinker Bell e o modelo que era quase “lançamento” deles na época: a Byul Tiger Lily. Eu amei as Byuls de cara, ainda que a maioria tivesse rejeitado inicialmente, e hoje é a minha favorita da “família”, e mesmo não gostando da Princesa Tigrinha no filme fiquei LOUCA com ela, achei a coisa mais linda da vida por um motivo em especial: o tom da pele. Eu tava começando minha coleção na época e já tinha decidido que queria uma dollzinha negra nela, então meio que “juntou a fome com a vontade de comer”, com o plus da maquiagem maravilhosa e ser uma boneca Disney (a outra Byul que nasceu dessa parceria, a Dumbo, foi a primeira que eu quis, a segunda que tive e é meu xodó, a Demi), tava decidido, nós nascemos uma pra outra. Mas com o tempo foram aparecendo outras “na frente”, ela é meio difícil de achar e fui adiando, até que a veio me falar em junho que ia vender a dela e não deu pra me segurar, gente, é alguém que sei que cuida bem das coisas e o precinho tava convidativo, eu e minha irmã nos juntamos de me demos de presente de aniversário!

Esmeralda, Byul Tiger Lily

Desde sempre o nome que eu havia decidido pra ela foi Esmeralda, obviamente por causa da personagem de “O Corcunda de Notre Dame”, meu filme favorito. Acho que tem tudo a ver porque é Disney, é lindo e eu nem preciso dos eyechips verdes porque “originalmente” no livro ela tem olhos castanhos, não poderia ter escolhido melhor. Aí depois das (péssimas) fotos com ela “montada” no outfit original foi hora de dar uma personalidade pra minha nova menina! Eu e minha irmã criamos uma historinha bonitinha pra ela (tá aqui!) e percebi que ela combinava mais com um estilo meio boho, o que é difícil PRA CARAMBA já que não tenho nenhuma roupa assim pras minhas bonecas, mas aí a gente vai improvisando daqui e dali e com o tempo tudo dá certo, cês vão ver, vou providenciar umas peças coringa devagarzinho. Outra coisa que eu fiz foi soltar os cabelos, mas ainda não decidi como devo deixá-los até poder fazer exatamente o que quero com ela, que vou contar mais em baixo…

Esmeralda, Byul Tiger Lily

Pois bem, como eu disse o principal atrativo para mim nessa Byul era a cor da pele e acho um desperdício na minha coleção ter uma boneca negra e meter um cabelo liso ou com cachos impecáveis nela, me recuso. Aí vem o argumento “Mas na verdade ela é índia, Luly” e é MAIS UM MOTIVO, porque sei que com a peruca certa podemos faz o tom de pele tender para um lado ou para o outro, então tenho certeza de que se eu fizer o que imaginei, que é uma coisa meio “algodão doce afro”, consigo o efeito esperado e ela vai se destacar ainda mais. Fiz uma busca pela internet e depois de algum tempo achei essa menininha linda aqui, oh, que é exatamente como quero que fique. O problema é que perucas assim são caras e difíceis de achar, mas um dia juro que consigo, vai ficar maravilhosa! Fora isso eu ainda não brinquei muito de fotografá-la porque é recém-chegada mesmo, mas assim que o fizer vou postar no álbum da Esmeralda no Flickr, mas pra fechar o post o post com chave de ouro uma das minhas cinco Byuls juntinhas cheias de amor:

Esmeralda, Byul Tiger Lily
Demi, Esmeralda, Joanne, Silena e Penny Lane (em baixo)

BEDA2016

366 Dias de Música (e bonecas!)

Em 30.03.2016   Arquivado em Dolls, Música

Sabe quando você se depara com um projeto que é super sua cara e envolve algo que você AMA? E quando são DUAS coisas que você ama, então… Mil vezes melhor!

A fotógrafa Cris Vieira começou esse ano o projeto 366 Dias de Música onde recria, todos os dias, a capa de algum álbum dentro dos estilos que ela gosta utilizando nada mais, nada menos do que brinquedos! O resultado acaba sendo MÚSICA E BONECAS numa mesma foto, impossível não pirar, né? Na grande maioria das vezes ela utiliza Barbies, mas já rolou de aparecer outras bonecas e até miniaturas de dinossauros e coisas assim.

“O objetivo é o desenvolvimento do processo criativo no improviso, o domínio de técnicas fotográficas e edição.
As regras de criação são: * As fotografias serão capturadas com câmeras DSLRs, semi-profissionais e celulares. * Haverá recriação do cenário, figurino e efeitos, bem como técnicas de interferência nas capas originais.” (fonte)

Eu descobri a página dela esses dias e agora todo dia fica a expectativa para saber o que vem a seguir… É tão bacana que vários dos artistas autores dos discos que ela retrata acabam vendo o trabalho e favoritando ou compartilhando! Depois de fotografar ela edita as imagens, não só para ficar mais fiel, mas também para ir testando técnicas de edição. É até triste pensar que acaba junto com o ano, mas já tô torcendo pro próximo ser tão legal quanto.

