Categoria "Leitura"

Vídeo-Tag: Percy Jackson

Em 20.05.2014   Arquivado em Leitura, Memes e Tags, Vídeos

Hello, hello crianças! Vídeo tag divertida e muito especial porque falamos de Percy Jackson!
Desde o fim do ano passado o assunto tem sido muito recorrente aqui no blog porque tô apaixonada pela história desde que li os livros pela primeira vez, então quando achei essa Tag surtei e arrastei a Daninha pra responder junto, lógico!
Mas é o seguinte… Eu tenho plena noção de que pouquíssimos dos visitantes aqui do meu blog leram Percy Jackson e os Olimpianos (e Heróis do Olimpo menos ainda), então já vou avisando: essa tag é impossível de responder sem spoilers porque tem spoilers INCLUSIVE NAS PERGUNTAS, então quem ainda tem interesse em ler eu não recomendo assistir ou ler as quetõeszinhas ali em baixo, hehehe… Já quem leu só PJO e não leu HdO vai fundo porque falamos muito pouco sobre a segunda saga, o foco foi a primeira.
Mas mesmo quem não vai ver o vídeo todo recomendo ver as questões 02 (aos 1:50 minutos) e a 09 (aos 11:30 minutos), porque tem uns momentos divertidos entre irmãs =D

Perguntas:
01. Qual seu livro favorito.?
02. Quem é seu pai divino?
03. Qual foi a coisa mais estranha que você achou que aconteceria nos livros?
04. Como você descobriu sobre Percy Jackson?
05. Qual seu momento favorito?
06. Quem é seu personagem favorito masculino E feminino?
07. Grego ou romano?
08. Momento mais emotivo.
09. Uma arma de sua escolha.
10.Qual personagem você mais odeia?
11. Silena: heroína ou espiã?
12. Quanto tempo você demorou pra ler os livros de PJO e HdO?
13. Qual livro você menos gosta?
14. As séries te ensinaram alguma lição ou moral? Qual?
15. Você está traumatizado?

Ah, eu peguei essa tag nesse vídeo AQUI e traduzi as perguntas bem “livremente” mesmo, mas não fui eu quem criou e nem mesmo sei quem foi, esses são os créditos que sei dar e só. E quem assistir e gostar da(s) série(s) me diz o que achou das nossas respostas malucas e faz favor de responder também!!

Vision to End AIDS

Em 24.04.2014   Arquivado em Leitura

Tem MESES que estou maluca pra contar sobre o #VisionToEndAIDS que a Elton John AIDS Foundation organizou no fim do ano passado, mas queria fazer um post completão e isso requeria a boa vontade de qualquer que seja o sistema de entrega que eles usaram e, depois, dos Correios aqui no Brasil. Mas eu tô passando o carro na frente dos bois, vamos começar do começo…

A Elton John AIDS Foundation é uma organização sem fins lucrativos criada pelo próprio Elton John que roda o mundo tentando ajudar a acabar com a AIDS. Não se trata somente de tratar os pacientes já infectados, mas também tentar IMPEDIR que a AIDS atinja as pessoas através da educação, da aceitação e principalmente, segundo o fundador, do amor. Ele diz que se tivéssemos mais amor uns pelos outros as pessoas que estão mais suscetíveis à AIDS no mundo provavelmente correriam menos risco de serem infectadas e aqueles que já foram seriam mais bem tratados pela sociedade. O que é uma baita verdade.

