Posts de August de 2017

Lipton Chá Quente: Chá com a gente!

Em 30.08.2017   Arquivado em Publicidade

Apesar de fazermos parte de um país onde as pessoas tradicionalmente preferem o café, cada vez mais eu vejo adoradores de chá surgindo por aí… E quando se trata de Iced Teas a Lipton é meio que líder no seguimento, né? Agora eles estão lançando também uma linha com 12 sabores de infusões de chá quente através do “Manifesto Chá com a gente”, que quer “modernizar” o consumo trazendo pro dia a dia de todos, independente da idade. Eu já estava vendo essa campanha rolando pela internet e quando fui selecionada para participar dela pelo The Insiders Brasil fiquei MUITO feliz e ansiosa para receber. Foram duas caixas de sabores aleatórios com dez sachês cada para mim e cinco individuais variados para dividir com um amigo, e eu dei pro meu querido (Menino) Gil porque ele simplesmente ama!

Manifesto Chá com a gente: “REVITALIZE seu corpo e sua mente. Pare, repense e reconecte-se com as pessoas. Tenha coragem para fazer acontecer. NÃO DESISTA. IMAGINE, busque novos jeitos de fazer as coisas e veja o cotidiano de OUTRAS PERSPECTIVAS. Mantenha o brilho nos olhos. >Seja autêntico, honesto, real. Não prometa mudar o mundo, mas pequenas atitudes devem ser consideradas como um começo. Seja otimista por opção e veja sempre a ‘xícara’ meio cheia. Seja aberto. Tenha uma atitude positiva e humana com a vida. VIVENCIE, experimente novas ideias e sensações. Viva a vida no ‘estilo chá’. #ChaComAGente – retirado do hotsite do manifesto.

Lipton Chá Quente

Para mim chegou Frutas Vermelhas e o “Amazingly Grey”, um chá preto sabor bergamota (que aqui no meu país Belo Horizonte se chama mexerica). Frutas Vermelhas foi o primeiro que provei porque costumo gostar de quase tudo nessa categoria, menos chás, e esse (confesso) não foi diferente. Não consigo entender, acho que é um problema mais meu do que das infusões em si, um bloqueio ou sei lá… Não sou muito fã normalmente e não fiquei muito fã desse também. Já o Earl Grey eu simplesmente AMEI! Muito gostoso mesmo, o cheiro dele é incrível e quase já dá pra sentir o gostinho antes de provar… Engraçado que quando abri a caixa fiquei pensando em todos os outros que queria mais, mas foi uma surpresa muito positiva, fiquei feliz em conhecer porque dificilmente arriscaria comprar, ia perder essa delícia!

Lipton Chá Quente

Para o Gil veio, além dos que recebi, camomila, verde com hortelã e camomila e mel, e esse último eu pedi pra trocar por mais um de cada dos meus porque tava DOIDA pra provar! Já tem um tempo que minha ansiedade tem me dado vontade de aderir ao chá de camomila, e com o docinho a mais do mel pensei que ficaria melhor ainda… E ficou! Foi meu favorito dos três, com certeza irei comprar mais. Além disso estou de olho também em outros sabores, principalmente os que envolvem hortelã, que é meu tipo preferido, e limão, minha fruta favorita. Essa campanha da Lipton trouxe na minha vida a vontade extrema de me tornar adepta ao consumo! É saudável, é gostoso e escolhendo o certo pode ajudar em diversos aspectos da vida… Já já tô que nem a Mimia, minha Pullip inglesinha da foto acima, servindo chá das cinco todo dia!

Lipton Chá Quente

Sem contar que tem RECADINHOS nas etiquetas das infusões, gente, olha que fofura! Em português e espanhol, dá vontade de presentear os amigos pra ver o que vai sair… Nossa, Lipton, sério, te amo! Hahahaha!

Psiu! Prestenção!

Os sachês de Chá Quente foram enviados para mim pela Lipton através de uma campanha do The Insiders Brasil para que eu pudesse testar, divulgar e dizer o que acho sobre ele no Instagram. As opiniões expressas aqui, porém, são MINHAS, 100% sinceras após alguns dias de uso, e nesse caso sequer havia a necessidade de escrever um post pro blog sobre o assunto, fiz porque quis!

