Posts de September de 2017

Rapidinhas de Agosto

Em 26.09.2017   Arquivado em Cotidiano

Estamos quase em outubro? Estamos! Vou fazer o resuminho de agosto mesmo assim? Vou! Porque, vejam bem, eu planejei fazer posts separados sobre quase isso tudo no BEDA e… NÃO TEVE BEDA! Não dei conta, fiquei mal, negligenciei todas as coisas, continuo negligenciando, me desculpem. Dias melhores virão! Mas enfim, como não deu pra dar posts específicos sobre cada uma dessas coisas, ‘bora contar um resuminho nessas Rapidinhas queridas que tanto gostamos.

Rapidinhas de Agosto

Comecemos com Praça da Liberdade! Meu lugar favorito do mundo que foi “sub-tema” do 6 on 6 de julho desse ano chega em agosto na sua época mais linda de todas: a floração do Ipê Rosa! Tem coisa mais gostosa do que passar por onde você já se sente bem sempre cercado pela sua cor favorita? Sério, não tem! E eu fui lá várias e várias vezes nesse período, o que logicamente resultou em várias fotos. Porém quando começou a do Ipê Amarelo, que é meu favorito, não consegui nenhuma, mas tudo bem, fica pro ano que vem…

Rapidinhas de Agosto

Em comemoração à “nova” (entre aspas porque até já acabou) temporada de Game of Thrones, tinha um Trono de Ferro super realista pra gente tirar foto lá no BH Shopping. Acontece que eu NUNCA ASSISTI GOT, gente, tentei ler o primeiro livro e achei muuuuito massante e chato, então acabei enrolando pra ver a série… E até hoje nada! Eu sei que assistir é mais fácil que ler, pretendo fazer isso um dia (juro), mas ainda não rolou. Ainda assim fui lá posar bem soberana, pra deixar claro que a “Casa Lullister” chegou pra botar ordem! Teve até look desse dia aqui no blog, quem viu? (Parênteses pra dizer que mesmo não tendo assistido AINDA eu sei mais ou menos os plots da história, claro. Acho até que vou gostar. Não ia posar que numa parada que nem sei o que é, né?)

Rapidinhas de Agosto

Em agosto chegou aqui em casa uma caixa super especial do The Insiders Brasil com Lipton chá quente pra eu experimentar! Gente, eu gostei tanto, mas TANTO, que passei a comprar os chás deles pra tomar de vez em quando e ainda fiz minha mãe se apaixonar junto! Ela ficou super gripada esses dias e tomou um de limão com gengibre pra ajudar na garganta, enquanto eu sempre pego meu favorito de camomila e mel quando estou MUITO ansiosa. Foi ótimo ter tido a chance de testar porque acabei virando cliente fiel, muito delícia ganhar mimo e ainda gostar?

Rapidinhas de Agosto

E agora, a parte mais importante do mês… BlytheCon Rio! A convenção anual de colecionadores de Blythes (e outras fashion dolls) desse ano foi na Cidade Maravilhosa e aguardamos por esse momento por 10 meses, desde que rolou a de 2016 aqui em BH. E, oh, valeu a pena… QUE EVENTÃO DA PORRA! Encontros com gente querida que não podemos ver quase nunca, finalmente conhecer ao vivo quem já adoramos via internet, muitos sorteios, MUITA alegria, teve até samba no pé com a presença da Bateria da Portela! Sério, a comissão ARRASOU, foi chuva de risos, sorrisos e elogios! Na foto estou com com a Kimberly, minha doll favorita, que participamos super idênticas do Concurso de Mini Me.

Rapidinhas de Agosto

Na verdade todos os dias que passei no Rio foram tão importantes pro meu coração e pra mente como o dia da BC em si. Estar naquela cidade restaurou minha alma! Eu decidi, como disse no post passado, que faria mais que sobreviver: eu agora quero querer viver! E percebi lá, por causa de toda aquela alegria! Na verdade o Rio sempre me faz bem, queria poder ir mais e mais vezes para estar com pessoas (e lugares) que tanto gosto, mas que só posso usufruir da companhia de vez em quando… Te amo, Rio! E amo sua umidade, que faz tão bem pro meu nariz… Ai, que saudades.