Acabei selecionando as capas que ela retratou que eu mais gosto levando em consideração minhas preferências musicais, mas dá pra ver todas na página dela do Facebook e na conta pessoal do Instagram.

366 Dias de Música
A Hard Day’s Night – The Beatles (capa original aqui!)

366 Dias de Música
Nevermind – Nirvana (capa original aqui!)

366 Dias de Música
Aladdin Sane – David Bowie (capa original aqui!)

366 Dias de Música
The Very Best Of – Enya (capa original aqui!)

366 Dias de Música
Queen II – Queen (capa original aqui!)

366 Dias de Música
Dark Side Of The Moon – Pink Floyd (capa original aqui!)

Me digam: qual a favorita de vocês? Dessas que mostrei fico na dúvida entre “Aladdin Sane” e “The Very Best of Enya”, mas lá na página tem outros INCRÍVEIS, estou apaixonada pelas reproduções das capas de “21” e “25” da Adele, lindas demais!

Bonecando: Silena, Byul Pinoko

Em 10.08.2015   Arquivado em Dolls

Eu estava decidida a “tirar o atraso” da apresentação das minhas bonecas aqui, mas infelizmente não dá mais pra apresentar uma por uma porque parei de fazer isso em 2011 e não faz sentido ficar falando de coisa tão antiga sendo que tanta coisa aconteceu de lá pra cá. Mas hoje estou sem saber o que postar e faz só um ano que a Silena chegou para mim, então para comemorar seu primeiro aniversário que foi dia 30 vou contar sobre ela porque ela sofreu diversas transformações desde que chegou.
Mas antes… Túnel do tempo da Lulynha, hahahaha!
A Byul Pinoko é um lançamento de dezembro de 2010 e leva o nome da personagem que representa do anime Black Jack. Eu nunca assisti, mas pelo o que eu entendi da história o personagem principal que dá o nome à série é um médico que (me corrijam se eu estiver errada) meio que “cria” uma criança a partir de um tumor que remove de um paciente, e essa criança é a Pinoko. Já vi gente falando que ele a cria como filha, já vi umas bizarrices de que na verdade eles viram um casal, já li tudo o que vocês podem imaginar sobre isso, mas o principal dessa história é que assim que eu bati os olhos na boneca vi que ela tinha potencial para ser amada, hahaha!! O problema é que é uma boneca que poucas pessoas têm, então mesmo depois de anos que já tinha sido lançada eu via poucas fotos dela e todas eram desanimadoras, então eu nunca a “colocava na Wish List” pra valer porque tinha medo de me decepcionar.
Foi aí que ano passado minha mãe me prometeu uma Byul de aniversário e enquanto eu navegava pelos grupos de adoção do Facebook vi ela lá, novinha e muito, muito barata. Liguei pra mamãe avisando que tinha decidido que doll queria e decidi arriscar, rezando pra não “dar ruim”.

Eu queria uma Byul nova para homenagear minha personagem (feminina) favorita de “Percy Jackson e os Olimpiano”, Silena Beauregard, filha de Afrodite, então ela teria que ser absolutamente linda e exalar amor assim como a personagem. E assim que ela chegou lá em casa eu vi que não tinha errado sobre a Pinoko, por mais que ela não tivesse tanto em comum com a Silena original tinha como se transformar nela. O plano original era de comprar uma peruca e um obitsu, só, mas eu resolvi executá-lo com calma para não me arrepender.

Box Moment
Momento Caixa

Silena - Byul Pinoko
Fora da caixa, coisinha tchuca!

A peruca eu queria que fosse castanha bem escura ou preta, como a personagem, mas percebi que ficaria meio pesada pro rostinho dela e repensei um pouco. Foi quando achei na Ichigo Toys uma peruca For My Doll castanha levemente ruiva que tinha o mesmo efeito da original, mas com a cor diferente e o formato nem se fala: é macia, comprida, com jeitinho de mocinha (já que essa original deixava ela mega com carinha de criança). A essa altura eu já tinha decidido trocar os olhinhos dela também para que ela tivesse olhos azuis (mais uma vez por causa da Silena original) e o principal: pupilas de coração! Eram simplesmente a cara dela, gente! Comprei com a Gisele Bianchini, que faz os eyechips mais fofos do mundo e, pronto, minha nova Silena estava pronta! Olha só que transformação brutal:

Silena, "beau à regarder"!
Não ficou uma coisinha linda??

Oh, Silena <3
Para ver os olhos de pertinho…

Ela ainda precisa de um corpinho novo, quero um obitsu 23cm com busto grande pra ela ficar com mais jeitinho de mocinha, mas vai ter que entrar na fila porque tenho Byuls que estão esperando a mais tempo, hahaha. Eu não vou nem ser modesta nesse caso porque sinceramente acho que acertei em tudo na Silena, mais de uma pessoa já veio me falar isso inclusive, hoje pra mim ela é perfeita!
Quem quiser ver mais fotos (por mais que eu não poste mais tantas quanto antigamente) podem visitar o álbum da Silena no Flickr!

badge_post_01

Página 2 de 14123456... 14Próximo