Categoria "Música"

Mamma Mia!

Em 20.09.2008   Arquivado em Filmes, Música

O luto acabou, o céu se abriu, o universo se iluminou… Rulfaram os tambores, soltaram as gaivotas, surgiram arco-íris, rosas voam em direção ao infinito e eu, Sistah e Lu fomos no Shopping Cidade hoje e assistimos Mamma Mia!


E pra aqueles que estavam esperando que eu fizesse um post especial pro filme… Sim, estou fazendo um post especial pro filme!!
Mamma Mia!Sinopse I: “Donna (Meryl Streep) é dona de um pequeno hotel e mãe solteira da espirituosa Sophie (Amanda Seyfried), que vai casar. Donna precisa superar o fato de que irá ficar sozinha e convida duas amigas especiais para o casamento da filha, do tempo que era vocalista de uma banda chamada Donna and the Dynamos. Procurando conhecer a verdadeira identidade de seu pai, Sophie convida secretamente três homens especiais.”
Sinopse II: Adaptação para as telas da popular montagem da Broadway sobre uma jovem que acaba de ficar noiva e decide encontrar o pai que nunca conheceu. Isso porque pretende convidá-lo para que ele a leve ao altar no dia de seu casamento. Toda a história é narrada usando famosas canções do ABBA, grupo sueco de enorme sucesso nos anos de 1970.
Trilha Sonora: I Have A Dream; Gimme! Gimme! Gimme! [instrumental]; Honey, Honey; Money, Money, Money; Mamma Mia; Chiquitita; Super Trouper; Dancing Queen; Our Last Summer; Lay All Your Love On Me; Gimme! Gimme! Gimme! (A Man After Midnight); Voulez-Vous; SOS; Does Your Mother Know; Slipping Through My Fingers; The Winner Takes It All; Under Attack” (instumental); Knowing Me, Knowing You” (instrumental); I Do, I Do, I Do, I Do, I Do; When All Is Said And Done; Take A Chance On Me; Mamma Mia (Reprise); I Have A Dream (Reprise); The Name Of The Game.
Dancing Queen at Mamma Mia! O negócio foi o seguinte… A gente ia pro Mangabeiras amanhã denovo e a Lu ia junto… Aí eu ia aproveitar pra pegar minhas encomendas da Avon e o celular antigo dela que nos compramos pra Sistah e pagar tudo, lógico… Mas a Amiguinha tá com o PC meio bichado e o técnico vai lá amanhã e tivemos que adiar e aí a magia aconteceu…
“Mamãe, eu preciiiiiiiiso pagar a Lu, preciiiiiso pegar meu rímel… Por que você não leva a gente no Cidade e aí a gente encontra com ela e aproveita pra… hããã… ver Mamma Mia! néééééé??”
E aí minha mãe super apoiou a causa e lá fomos nós!! E descobri a incrível praticidade que é comprar entradas no caixa lá de débito/crédito!! O que foi uma sorte porque enquanto fui lá, Sistah ficou garantindo lugar na fila e assim que consegui usar o caixa voltei pra me encontrar com ela (e tira-la da fila) os ingressos esgotaram e se a gente tivesse ficado pra comprar pelo caixa “normal” não teríamos assistido… Deus é Pai, amém!! Agora só vou usar esses caixas e serei absolutamente feliz em todos os dias da minha vida.
Aí vimos o filme… Quase dancei dentro do cinema, ficava “mexendo a boca” na hora das músicas…. As vezes me descontrolava e cantava junto!! Meus olhos super-brilharam na hora de “Dancing Queen”, super-pensei no Gugui em “Honey, Honey”… Todas as músicas super se encaixaram nos momentos e não paravam de tocar um minuto… Sem contar que MORRIÉ de rir (Julie Walters, só de olhar pra ela eu comecei a gargalhar) e tive carinho triplicado ao pensar que Björn e Benny no auge dos seus *60 e alguma coisa* anos produziram aquilo.
É… sem mais palavras!!
ALIÁS, ÚLTIMAS PALAVRAS!!
Tirei até foto com o cartaz *__* Hihihi… Taí de ladinho pra vocês verem com muito amor!! E viva o Abba e suas músicas perfeitas!!
No mais… Eu ia colocar fotos das minhas últimas compras e tals, mas tô cansada de digitar e de reduzir imagens… Mas foi basicamente: um chaveiro de celular de sapo que eu queria a muito tempo (mas a magia acabou por causa do que vem a seguir e ele mudou-se pro mural de fotos), rímel da Avon pra salvar minha vida e o *mini-gloss* daqueles de pendurar no celular super lindo da Avon também (Deus abençoe as amigas que vendem Avon)… E mamãe trouxe pra mim 6 imãzinhos de sapinho também pro mural e agora ele é o universo Frogolino mais fowfo de todos!!
Aliás, comprar o chaveirinho fez com que eu completasse o número mágico de 50 (eu disse 50, meia centena) sapos na coleção, sem contar roupas e o mural em si com seus ímãs…
E eu fiquei super tentada a comprar a trilha-sonora do filme na hora que fomos na Leitura, hehehe… Lulynha quando seu cartão de débito está ligeiramente cheio torna-se um periiigo!! Também quis comprar uns ímãs que tinha lá… Um escrito “Artes” pra mim e… heheheh, um escrito “Administração” pro Gugui (ããã… o que ele ia fazer com isso??), mas os ímãs tavam caros e a trilha eu posso terminar de baixar no eMule.
E é melhor eu calar a boca… Beijãozão pra vocês!! Luv Ya, bye!! =*