Outras coisas legais de Agosto

ADIVINHA que saiu na Record falando do uso de transportes por aplicativo e o desejo zero de ter carro? Eu mesmíssima! A reportagem está disponível no R7 e passou na tv não só em Minas Gerais, mas em diversos outros lugares do Brasil. Um tanto de gente que eu nem esperava viu e veio me falar depois! Eles vieram aqui em casa e conversaram comigo um pouquinho sobre isso de nunca ter tido interesse de tirar carteira, não ter paciência alguma com trânsito e, claro, do uso de apps como o Uber. Parece que sou riquíssima e usuária assídua, mas sejamos sinceros: o aplicativo de “mobilidade” que mais uso é o de horários de ônibus da BH Trans, hahaha!

100 dias para o fim do ano e um desabafo

Em 22.09.2017   Arquivado em Escrevendo

100 Dias para o fim do ano

Pois bem, eis que nossa neve metafórica derreteu de vez, o equinócio de primavera brilhou no céu e daqui a pouco estaremos ouvindo “Então é natal… E o que você fez?” tocando em todas as lojas. Faltam 100 dias para o fim do ano e eu, no fim da contas e mais do que nunca, não sei o que responder para essa pergunta tão repetida por Simone e, antes dela, John Lennon. Em 2017 eu não tenho a mínima ideia de que merda eu fiz!

Não vamos negar que quando tudo começou parecia muito que ia ser maravilhoso. Registei algumas promessas para mim mesma, meio que tentando transformar desejo em metas, pra fazer isso acontecer. Eu seria menos ansiosa, escreveria mais, ia estudar e passar num concurso que simplesmente tinha nascido pra mim e curtiria ainda mais as poucas coisas que tinha curtido em 2016. Tive as mini “férias” mais gostosas possíveis, tava tudo muito bom e tudo muito até que depois do carnaval simplesmente… Despencou!

Durante quase dois terços dos seus 365 dias, dois mil e dezessete foi um poço de transtornos que levaram tudo ao pior cenário possível. Eu nunca mais escrevi nada que me fizesse feliz. Eu simulei quase todos os sorrisos que surgiram no meu rosto, eram sorrisos dados apenas com a boca, não com o brilho no olhar. Entrei em total desespero com o cancelamento do concurso supracitado e cada nova chance que aparecia na minha vida de trabalhar com algo que gosto foi arrancado antes que eu conseguisse me sentir estável e realizada ali. Eu cheguei no meu limite, na beira do abismo pronta pra desistir de tudo (mesmo), e isso só não aconteceu porque a chegada da Arwen salvou minha vida. Ainda que eu não me sentisse boa o bastante pra ela queria ser o melhor possível porque ela é melhor impossível pra mim.

Ter feito aniversário esse ano foi muito louco porque eu sabia que não queria ter chegado ali, mas tava feliz em ter chegado de qualquer forma. Essas pequenas ambiguidades da vida. A partir daí, contrariando completamente a teoria do fim do inferno astral, a coisa coisa conseguiu piorar ainda mais. Eu magoei todas as pessoas das quais eu gosto torcendo internamente pra que elas deixassem de gostar de mim, porque sem precisar atender expectativas eu poderia ser a pessoa horrível que eu sentia que era. Pra falar verdade eu lado de mim, o lado da ansiedade (e da depressão que ela causou) nem gostava dessas pessoas, então por que não podia ser recíproco, né?

E aí… Eu tive uma epifania!

Estava eu no fundo do poço, depois de ter vivido meu primeiro dia feliz de verdade em VÁRIAS E VÁRIAS SEMANAS, quando caí na real sobre várias coisas que a gente já sabe e muitas vezes não consegue lembrar. Eu percebi cada uma das pessoas que contribuiu para o momento incrível que estava vivendo. Percebi as que contribuíram para vários outros momentos incríveis que já tinha vivido, mesmo que na hora eu não conseguisse me sentir bem assim. Eu estava vivendo pelos outros mesmo sem querer, e não tinha como mudar isso da noite pro dia. Mas naquele momento, diante de uma vista fudida de tão maravilhosa, eu decidi que queria querer viver. Não sobreviver, mas viver de verdade. E esse era o primeiro passo pra reverter o cenário deplorável que tinha se instalado ali.