No fim do ano passado a página do Facebook da EJAF fez um promoção em que ao postar uma foto no Instagram usando um par de “óculos estilo Elton” (ou seja: óculos chamativos) com a hashtag #VisionToEndAIDS sua foto iria para um aplicativo deles da página do Fscebook e estaria ali esperando por curtidas dos visitantes. As dez fotos mais curtidas ganhariam um exemplar do livro “Love is the cure”, de autoria do próprio Elton AUTOGRAFADO e ele escolheria uma dessas pessoas para ganhar também um par de óculos de sol que pertencia à sua coleção pessoal. E logicamente eu não podia deixar de participar, né? Peguei os óculos de plástico que comprei pro show dele em BH ano passado e postei a seguinte foto:

EJAF
via Instagram

O aplicativo é bem inteligente e funciona de forma que não tem como conseguir curtidas através de sites específicos para isso: a pessoa TEM QUE ENTRAR LÁ E CURTIR MESMO. A única coisa que se pode fazer é compartilhar a foto na sua timeline pedindo ajuda, e foi o que eu fiz. Mesmo assim não adiantou e eu estava longe de chegar entre os 10 primeiros, então passaram alguns dias e compartilhei de novo. Foi aí que a coisa aconteceu… Nesse dia alguns amigos meus também compartilharam e pessoas que tinham eles no Facebook mas não me tinham (algumas das quais eu conheço) começaram a fazer o mesmo e em um dia eu tinha a 6ª foto mais curtida da página, de repente. Quando o prazo expirou eu recebi um comentário da própria EJAF no meu Instagram dizendo que eu era uma das dez e pedindo meu endereço. Faltou pouco para eu morrer do coração, era quase natal e eu saí CORRENDO GRITANDO pela casa enlouquecida. Eu já tinha ganhado o livro de amigo oculto do Luke em português (com o título de “O amor é a cura”) e esperava ler em português mesmo, mas ter ele autografado era muita alegria pro meu pobre coração. Eu nem fui a escolhida final pra ganhar os óculos também, mas pra mim isso não fazia diferença, eu tava feliz demais.

Foram passando os meses e passando os meses… O pessoal me respondeu o e-mail falando que tinha enviado o livro e nada de ele chegar aqui. Até que essa semana meu pai me entregou um papel dos Correios pedindo que eu retirasse uma encomenda. Olhei o rastreamento e as dois dígitos finais eram GB: Grã Bretanha. No dia seguinte eu estava na porta com o papel e a identidade nas mãos pra pegar meu livro! Abri o pacote antes de chegar em casa no meio da rua e tive que guardar de novo correndo quando vi o autógrafo porque eu desatei a chorar quando abri, só de pensar que ele tinha tocado naquelas páginas. E vim aqui hoje mostrar essa coisinha mais linda da vida pra vocês:

EJAF

EJAF

EJAF

Com essa chegada eu comecei a lê-lo ontem, só que em português. É simplesmente incrível, conta a história de Ryan White, que foi um garoto que contraiu AIDS através de um tratamento para hemofilia e acabou tendo que sofrer todas as consequências da doença e que foi quem fez Elton John largar a vida de vícios deles em relação a drogas, bebida, comida e tudo, e mais tarde foi grande inspiração da EJAF. Conta também a história da própria organização e de diversas outras que eles auxiliam ao redor do mundo. Quem quiser conhecer mais do trabalho deles é só entrar no site e pra ajudar a divulgá-lo fiquem de olho na fan page onde eles postam suas ações e as datas para fotos no Instagram com a principal Hashtag deles: #LoveIsInMyBlood. Eu já fiz a minha também na última ação que foi no Valentine’s Day, ó ela aí:

EJAF
via Instagram

Rapidinhas de Janeiro

Em 04.02.2014   Arquivado em Cotidiano, Leitura

Hoje as “Rapidinhas” vão ser bem rápidas mesmo porque não tenho tanto assim para falar sobre janeiro… O legal desse mês foi que ele passou arrastado pra mim, demorou horrorosamente e achei bom porque ano passado passou tudo muito rápido e não vi nada, aí gostei disso de ver alguma coisa se entendendo por alguns dias… No geral o mês todos se resumiu em duas dessas coisas que vou contar aí em baixo, então mesmo sendo “parado e longo” foi produtivo, gostei de como o ano começou pra mim.