Ouvindo: Mamma Mia – Abba (éééé… agora é isso, passar o resto do FDS ouvindo tanto as originais do Abba quanto as do filme que eu baixei aqui)

– Comentários

Heavy Metal

Em 21.07.2008   Arquivado em Música

Tinha dias que eu tava querendo escrever esse post, mais um da série “Lulynha também é cultura”. Então, com vocês…

…. O Heavy Metal:

“O heavy metal é um gênero musical que nasceu com base no blues e no rock inglês do final dos anos 60. A partir do Heavy Metal que é um gênero do rock, surgiram outros sub-gêneros (thrash metal, black metal, Alternative metal etc.). O metal se caracteriza pelos riffs marcantes, predominância sonora de guitarras sob o efeito de pedais de distorção, pela amplificação e pelos solos longos e virtuosos.

Sonoramente o heavy metal se caracteriza por riffs pesados, bateria marcada por tons graves, secos e retumbantes, vocais característicos diversos que vão do agudo, agudo melódico, aveludado, rasgado ao grave gutural, e solos de guitarra complexos. As músicas se alternam das mais diversas formas com levadas rápidas, lentas, cadenciadas, ininterruptas, com pausas, sem pausas, com “cavalgadas”, com palhetadas precisas e power chords. O heavy metal é um dos vários subgêneros surgidos a partir do rock and roll. Além dos marcantes riffs de guitarra apresenta como marca a escalas pentatônicas, muito utilizada por bandas como Led Zeppelin, Deep Purple, Black Sabbath. O heavy metal se diferencia de outros gêneros onde se utilizam largamente guitarras distorcidas pela repetição dos riffs e pelo fato da guitarra carregar grande importância na melodia da música, enquanto que em outros gêneros (como punk rock) a guitarra é um instrumento que apenas acompanha a melodia e serve para dar textura à música.