Wishlist 3×3: Roupas de Cama

Em 22.08.2017   Arquivado em Cotidiano

No início desse ano aconteceu um upgrade enorme na minha vida quando passei da minha cama de solteiro (que era bem amada sim!) direto para uma Queen Size enorme e maravilhosa! Ocupa quase o quarto inteiro? Ocupa! Eu preciso disso aqui, só eu e a gata? Bom, precisar não preciso, não, mas bem que gosto e muito! Haja espaço, gente, que maravilhoso é! Sendo assim iniciou-se uma nova fase da minha vida onde fiquei a louca das roupas de cama! Todas as que tenho “herdei” da minha mãe – a cama era dela, que não se acostumou e me deu – e bem bonitinhas, mas sempre me pego buscando nas internets afora por outras… Enquanto não fico rica pra sair comprando tudo não custa sonhar na primeira Wishlist de “vida adulta” que posto aqui!

Wishlist: Roupas de Cama

01) Pink Floyd Bedding Set, da Block of Gear: Essa foi o jogo de roupas de cama que eu mais quis na minha vida… Não gosto tanto da ideia de todas as peças serem idênticas mas assim, fala sério, é DARK SIDE OF THE MOON, gente! Cês têm noção que eu dormiria com o Pink Floyd toda, noite? Quero!

02) Jogo de Cama Harry Potter “Hogwarts”, da Riachuelo: A Riachuelo vem quebrando a internet e os bolsos dos fãs de Harry Potter ultimamente, cada dia um lançamento diferente. Mesmo eu AMANDO a série não costumo pirar tanto quanto a maioria nessas coisas, mas né… A troca de camas fez o jogo virar! Amei esse conjunto de lençóis e PRINCIPALMENTE o edredom que não estava no site, mas é lindão!

03) Jogo de cama simple Color Pink, da Riachuelo: Ele é simples. Rosa choque, apenas. Mas eu AMO! Se pudesse minha cama estaria cor-de-rosa em tempo integral porque é minha favorita, e esse tom “PÁ” assim é o que mais gosto! Sem contar que tenho uma colcha que ficaria liiiinda com ele…

04) The Beatles A Bedding Set, da Block of Gear: Mais um jogo de cama musical, dessa vez com minha capa favorita dos Beatles… Nesse o que achei mais legal forem as fronhas serem diferentes do resto, mas ainda assim combina bem, combina certo.

05) Jogo de Cama Harry Potter Cinza Warner, das Pernambucanas: É, Harry Potter de novo… Mas é que a linha das Pernambucanas tá tão linda quanto a da Riachuelo e bem mais barata! Eles também têm um edredom que não achei foto, mas fica incluído aqui nos desejos. Não precisava das duas, claro, mas colocaremos ambas, quem sabe um dia, o que vier é lucro!

06) Jogo de Cama Mix Rosa, da Vida e Cor: Essa wishlist tá meio louca misturando itens muito espalhafatosos e “teen” com outros super básicões, né? Mas é assim que tem que ser porque OLHA QUE COISA MAIS LINDA! É rosa, um rosa elegante e alegre ao mesmo tempo, praticamente foi feita pra mim!

07) Jogo de Cama Persy, do Shop Time: Esse jogo em especial, se somado a dois dos que já mostrei aqui hoje, só prova que sou uma pessoa extremamente previsível cromaticamente falando. Eu confesso que acho difícil gostar de temas florais para mim, mas a delicadeza era tamanha que o coração bateu mais forte.

08) Black Quilted Leather Queen Duver, da Cafepress: Além de rosa minha segunda cor favorita é preto, funciono extrema desse jeito: meio Barbie, meio vibe roqueira! Brincadeiras às parte, esse edredom simulando couro achei tudo nessa vida, imagino que deve dar um efeito irado, com o quarto super bonito!

09) Cat’s Side, My Side Queen Duvet, da Cafepress: E pra finalizar, uma homenagem à outra dona dessa cama: a Arwen! Isso é uma representação perfeita da nossa vida aqui juntas, uma vez que eu fico no “meu lado” pequetitinha e ela fica em todo o resto, seja com sua presença linda (e peluda) ou espalhando milhares de brinquedos e porcarias… Não achei visualmente bonito, não, confesso, mas tendo em vista o que representa, tem como não amar?

As fotos usadas nesse mosaico foram tiradas de vários sites diferentes em agosto de 2017 e todos eles foram sinalizados ao longo do texto. Se você é o autor de qualquer uma delas e não gostaria de vê-la aqui, por favor, me avise para que eu possa retirar!

Inclusive, saudades (I)

Em 17.08.2017   Arquivado em Escrevendo

Inclusive, saudades!

É como se um trem viesse em alta velocidade e você precisasse pular nele ainda em movimento. São meses se preparando para aquilo, para embarcar naquela viagem mais empolgante impossível, planejando tudo e só o que se consegue pensar é nos momentos maravilhosos que estão por vir, dos quais morre de saudades. Até que, finalmente, se encontra na beirada dos trilhos, correndo com os cabelo ao vento, enquanto ele vem em sua direção de portas abertas. Você estica os braços, agarra a barra de apoio e se joga por inteira lá dentro, o coração batendo descontroladamente e as borboletas na barriga fora de si. Sim, está acontecendo. Chegou a hora.