(Calma que não deu certo ainda, não. Mas essas coisas que vêm de dentro são conquistadas assim… “Despacito!” O que vale é continuar tentando, entre uma recaída e outra.)

Nem consigo definir meu objetivo com isso aqui. Um desabafo? Estou apenas me aproveitando da quase contagem regressiva pro fim do ano pra ter algo pra postar? Reflexões em tempos de Setembro Amarelo? Sei lá! Mas aqui está, então que assim seja. Só quero de verdade que os próximos três meses sejam tudo que alguns dos anteriores não foram. Que tudo melhore pra mim porque, sabe, acho que eu mereço. Eu sou uma boa pessoa, mesmo que algumas ligações falhas do meu cérebro nos provem o contrário, de vez em quando. Que tudo melhore pra vocês, mesmo que já esteja bom, porque no fim das contas todo mundo merece! Que melhore o coração das pessoas que parecem que não o têm, pra que elas consigam saber o que é amar. Que melhore pras pessoas que o têm, poque é o coração delas que pode melhorar todas as coisas do mundo.

Psiu! Prestenção!

Sabe esse caderno aí da foto, esse mesmo de passarinhos? Pois é, ele e vários outros tão lindinhos quanto estão à venda na minha lojinha virtual! Vem conhecer, é só acessar expressorosa.iluria.com!

Wishlist 3×3: Fashion Dolls e afins

Em 15.09.2017   Arquivado em Dolls

Colecionar bonecas é um caminho quase sem volta… Você se apaixona, pesquisa sobre, se assusta (muito) com os preços e, quando viu, tem sua primeira na estante. Jura que ela será única, claro, mas aos poucos vai nascendo uma família, e foi o que aconteceu comigo. No início, fazendo estágio e sem boletos pra pagar, eu gastava quase todo meu dinheiro com isso, mas a vida adulta de hoje não permite, né? Ainda bem que a Wish List foi ficando cada vez menor enquanto a quantidade de mini porcaria crescia, mas é claro que ainda tem uma “coisinha ou outra” que continuo querendo, ninguém é de ferro! E como estou empolgada com a BlytheCon Rio que foi no fim de agosto (tenho que postar sobre!) e o Projeto Psique que tá pra voltar resolvi entrar no embalo de vez e mostrar não só as Fashion Dolls que ainda quero, mas também o que compõe o mundo delas!

Wishlist: Fashion Dolls

01) Byul Paulia: Eu fiquei apaixonada por essa Byul desde que ela foi lançada em 2010 e ela já saiu e entrou na lista de desejos algumas vezes… Hoje é a única boneca que eu ainda QUERO MUITO MESMO TER! Já planejei tudo, que ela vai ter os cabelos rosa clarinhos e se chamará Lulu… Egocentrismo, né mores! Mas fala sério, não é linda? O que eu mais gosto nela é a cor da boca, é a única Byul que tem um “batom” escuro e alegre assim ao mesmo tempo! (Foto do Pullip Style)

02) Little Byul Garcon: As pessoas demoraram muito pra cair nos encantos das Little, e comigo isso foi acontecer quando saiu essa versão mini das Byuls, que é meu modelo de Fashion Doll favorito de todos! Esse é parte de um set Cinderela que a Groove lançou há uns anos e eu amo porque é um menininho! Tão difícil isso! Quando tiver o meu vai se chamar Bilbo, é cara dele e uma homenagem a um universo que amo. Ou, como diria uma amiga minha, Byulbo! (Foto da Ichigo Toys)