As letras do heavy metal utilizam-se de uma diversa gama de temas que vão de protestos contra elementos repressores da sociedade, ocultismo, satanismo, depressão, tristeza, solidão, raiva, medo, o lado obscuro do ser humano, o bom humor, a alegria, a injustiça, musicalização de contos, poemas, a história de civilizações, momentos ou heróis da humanidade, trabalhos conceituais, o humor, a fuga da realidade, a psicodelia, as experiências com drogas, referências mitológicas e em alguns casos protesto contra religiões opressoras. Há que se notar que apesar do forte estigma carregado de alguns temas obscuros também existem muitas bandas de heavy metal que falam bem de religião, vestindo a camisa do cristianismo ou falando sobre o fim de conflitos pelo mundo. Existem também muitas bandas que simplesmente se abstêm de falar mal de religiões, não tomando partido dessas discussões. É importante notar que existe toda uma visão estereotipada sobre as pessoas que escutam heavy metal. (nota da Luly: essa é a principal questão, o motivo desse post existir) Uma visão estereotipada de que todas as pessoas que escutam esse sub-gênero do Rock estariam/estão eventualmente ligadas ao ocultismo, satanismo ou rituais pagãos, o que não é verdade. Olhando estatisticamente facilmente se observa que existe sim esse tipo de corrente dentro do heavy metal, mas que ele não é a maioria, e que muitas bandas que nada tem haver com esse tipo de corrente são associadas a este pensamento na visão popular, muitas vezes por falta de informação a respeito deste sub-gênero. Encontram-se ainda letras sobre o louvor ao próprio heavy metal e ao rock, como forma de transmissão de paixão pela música.”

Retirado da Wikipédia – acesso em 19/07/2008

Eu tenho total ciência que a grande maioria de pessoas que visitam esse blog não curtem o heavy metal. E eu entendo, porque a menos de três anos eu ABOMINAVA esse estilo… No meu caso, admito, era preconceito. Quero deixar bem claro que não to tentando converter ninguém pro lado “negro” da música, hehehe.
Não é o meu primeiro post onde eu falo disso também, mas é que ultimamente eu ainda meio… “metaleirinha”, acho que é uma palavra pra definir: eu tenho ouvido bastante, mais do que nunca. Mas o mais legal da história é que eu adoro, mas não sou metaleira… Não mesmo!! Quem entra aqui nota de cara!!
Mas era só isso que eu queria ter falado… Queria contar um pouco da história do (provável) estilo musical mais polêmico de todos os tempos…
… e aproveitando o embalo dar uma dica para aqueles que gostam de um dos maiores ícones do heavy metal, o Iron Maiden. Existe um grupo-cover chamado The Iron Maidens e é formado só de MULHERES!! É incrível… Teve um vídeo que realmente me chamou atenção, elas cantando The Trooper (que eu adoooro), vale muuuito a pena assitir!!

E dou créditos totais ao Gugui que fez o favor de me indicar os vídeos e eu fiquei assitindos todos que via pela frente, achei o site oficial delas e ainda contei pra ele tudo que tava descobrindo por lá!! Aliás, esse post não existiria se, no início de 2006, ele não tivesse me apresentado o metal através do Angra que é, até hoje, uma das minhas bandas favoritas.
Guguinho, meu amor… Obrigada (mais uma vez) por isso e por todo o resto!!

Aé… por último quero lembrar que dia 17 o Expresso Rosa fez 4 aninhos e eu troquei layout, etc, etc, portanto passem lá!! Beijão!!
Luv Ya, bye!! =*

Ouvindo: The Trooper – The Iron Maidens’ version

– Comentários

MÚSICA!!

Em 04.07.2008   Arquivado em Música

Dia de post diferente hoje. Hoje vamos falar sobre… MÚSICA!!

* Ah… eu sempre gostei muito de música. Desde pequena eu tenho acesso aos maiores nomes da música desse mundo graças aos meus pais e hoje são eles que são meu estilo musical. Lembro que quando a gente morava em Timóteo e vinha pra BH visitar a vovó sempre tocava no carro algo do tipo Eric Clapton, The Beatles, Creedence Clearwater Revival, Scorpions, Bee Gees e, lógico, Elton John. Mas eu era criança e, em época de Chiquititas, isso não me interessava muito ainda.
Mas eu tava sempre ouvindo música. No início era com um walkman, depois um discman e hoje em dia no MP3. Eu pegava o sonzinho da minha mãe pra ouvir música enquanto brincava e, quando ela não emprestava, eu ia brincar na sala pertinho do som!! Hehehe.
Quando eu mudei pra BH eu já tendia pro lado *antigo* da música, ouvindo John Lennon e tudo mais. Na época eu ia de escolar pra escola e tive muito contato com música “moderna” (da época, isso já tem mais de 5 anos). Mas eu nunca gostei muito, eu preferia chegar em casa e ouvir o que meus pais estavam ouvindo.