Você entra e é tão maravilhoso quanto esperava. Sem roteiro, sabe? Apenas acontece, não tem espaço pra nada negativo, só risadas e sorrisos. Mas todo embarque tem seu desembarque e chega a hora de saltar dali de novo, e é isso que você faz, naquele mesmo ponto de onde tomou o impulso que te levou a viver essa experiência. E por mais que saiba que foi real, que se lembre de cada segundo, não consegue assimilar. Podem ter sido dias, mas parece que foram horas, ou minutos, ou só um sonho que a gente nunca sabe quanto tempo durou, parece que você sequer saiu da borda da entrada, ou mesmo do ponto de onde pulou. O aperto é tanto que fica difícil pensar no quão maravilhoso foi, é quase impossível achar palavras que descrevam o que domina a mente e o coração, e tudo o que você quer é digerir, acreditar nesse algo lindo que assim merece ser lembrado.

Eu achei que esse trem não passaria mais nos trilhos da minha vida, assumi que não precisaria escrever essa história, mas não teve como fugir uma vez que ela resolveu se estender e tomar conta dos meus sentimentos, se escrevendo sozinha enquanto o tempo passava. Sempre tive muita dificuldade de aceitar que o “Fim” tinha chegado mesmo quando sabia que era até melhor assim, mas por algum motivo cismei em colocar pontos finais em cada nova fase do nosso trajeto, e felizmente fui conseguindo apagar todos eles para substituir pelas vírgulas mais bem vindas de todas, ou até transformar em reticências. Ainda que essas as reticências deixem de ser três pontinhos para se tornar um só de novo, o que realmente importa é que existiram, bem desenhadas e carregadas de significados.

A verdade é que quanto mais ela se escreve, mais vontade eu tenho de pegar a caneta e me jogar nela. Eu me apaixonei pelo embarque nesse trem desgovernado que vem e vai sem eu saber a direção… Por olha-lo de costas como se admirasse meu próprio céu estrelado, pelo seu sorriso que aparece de repente e ilumina todo o rosto, cada pedacinho dele. Me apaixonei pelas suas mãos que só de encostar em mim me arrepiam por fora e por dentro, por aquele ar sério que de início me intimidava tanto, pela cor daquele olhar que está sempre diferente, pelo som da respiração que muda a cada situação. Estou apaixonada por cada embarque nele e por ele inteiro!

Inclusive, saudades!

Quem me ensinou a gostar de ler…

Em 16.08.2017   Arquivado em Escrevendo

Quando criança eu adorava ler gibis da Turma da Mônica e nada mais. Sério, eu podia passar horas afundada nas revistinhas, sempre ganhava o Almanaque de Férias quando chegava a hora, me divertia mais com os quadrinhos do que com as atividades, mas só isso. Na escola a gente tinha que ler um livro todo mês e fazer resenha/ilustração sobre ele, e eu escolhia o menor e mais simples entre as opções disponíveis, para simplificar o trabalho. Pegar um por conta própria, por diversão? Jamais! Era melhor usar meu tempo brincando de Barbie, obrigada! Escrever era outra coisa, amava e fazia bem feito, mas nem sempre uma coisa está ligada à outra e no mais caso não estava.

Meu pai, por outro lado, sempre leu de tudo. Nos fins de semana você sempre achava ele em casa ouvindo música, vendo futebol ou deitado com um livro nas mãos. Eu sabia que ele gostava de Saramago, que não precisava de nada pra enxergar bem ao contrário de todas nós, que iria levar a sério e até o final qualquer conjunto de páginas que caísse nas mãos dele. E não conseguia entender aquele fascínio mesmo assim…

Ele tinha uma edição de “Reinações de Narizinho”, do Monteiro Lobato, e me deu de presente. Eu tentava ler algumas páginas todas as noites, mas simplesmente não rendia… Acho que nunca me identifiquei tanto com o Sítio do Pica Pau Amarelo porque os valores da época já eram MUITO diferentes dos meus, mesmo tão novinha, mas insistia. Como incentivo ganhei o “Viagem ao Céu” novinho em folha para continuar a história quando acabasse o primeiro, e isso ficou na ideia porque nunca aconteceu. No desespero de me ver interessada pela coisa ele começou a comprar a Revista Recreio pra gente, que sempre vinha com uns fascículos da Varig que diziam que “Quem lê, aprende voando”, frase que eu já achava incrível, mesmo que não me identificasse. Foi numa dessas revistas que eu li sobre a série Harry Potter pela primeira vez, e enquanto fazia isso ele surgiu atrás de mim dizendo “Eu vou comprar esse livro pra você! Tá todo mundo falando dele, desse você vai gostar!”, a empolgação era evidente.

