Arvorezinhas Comestíveis

Em 26.08.2016   Arquivado em Escrevendo

Arvorezinhas Comestíveis
Imaginem uma pessoa que gosta tanto de brócolis que tem até em miniatura pras bonecas…

Quando criança eu gostava de montar meu prato criando uma floresta: o feijão era um rio, o arroz as pedras que ficavam ali na beirada e por aí vai. Obviamente, então, era uma alegria pessoal quando tinha couve flor no almoço, porque assim meu cenário estava completo com direito até a árvores! Ai, eu dedicava tanto tempo organizando cada coisa em seu lugar que devia dar até agonia em quem assistia, mas depois comia tudo direitinho sem reclamar, então tava tudo certo. Até que um belo dia quando chegaram minhas arvorezinhas comestíveis percebi que estavam um pouco diferente do normal, bem super verdinhas e um pouquinho mais magras, mas imaginei que fosse um tipo diferente e mandei ver. E foi só quando eu comi que descobri que não era a mesma coisa, não podia ser, porque couve flor era bom, mas aquilo ali… Aquilo era ainda melhor, era maravilhoso!

Engraçado como a gente nem percebe o quanto gosta de uma coisa às vezes, né? Eu acho que aquela nem era a primeira vez que eu comia brócolis na vida, mas lembro muito desse dia e sei que, depois dele, eu sabia que gostava, simplesmente. Com o tempo, porém, eu fui amando devagarzinho… Sempre que ia almoçar fora ele estava no meu prato, quando era servido dentro de casa a refeição era uma alegria, com certeza! Já bem mais velha, na época do faculdade em que eu e uma amiga almoçávamos no mesmo restaurante perto do estágio toda quarta feira, ela comentou com uma colega nossa que se tinham duas coisas que eu comia todos os dias SEM FALTA era isso (e batata). E aí quando tive que fazer uma lista dos meus 5 alimentos favoritos no blog para um desafio semanal que participei, sei lá, eu me dei conta que devia colocar minhas “arvorezinhas” queridas na lista, que elas eram importantes o suficiente para isso. Alguns amigos riram, ficaram admirados e tudo mais, mas é verdade: eu sou mais feliz quando como primeiro a parte de cima e deixo o cabinho por último, porque é o mais gostoso. Quando alguém que nem sabe dessa paixão toda cozinha pra mim (ou pra quem mais estiver ali), ou mesmo quando é alguém que sabe disso! Sou mais feliz quando vamos no nosso restaurante japonês favorito de todos e tem a opção de sushi de brócolis. Sou mais feliz quando abro a caixa de miniaturas das minhas bonecas e lembro que tenho um re-mentzinho pra elas também poderem “comer”. Sou mais feliz com brócolis!

Esse post foi inspirado na proposta #79 do Creative Writing Prompts, que oferece mais de trezentas ideias legais para desenvolver sua escrita criativa. É o entre os 25 que me propus a escrever até outubro de 2018.

BEDA2016

  • Em 26.08.2016 | Uau!! Deixou 30 comentarios, VIP!! | [Citar]

    Gente, brócolis bem feito é vida! Eu não posso dizer que seja meu alimento favorito, mas quando tem no restaurante (porque almoço quase todo dia fora 🙁 …), e é daqueles bem feitos, que estão verdinhos e não amarelados, que estão no ponto certo e não molengas, é perfeito! Faz muito sentido amar brócolis, eu acho!
    Ah, e eu também tenho brócolis de re-ment, são dos vegetais mais fofos!!! Eu nunca lembro de fazer foto de doll com nada (kkkk), mas é bom saber que tem, que, como você disse, tenho minhas arvorezinhas para minhas filhas comerem também! <3
    xoxo

    [Reply]

  • Ana Carolina

    Em 26.08.2016 | Comentou 16 vezes. | [Citar]

    Quando era criança eu também gostava de montar florestas no meu prato, eu chamava o brócolis de arvorezinhas e a couve-flor de florzinhas. Estou feliz de não ser a única assim hahaha
    Viva o brócolis ??

    [Reply]

  • Daninha

    Em 26.08.2016 | Uau!! Deixou 104 comentarios, VIP!! | [Citar]

    E quando se gosta tanto de brócolis que mesmo sem saber cozinhar compra, cozinha e percebe que o cabinho desapareceu, derreteu? E aí come e fica embasbacado com o acontecimento, até que chega o dia seguinte e pela notinha de compras descobre que era espinafre? E quando são 3 pessoas que fazem isso ao mesmo tempo? Como faz?
    É, até mesmo adoradores de brócolis tem dias de luta e dias de glória XD E devo dizer que esses últimos são basicamente quando sua mãe cede à sua pirraça no meio do supermercado de “eu quero brócolis, compra brócolis”…

    [Reply]