* Meu estilo musical começou a se formar em agosto de 2004 quando minha mãe resolveu me apresentar oficialmente ao Abba através de Dancing Queen (que é minha música favorita daqui até a eternidade). Aí veio meu gosto pelo Pop 60/70/80, as músicas de discoteca, as divas Cher-Tina Turner-Whitney Houston, os Bee Gees e, mais tarde, Elton John. Aliás é ele o grande ídolo da minha vida. E ouvindo ele eu fui introduzida a outros estilos musicais… Blues, pop-rock e PRINCIPALMENTE o rock… Rock de verdade!! Aquele rock que começava em U2, Queen, Beatles e ia se tornando cada vez mais pesado.
Uma hora eu cheguei no metal!! Mas aí já não foi pelo Elton, amor da minha vida musical. Foi por causa do “outro” amor da minha vida, o de verdade: Gugui, que conheci ouvindo músicas moderninhas, passou pro lado do bem e me apresentou Angra e eu, que me recusava a ouvir aquilo, fui me apaixonando e até descobrindo todas as outras bandas “pesadas” que hoje gosto tanto.

* É engraçado ter um gosto musical tão “extremista”. Aquele que ou você ama, ou odeia. Aquele que NINGUÉM no meu círculo social gosta muito. Até mesmo meu pai, com todos seus discos extremamente cobiçados por mim, diz que eu ando precisando me atualizar. Mas eu simplesmente não consigo. Não suporto essas modinhas passageiras, não suporto música nacional, não suporto música sem letra. Eu gosto do é eternizado, daqueles que sempre serão fonte de inspiração.

* Acho que minha inspiração pra escrever esse post veio de uma das minhas últimas aulas de fotografia esse semestre, onde houve uma grande conversa sobre gosto musical… Eu percebi que o meu era de longe o mais polêmico, mais estranho… E menos eclético!!
Agora, visitantes queridos do meu coração… Do que VOCÊS gostam?? Que estilos/artistas/bandas fazem vocês sorrirem para o mundo?? Mais alguém aí gosta de Iron Maiden?? Beatles?? Eeeeeelton (ehehehe)??
E a resposta pra quando fazem essa pergunta pra mim tá lá em cima no Menu, em “Música”.
E o post termina aqui!! Não sei se volto antes do dia 10, mas nele eu posto de qualquer maneira!! Luv Ya, bye!! And… (como diria Guguinho lindo do meu coração) HEAVY METAL FOR ALL!! =*

Ouvindo: Morning Star – Angra

– Comentários

Festa da Daninha, Elton John

Em 07.05.2008   Arquivado em Cotidiano, Música

Aiiiiiihn, gente! A festa da Daninha foi linda, obrigada, dançamos MUITO, e comemos mais ainda! Huum… Vou ter que contar mais, né. Então lá vai…

… fatos sobre a festa da Daninha que preciso contar:

– Aconteceu dia 30 de abril, quarta feira, exatamente no dia em que ela faz aniversário;
– Ela completou 13 aninhos *oooxa, to véia*;
– Foi carinhosamente apelidada de “Thriller Night”;
– O apelido veio pelo fato de que papai deu pra ela o álbum “Thriller 25 anos” de presente;
– Além disso, a gente dançou e escutou o CD até cansar;
– Até cansar mesmo;
– Tipo… De quarta a domingo… Decorando os passinhos de tudo;
– Foi tanto que, se fosse vinil, furava;
– AI MEU DEUS, NUM BOTA THRILLER MAIS PRA TOCAR NO MÊS INTEIRO!!
– A Lu dormiu aqui de quarta pra quinta e de quinta pra sexta;
– Os momentos em que a Lu foram criativamente apelidados de “Thriller Days”;
– Para ficar perfeito, só faltou Patiquinha (que ficou em Timóteo porque o irmão dela tava lá) e Guguinho (que teve aula e não pode vir… MAIS UMA VEZ!!);
– Comi taaanta besteira que acordei com o estômago destruído no domingo;
– Tô até hoje comendo as besteiras que sobraram e ainda falta muita;
– Não tem nenhuma foto digna de ser postada aqui!
E chega de falar do aniversário da Daninha!

Vamos agora para nosso momento *gastadeiro* e Eltonístico! Ante-ontem no intervalo entre as aula da manhã e da tarde nós (eu + 3 colegas + professora) fomos almoçar no Shopping, né, pra variar. Aí passadinha nas Lojas Americanas, vendo os DVDS da promoção e tal, num tinha nada de bom nos filmes, fui ver os musicais. Queen – Bee Gees – Madonna: achei muita coisa de bom gosto, mas nada digno de ser comprado. Aí na hora que tava colocando um da Madonna no lugar, vi o que tinha atrás… “ELTON JOHN – LIVE IN BARCELONA” NA ESTANTE DE DVDS EM OFERTA?? Foi aí que o cartão do banco começou a *vibrar* dentro da mochila e eu percebi o quão pecador seria deixá-lo, naquela fria estante, uma vez que ele poderia habitar minha estante. E é lá que ele tá morando \o/ E eu assisti e na hora que ele foi tocar “Philadelphia Freedom” foi incrível. Sabe, a música num é nem um pouco uma das favoritas, mas a introdução que eles criaram, a reação da platéia *todo mundo batendo palmas pra cima ao mesmo tempo e no mesmo ritmo*, o Elton que levantada e sentada no banquinho… Gente, eu arrepiei TODA, só de ver! EU QUERO o Elton John no Brasil! Urgente! Muito urgente! Tipo, caso de urgência máxima! Alguém busca ele pra mim??

Pra finalizar esse post feio e sem figurinhas fofas que eu adoro colocar, deixo aqui o link do “Cover” do Elton que foi no Faustão domingo e a Daninha me berrou que nem doida pra eu ir assistir… Ficou igualzinho à apresentação que ele queria demonstrar (e eu sei porque tenho esse dvd também). Enfim, CLIQUEM AQUI! E se você não sabe quem é o Elton John saia do computador agora, pare de ouvir a “Dança do Créu” e vá ter um pouquinho de cultura musical!

Enquanto isso eu to na internet de madrugada porque a EBA vai estar em reunião de não-sei-o-que amanhã hoje e não teremos aula! Luv Ya, bye!! =*

Ouvindo: The One – Elton John (linda… como todas!)

ps.: Não se esquecem de passar no blog da Mari para saber da promoção da Melissa não, viu clianças? Só clicar no selinho aí em baixo:

Hey Ya!!!