Rapidinhas de Janeiro

O principal pra mim de tudo o que aconteceu foi ter li os quatro livros já lançados da série “Os Heróis do Olimpo” – na foto aparecem só três deles porque o último tá emprestado. No fim do ano passado eu li, apaixonei e me tornei mais uma grande fã de Percy Jackson e Os Olimpianos, então já esperava amar também essa série que é uma “continuação” da anterior. Ah nem, o trem virou vício, gente! Tô enrolando pra ler novos livros porque ainda não consegui superar que ficarei sem meus heróis até outubro e que quando o último livro chegar vai ter acabado…
Eu pensei em escrever sobre cada livro aqui no blog, mas meu problema é que não consigo reter os spoilers quando é algo que gosto e ficaria ruim pra quem não leu, mas você podem ver minhas opiniões nos históricos de leitura que fiz no Skoob, tem um linkzinho pra cada um deles: O Herói Perdido, O Filho de Netuno, A Marca de Atena e A Casa de Hades.

Rapidinhas de Janeiro

Eu ganhei mais um presente de natal esse mês e foi um presente lindo demais: marcadores do blog!! Agora eu tenho um pacotão de marcadores com a carinha fofa da Kim para distribuir pra tooodo mundo que quiser, e é o que tô fazendo! Tô tão apaixonada que abandonei minha tradição de marcar os livros com “seu” marcador – ou algum parecido que tiver – e só uso essa coisa tchutchuca pra tudo. Obrigada, Gil!!

Rapidinhas de Janeiro

E no meu post de coisas que eu queria fazer esse ano falei que tinha que começar a fazer cadernos artesanais e não é que tô cumprindo? Na verdade nos últimos dias a produção deu uma parada por causa de um acidentezinho que envolveu meu dedo e as portas do carro (dá pra imaginar, né? Não quebrou por milagre, até ganhei o apelido de “Lulu Dedos de Aço” depois dessa!), mas esse aí da foto foram dois dos três primeiros e nenhum deles ficou bom, como dá pra ver, mas nem que eu tenha que desmontar e remontar tudo mil vezes vão sair lindos, tenho até dia 15 para ter vários prontos pro Anime Festival!

Rapidinhas de Janeiro

Falando em Anime Festival… No fim do mês foi aniversário da linda da Mari e passei o dia com ela lá na Cia do Ponto gravando um vídeo lindinho sobre a história da loja, como eles acabaram participando de eventos e já atrás de informações sobre as novidades para esse AF que vai acontecer fim de semana que vem. O bate papo foi longo e o vídeo já editado tá com 25 minutos – socorro – mas ficou bem legal, vai ao ar semana que vem!

Desafio Hunger Games

Em 15.11.2013   Arquivado em Leitura, Memes e Tags

FINALMENTE O DIA DE HOJE CHEGOU, OBRIGADA, SENHOR!! Achei que novembro nunca ia chegar porque estou ansiosíssima para a estréia de “Em Chamas”, filme baseado no livro de mesmo nome e o segundo da trilogia de “Jogos Vorazes” – que no cinema será uma quadrilogia! Dos três esse é o meu livro favorito e já tô com o ingresso pra ver na estréia hoje, aí conto aqui o que achei.
Já fazem alguns meses que esse post está prontinho com esse desafio que eu roubei do blog da Lili, mas eu estava esperando a oportunidade ideal para postar e ela finalmente chegou… São questões rápidas sobre toda a série bem gostosas de responder, na minha opinião só faltou perguntar de qual Distrito você viria (que, no meu caso, é o Distrito 3). Espero que quem leu goste, se identifique com algumas respostas e responda também. E que quem não leu fique doidinho para ler porque não precisa nem de muito tempo pra isso: quando você começa não consegue mais parar e termina rapidão! Vamos lá…
Ah, só uma coisa: spoilers não serão sinalizados, então pra quem tá na metade da série (isso existe? alguém demora mais de uma semana para ler os três? alguém consegue essa proeza?): CUIDADO!