03) Zombie Gaga: Eu já falei aqui no blog da Monster High da Lady Gaga, que não só foi idealizada pela irmã da artista como também aborda um conceito incrível de valorização de diferenças que tem tudo a ver com essa linha da bonecas… E ELA É MARAVILHOSA! É bem cara também, mas não tem problema, quero mesmo assim… Estou morrendo de dó da Gaga ter desmarcado o show no RIR hoje, tanto por ela quanto por mais ou menos metade dos meus amigos que tá lá no Rio pra vê-la e meio que “perderam a viagem”. Muito triste! (Foto da Mattel)

04) Barbie Luciana: Porque é minha xará, gente! Na verdades quero as duas Barbies Luciana: não só essa Fashion Mode como também a Luciana Brasleira carnavalescca que saiu ano passado e é mais linda ainda. Eu não sei tara é essa que a Mattel tem de colocar esse nome nas bonecas colecionáveis deles, mas eu fico feliz demais em “me ver” nelas. Demonstra um bom gosto indiscutível por parte da marca, não é mesmo? E sempre são desejáveis. (Foto do Barbie Collection)

05) Obitsus 23cm: Várias da minhas Byuls ainda não têm corpos trocados, e quero muito! Pra quem é leigo pode não ter diferença mas colecionadores vão entender meu “drama”. No total eu “preciso” de três pras que já tenho e mais um pra que ainda quero, hahaha. E hoje, enquanto procurava as fotos desse post, descobri que existe também um de 24cm, então fiquei desejando pra uma delas ficar um pouquinho mais alta que as outras… E ele é lindo, mais “coxudo”, ah, eu amo! (Foto da Ichigo Toys)

06) Peruca mohair preta: A Esmeralda, minha Byul Tiger Lily, tem um tom de pele lindo de índia, e eu acho um desperdício não valorizar isso perto de tanta doll branquela. Sinto que com a peruca certa ela vai se transformar completamente. Por isso queria dar um mohair pra ela, que nem essa da foto, ou algo bem “bagunçado” igual. É uma boneca incrível demais pra ficar presa no cabelo sem graça que tem originalmente. (Foto da Pullip Art)

07) Set de mãos para obitsu 27cm: Apesar de só ter uma doll que usa o Obitsu 27cm, que é o mais “alto” deles nessa escala 1/6, ainda tem um set de mãos que não tenho e vale a pena comprar. Principalmente, confesso, por causa desse “V” com os dedinhos, acho muito fofo. (Foto do Dollfie World)

08) Customização da Joanne: Bom, vemos aqui um item que não sei se quero de verdade. A Joanne foi minha primeira Byul e sempre vem e vai uma vontade louca de mandá-la pra customização pra ganhar sardas! Já até fizemos uma simulação e ficou legal, mas sempre fico sem saber… Primeiro porque customizar exige muitos cuidados posteriores e segundo que ela usa óculos. Eles não ficam o tempo todo no rosto dela pra não estragar, só na hora das fotos e de encontros de colecionadores, mas aí fica a dúvida: será que esse tira-e-põe ia prejudicar a nova “maquiagem”? Nunca me decido quanto a isso…

09) Blythe Bow Wow Trad: Pra ser bem sincera eu não sinto TANTA vontade de ter uma Blythe, mas estava ficando sem itens pra essa lista (olha que humilde!)… Então resolvi citar a favorita! Eu sei que nunca terei porque a BWT é uma boneca MUITO CARA MESMO, mas sou apaixonada por ela. Porém de qualquer forma estou aceitando qualquer uma de cabelo pretinho ou colorido de uma cor que gosto, sem preconceitos, claro. (Foto do Blythe Happy)

Pra quem quiser conhecer minha familinha de Fashion Dolls é só acessar o meu muito abandonado Flickr ou o post onde mostrei todo mundo. E só um lembrete assim, nada relacionado com o post, mas meu aniversário é 10 de julho, tá? =D

Psiu! Prestenção!

Com exceção do item 08, as fotos usadas nesse mosaico foram tiradas de vários sites diferentes em setembro de 2017 e todos eles foram sinalizados ao longo do texto. Se você é o autor de qualquer uma e não gostaria de vê-la aqui, por favor, me avise para que eu possa retirar!