Em 31.07.2005   Arquivado em Harry Potter, Música

Campanha Hey Ya!!! Nossa, tem 1 semana que eu não posto… típico né? Mas tudo bem, o que importa é que eu ESTOU de volta e com algumas news…
Bem, lá vou eu com o bullying de novo né! Mas é que eu queria “exibir” meu novo selinho masculino que eu fiz pro tio Márcio… Mas como eu não vivio sem o rosa tinha que um toque meu né… Bem, participem tah? WWW.EXPRESSOROSA.COM NO FINAL DA PARTE DOMAIN!
Hoje é niver da J.K.Rowling e do própio Harry Potter. Parabéns para os 2. O tio Arnaldo, que é tio da minha mãe também tá fazendo niver, não me perguntem quantos aninhos tá? Mas parabéns pra ele também. E pras outras pessoas que estão aniversariando muitas felicidades!!!
Ontem foi festinha de niver da tia Carmem. Festa de fam´lia é tudo então não tenho nada a chingar e mil elogios… Limão me pediu uma “mãozinha” no site dele… vamos ver se eu sou capaz… Espero que sim porque ele me pediu com tanata educação. São só 2 imagenzinhas, eu vou passar o link quando ficar prontinho tah??? E lá ganhei meu presente de B-day do tio Luis q eh padrinho, um sonzinho portátil perfeito… que eu estou usando agora.. heheheee!!!!!!! Resumindo foi tudo lindo!!!
Almoçamos num restaurante português hoje, tem aki perto de casa… É tudo de bom mesmo gente! E eu tava mortinha de fome… Nem tô masi depois da bacalhoada e do pastel de Belém (é de lah msmo???)
Eu sou destaque no bloguinho da Cari… OBA OBA OBA! Cah, vc eh tudo viu??? Por falar em Cari eu e ela estamos dividindo uma das Halfs que eu coloquei no Expresso Rosa… Visitem o bloguinho dela clicando na imagem da half do meu perfil!!!
A Luly não tá dividindo half com a Lud“, é não tô mas é porque eu vou fazer uma personalizada pra nós duas… LUD VC EH QUASE TUDO NA MINHA VIDA, SABE DISSO NEH? VOU COLOCAR UM LULY BY LUD AQUI. TUDO QUE VOCÊ PRECISAR EU TÔ DISPONIVEL E NÓS VAMOS TIRARA O HIATUS DO LGSP E DO LUD STAR GIRL JUNTAS TÁ AMIGA? BEIJOCAS AMORONA!!!!!!
Ai ai ai, amanhã lá vou eu pra escola… ninguém merece mesmo uma coisa desas na vida gente… MUITO MENOS eu! Mas isso não importa… deixa eu ver… nhaaaaa, eu fiz um pixlog das “panteras detonando” (eu + bibiti + bebeti). o link eh www.pixlog.net/panterasdetonando. Visitem lah tah??? Tah toom bunitu!
Meu msn tah arrumado, vou entrar assim que acabar de postar aqui tá bom??? Podem add que eu aceito!!!! Tava com saudade já de ficar falando com o povo, rindo demais e servindo de tuto pras minhas AMIGAS. É tudibom!
Só isso, beijocas auaumores! Aí no fim do post tem Staus e a tradução do Dancing Queen… “a” viciada em anos 70 neh!

Status
Visitando: Vagalume.com.br + Princess_modern.zip.net + Blogger.com.br
Pensando: Vou por música hj, EBAA!
Ouvindo: “Can You Feel the Love Tonigth” do Elton John (falei que eu sou viciada em anos 70…)
Querendo: chocolate

Dancing Queen – AbbA
(Tradução)


Abba
Rainha da Dança

Você pode dançar
você pode dançar um “jive”
Tendo o tempo de sua vida
Veja aquela garota
observe aquela cena
Veja a rainha da dança

Noite de sexta e as luzes estão baixas
Procurando por um lugar para ir
Onde toquem a música direito, entrando no “swing”
Você vem para procurar um rei
Qualquer um poderia ser aquele cara
A noite está começando e a música está alta
Com um pouco de rock, tudo está bom
Você está pronta para uma dança
E quando consegue a chance

REFRÃO:
Você é a rainha da dança, jovem e doce
Apenas 17 anos
Rainha da dança, sinta a batida do tamborim
Você pode dançar, você pode dançar um jive
Tendo o tempo de sua vida
Veja aquela garota, observe aquela cena
Veja a rainha da dança

Você é uma provocadora, você os deixa excitados
Deixá-os queimando e então você se foi
Procurando por outro, qualquer um fará
Você está a fim de uma dança
E quando consegue a chance…

REFRÃO

– Comentários

Página 13 de 13«1 ...910111213