5 vezes que a vida me fez rockeira

Em 17.07.2015   Arquivado em Memes e Tags

Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça, meme do Rotaroots que vem e que passa com um doce balanço HEADBANGER DE CABEÇAS SEM PARAR NA BEIRADA DO PALCO \m/ Ainda no clima da semana do rock (porque é um clima permanente, né, migos) hoje nós vamos ver 5 dos vááários momentos em que essa coisa linda chamada “a vida” me fez rockeira! E olha que desde que a primeira delas aconteceu isso vem se repetindo sem parar, mas hoje nós vamos focar nos mais legais, ok? Ok!

"You gotta put your faith in a loud guitar...

Quando fui no meu primeiro show no Matriz

Meu primo tocava em uma banda e eles fizeram uma série de apresentações no Matriz uma época – a bem uns dez anos atrás, parte de uma competição que no final das contas eles ficaram em terceiro lugar. Eu fui na última delas, justo no dia da votação final, e acho que foi a primeira vez que fiquei na beirada de um palco num show em toda minha vida. Mesmo o lugar sendo pequeno foi mágico, hahahaha!
Apesar de que depois que voltei pra casa tive uma experiência horrível sobre a qual não quero falar, vamos focar na parte boa!

O momento em que descobri o álbum “A Heavy Metal Tribute to ABBA”

ABBA foi a primeira das minhas bandas favoritas porque “Dancing Queen” é minha música favorita, então eu passei por uma época de procurar todas as versões possíveis e existentes da música no mundo, até que achei a versão metal. Procura daqui, procura de lá e descobri que ela fazia parte de um ÁLBUM INTEIRINHO só de músicas do ABBA em sua versão “pesada” e fiquei apaixonada, tanto que postei aqui no blog sobre isso.
(Esse post está uma bela porcaria, inclusive, faz parte de um grupo de posts legais e antigos que irei revisar e melhorar assim que tiver um tempo pra isso, ou seja, terminar meu livro.)

O dia em que minha amiga me encontrou no campus do UFMG e disse: Luly, você tá tão metal!

Logo depois que descobri esse maravilhoso álbum anteriormente mencionado eu organizei as músicas de forma que achava que ia ficar legal num show (louca) e coloquei só isso no meu iPod, era a mesma coisa no ônibus todo dia sem parar. Foi num desses dias em que eu estava com meu cabelo recém pintado de pretão e andando pelo campus da UFMG ouvindo música e usando uma camiseta de caveira liiiinda que eu tinha ganhado que topei com uma amiga de colégio. Tirei o fone sem deligar e abracei, conversei até que ela disse:
– Luly… Você tá assim, tão metal!
Eu achei uma observação engraçada e olhei pra baixo pra conferir, e foi quando saiu o som de MUITAS guitarras e baterias do meu fone de ouvido que eu segurava, porque tinha chegado na parte do solo. Minha resposta foi:
– E o visual se completa com isso!
A gente riu e continuou a conversar por uns minutos até perceber que tínhamos que parar porque senão íamos, as duas, atrasar para a aula!

Quando escolhi uma música do Pink Floyd como “tema” do meu livro

E não posso sair dando tantos detalhes porque é spoiler, mas já dei tantas indiretas sobre o assunto aqui que vocês, seus espertinhos, já sabiam do que se tratava. Estou “nos finalmentes” já, fica pronto esse mês, aí depois disso posso procurar uma maneira de publicar logo para vocês saberem todos os motivos dessa escolha.
Além, é claro, do fato de que Pink Floyd é ótimo e música é uma coisa bem forte na minha vida, então teria que ser na primeira das minhas histórias também!

E aquele dia em que fiquei quase colada no palco no show do Scorpions

Tirando uma garota que prometeu bater em quem a empurrasse e o rapaz enorme que estava do lado dela NADA me separava da grade onde, logo ali do outro lado, Klaus Meine cantava lindamente e sem parar em cima do pouco. Eu já fui em alguns shows que para mim foram até mais emocionantes do que aquele, mas nunca a vida me fez tão rockeira como naquele momento. Era chifrinho com os dedos e cabeça batendo e garganta doendo de gritar e pé pulando e tudo ao mesmo tempo sem parar porque foi MARAVILHOSO mesmo com as 24 horas e 30 minutos de atraso.
Eu contei a saga do show toda AQUI.