Seu personagem favorito (Your favorite character):
Annie e Peeta, não sei qual dos dois
Seu personagem menos querido (Your least favorite character):
“Presidenta” Coin
Um personagem que você odeia que todo mundo ama (A character you hate that everyone loves):
Prim
Um personagem que você ama que todo mundo odeia (A character you love that everyone hates):
Presidente Snow
Sua cena favorita de briga/batalha (Your favorite fight/battle scene):
Katniss tentando arrancar os olhos do Haymitch o final de “Em Chamas”.
Uma cena que te faz rir (A scene that made you laugh):
Peeta e Katniss citando o que Effie disse sobre carvão virar pérola.
Uma cena que te faz chorar (A scene that made you cry):
Mortes no geral, mas em especial a do Finnick.
Um personagem com quem você mais se parece (The character you are most like):
Delly Cartwright (perguntei pra minha irmã e ela nem pensou pra responder, já foi dizendo a Delly de cara!!)
Sua citação favorita (Your favorite quote):

“Necessito é do dente-de-leão na primavera. Do amarelo vívido que significa renascimento em vez de destruição. Da promessa de que a vida pode prosseguir, independentemente do quão insuportáveis foram as nossas perdas. Que ela pode voltar a ser boa.”

– A Esperança
Peeta ou Gale (Peeta or Gale):
Peeta, né?
Uma coisa que você odeia na série (Something you hate about the series):
A sensação que não sai mais de mim desde que terminei “A Esperança” de que a humanidade não presta. E a narração em primeira pessoa do presente.
Um personagem que você queria que não morresse (A character you wish hadn’t died):
Finnick, por causa do bebê principalmente e também porque né? Um cara bonzudo todo pronto pra ser cheio de si cujo único amor é uma mulher completamente louca é algo de se amar.
Um personagem que você queria que morresse (A character you wish had died):
Gale não me faria falta nenhuma.
Seu tributo favorito (sem contar Peeta/Katniss) [Your favorite tribute (aside from Peeta/Katniss)]:
Annie. Gosto bastante do Beetee também!
Seu tributo menos querido (sem contar Peeta/Katniss) [Your least favorite tribute (aside from Peeta/Katniss)]:
Enobaria
Uma questão que você queria que tivesse sido respondida nos livros (A question you wish had been answered in the book):
Como os rastreadores saem de dentro deles, ou se são desativados ou o que…
A pior morte (The worst death):
Mags, porque você se simpatiza de leve pela velhinha, normal, mas aí quando ela morre percebe que ama aquela diaba! E Finnick por motivos de… De Finnick mesmo!
Uma música que te lembra a série (A song that reminds you of the series):
Alicia Keys – “Girl on Fire”
Seu casal favorito (Your favorite pairing):
Finnick e Annie.
Seu casal menos querido (Your least favorite pairing):
Katniss e Gale.
Um casal que você não entende (A pairing you don’t get):
Os pais do Peeta.
Seu livro favorito dos três (Your favorite book of the three):
Em Chamas, amo aquela arena.
Seu personagem secundário favorito (Your favorite secondary character):
O que é considerado “secondary”? Se for qualquer pessoa que não Katniss/Peeta/Gale então Annie. Se for realmente aquele personagem sem real relevância então Delly.
O personagem secundário que você menos gosta (Your least favorite secondary character):
Plutarch Heavensbee
Seu intérprete dos sonhos (Your dream cast):
Agora já não tem muito o que fazer porque as pessoas já foram sendo escolhidas, então ao invés de mudar o elenco eu vou trocar Joanna por Enobaria, não é ideal mas já me contento com isso.
Sua cena favorita em Jogos Vorazes (Your favorite scene in The Hunger Games):
O beijo da Katniss e do Peeta. O de verdade, que ela não quer que acabe.
Sua cena favorita em Em Chamas (Your favorite scene in Catching Fire):
Finnick chamando pela Annie ao ouvir a voz dela vinda dos pássaros.
Sua cena favorita em A Esperança (Your favorite scene in Mockingjay):
Katniss pedindo pro Peeta ficar com ela na frente do imbecil sensacionalista Gale (aka “Always”).
Sua coisa favorita na série inteira (Your favorite thing about the entire series):
A maneira como você não consegue parar de ler aquilo!!
Um livro/série que você recomenda para os fãs (A book/series that you would rec to fellow fans):
A trilogia “Divergente”. Li os dois primeiros e estou louca para o terceiro sair logo, é ÓTIMA!