O tema desse post foi um dos Memes propostos esse mês do Rotaroots. Para ficar por dentro dos temas é só entrar no Grupo do Facebook!

  • Clay

    Em 17.07.2015 | Uau!! Deixou 164 comentarios, VIP!! | [Citar]

    Eu até estava interessada nos 5 motivos, mas parei de ler quando cheguei na parte de que vc lançará um livro
    SÉRIO MESMO?
    Vou querer o meu com dedicatória =D

    Voltando a publicação, eu fiquei no portão tbm.. mas pro Slipknot hahaha

    [Reply]

  • Luly

    Em 17.07.2015 | Administradora do blog. | [Citar]

    Clay on July 17, 2015 at 9:58 pm said:

    Eu até estava interessada nos 5 motivos, mas parei de ler quando cheguei na parte de que vc lançará um livro
    SÉRIO MESMO?
    Vou querer o meu com dedicatória =D

    Voltando a publicação, eu fiquei no portão tbm.. mas pro Slipknot hahaha

    Primeiro preciso que alguma editora aceite publicá-lo, né, kkkk!! Assim que isso acontecer vai ter dedicatória pra todo mundo!

    [Reply]

  • Thay

    Em 17.07.2015 | Uau!! Deixou 73 comentarios, VIP!! | [Citar]

    Ah, vai dizer, essa vida de rockeira é boa demais! São tantas as músicas, os shows e os momentos que eu ainda não consegui escrever meu post sobre o tema, haha. Mas acho que no meu caso tudo começou em casa mesmo com meu pai colocando Eric Clapton e Queen pra tocar no vinil mesmo. E, gente, mega curiosa pra saber do teu livro!! <3

    [Reply]

  • Renata

    Em 17.07.2015 | Uau!! Deixou 144 comentarios, VIP!! | [Citar]

    Tive uma fase rockeira, lá pelos meus 16-17 anos, tipo DEZ ANOS ATRÁS! Quando eu ia pro Piauí Pop e ficava de tela pro palco curtindo shows de bandas nacionais que eu amava na época (algumas eu ainda amo). Dei uma lida no post do show e me lembrei que eu já tinha lido xD
    ;*

    ps: quero que seu livro saia logo. Quero me sentir na cena do zoo!

    [Reply]

  • Camila Tuan

    Em 17.07.2015 | Uau!! Deixou 32 comentarios, VIP!! | [Citar]

    Que massa esse meme.
    Eu tive minha fase do rock, mas não me considerava roqueira.
    Gostava e gosto até hoje de rock, acho que tenho várias lembranças de quando a vida me fez roqueira rs.

    Beijos

    [Reply]

  • Bianca

    Em 17.07.2015 | Uau!! Deixou 96 comentarios, VIP!! | [Citar]

    Que legal que você vai lançar um livro, fiquei curiosa, vou querer ler hehe.
    Eu também já tive uma fase mais roqueira hehe.
    Beijos

    [Reply]

  • Carol R.

    Em 17.07.2015 | Uau!! Deixou 123 comentarios, VIP!! | [Citar]

    Fiquei curiosa nesse livro
    bjs

    [Reply]

  • Camila Faria

    Em 17.07.2015 | Uau!! Deixou 131 comentarios, VIP!! | [Citar]

    Hummm… tema do Pink Floyd, é??? Bom demais. Já estou curiosíssima a respeito do livro!

    [Reply]

  • Carol Espilotro

    Em 17.07.2015 | Comentou 13 vezes. | [Citar]

    eheheh que bacana o post, curti saber de tudo isso. Sou rockeira desde os meu 12 anos, mas atualmente escuto todos os tipos de rocks, não fico só no clássico.

    Sucesso com o livro!

    bjs, Carol | Espilotríssimo
    http://www.carolespilotro.com

    [Reply]