Mockingjay
Blusa Hunger Games da Cia do Ponto via Instagram

Cartas ao Harry Potter

Em 29.10.2013   Arquivado em Harry Potter, Leitura

Cartas ao Harry Potter Cartas ao Harry Potter – Crianças do mundo todo escrevem ao bruxo
Autor: Bill Adler
Gênero: Infanto-Juvenil
Ano: 2007
Número de páginas: 190p.
Editora: Novo Conceito
Sinopse: Em uma coletânea muito especial de cartas de crianças de todo o mundo, fãs do muitíssimo popular Harry Potter compartilham com seu herói e mago seus segredos, sonhos, preocupações e fantasias. Para esses jovens leitores, os livros de Harry Potter tornaram-se senhas e portas de entrada para um mundo de magia e de aventuras extraordinárias. Porém, conforme as cartas e entrevistas neste livro encantador mostram, foi no próprio Harry Potter que as crianças descobriram a magia ainda mais incrível — a amizade.
Crianças do mundo inteiro escreveram as cartas. Em Cartas ao Harry Potter há jovens fãs de Potter dos Estados Unidos, Inglaterra, Filipinas, África do Sul, Singapura, Austrália, Estônia, Holanda — de todos os continentes. Para a edição brasileira, também foram incluídas cartas de leitores do Brasil.”
Comentários: Entre todos os livros relacionados a Harry Potter que eu tenho e já li esse foi meu favorito disparado, sem comparação. É um livro lindo, emocionante, acho que mesmo que não é tão fã da saga deve se emocionar com as cartas que tem no livro.
Basicamente é uma coletânea de cartas escritas por crianças e adolescentes e destinadas ao próprio Harry (não à J.K. Rowling, como eu imaginei por um tempo). O livro começa com algumas cartas de crianças mais velhas, algumas já com seus 15 anos, e nitidamente são pessoas que sabem que estão escrevendo para um personagem fictício, a maioria delas com uma entrevista feita pelo autor com a criança em questão e é bem legal ver o que eles achavam que ia acontecer nessa época, uma vez que as cartas foram enviadas antes do lançamento da “Ordem da Fênix”… Algumas chegam BEM PERTO nos seus palpites! Dessas as que mais me emocionavam eram as que eles desejavam boa sorte ao Harry, dava pra ver que era com uma sinceridade absurda que só fãs da saga conseguem ter.
Aí depois começam as cartas de crianças que são de chorar MESMO. Alguns que a professora estava lendo o livro pra turma, outros bem pequenininhos torcendo para receber uma resposta, querendo ter uma prova de que o Harry é real. É lindo ver como as crianças contam da vida delas pro Harry, abrem o coração (achei triste demais um garotinho que conta pra mãe perdeu o bebê!), compartilham suas expectativas e principalmente: dão dicas de como ele pode sobreviver ao final da série, mandam feitiços e poções que eles mesmos inventaram. Nossa, essas eram de longe minhas favoritas!
No final tem umas cartas de brasileiros que foram adicionadas depois e elas são mais recentes, mas bem legais também, principalmente por estarem mais perto da nossa realidade (ainda mais eu que era novinha quando li também)… Estou apaixonada por todo o livro, recomendo para todo mundo que gosta de Harry Potter e quer ficar sensibilizado com essas coisas maravilhosas que são os fãs dele!

Página 5 de 121 ...123456789... 12Próximo