No fim daquele ano a irmã dele, minha madrinha, acabou fazendo isso. Me dar “A Pedra Filosofal” de presente, quero dizer. Meu pai terminou de ler antes de mim, que demorei 10 meses pra isso, e ameaçou que eu não poderia ver o filme com meus amigos até que terminasse. Às vezes acho que ele se arrepende um pouco de todo esse incentivo, tendo em vista que eu reli a história mais seis vezes antes de ganhar os outros. Tendo em vista que até hoje isso é uma paixão que não acaba… Ou então não, ou então se sentiu orgulhoso quando da adolescência, antes de ter que estudar pro vestibular, eu sempre estar com um livro debaixo do braço, varando as prateleiras da biblioteca atrás de algo legal que não tivesse pegado ainda e fazendo com que essa missão ficasse cada vez mais difícil. Já a missão dele foi cumprida… Meu pai, enfim, me ensinou a gostar de ler!

Quem me ensinou a gostar de ler... | Projeto 52 Perguntas em 52 Semanas
Foto tirado em meados de 1993, em Timóteo/MG, onde nós dois nascemos.

Projeto 52 Perguntas em 52 Semanas

Esse é o 3º texto do Projeto 52 Perguntas em 52 Semanas, traduzido para o português pela Bia Carunchio, que tem como objetivo “ajudar no processo de escrita da sua história de vida”. A pergunta da vez é “Quais lembranças você tem do seu pai? (nome, data e local de nascimento, quem eram os pais dele, etc.)” e foi isso que ela me inspirou a produzir!

O título desse post foi inspirado na dedicatória do meu primeiro livro, “Wish You Were Here”, que ainda não foi publicado. Vocês podem ler mais sobre na fanpage do Facebook e no evento que tem como objetivo achar uma editora para ele!

Linha Renew Vitale 25+, da Avon

Em 14.08.2017   Arquivado em Beleza

Em julho de 2015 completei 25 anos e uma das primeiras que coisas que fiz foi procurar saber mais sobre a linha Renew Vitale 25+, da Avon. Cheguei a postar no Facebook pedindo indicação de para qual dos produtos deveria dar prioridades, mas fui MASSACRADA por pessoas dizendo que eu estava sendo fútil ou precipitada… Sendo assim acabei deixando a ideia um pouco de lado e comprando só o Gel de Limpeza, porque é uma coisa que uso sempre de qualquer forma, então não custava testar. Fiquei 2 anos sem pensar muito nisso, até que recentemente minha mãe observou que eu estava com “olhinhos cansados”, o que eu já achava, então larguei esses comentários que rolaram antes pra lá e resolvi testar todo o resto!

Renew Vitale 25+

Aqui em casa a gente vende Avon, então eu já estava de olho nas ofertas, esperando até que os produtos ficassem baratinhos pra pedir… E aí aconteceu tudo ao mesmo tempo! Uma revista estava com promoção Gel-Creme para a área dos olhos e a outra, de ofertas, tinha os cremes de Dia e Noite em versão mini MUITO BARATO, então era a chance ideal pra ver se gostava pagando pouco. Pedi os três e comecei a usar direitinho, criando uma rotina de cuidados faciais que até então eu não tinha.

Vamos começar falando do Gel de Limpeza, que uso há mais tempo e já na versão da embalagem “grande”. Cada faixa etária da linha Renew tem cores específicas para diferenciar uma da outra, e essa iniciante 25+ é toda rosa e pérola, ou seja, a coisa mais linda! A embalagem vem com 125g e gente… RENDE MUITO! Um pouquinho que você põe na mão já dá pra lavar o rosto inteiro, sem exagero. A fragrância dele é bem gostosa e leve, não é perfume e sim cheirinho de limpeza! Sobre a parte da remoção da maquiagem não sei se funcionar mesmo porque prefiro usar demaquilante antes, mas realmente dá uma revitalizada no rosto, como o nome da linha sugere.

Renew Vitale 25+

Agora sobre os cremes, estou gostando mais do que imaginava! Essa é a parte da Renew que não exatamente reduz as marcas de expressão, e sim foca em evitar que os primeiros sinais vão se intensificando, que é o objetivo nesse início da vida adulta. Como eu não sabia que ia ficar tão satisfeita nem tirei fotos para “antes e depois”, mas tenho sentido uma diferença sutil, porém ótima, na região dos olhos! Uso o gel-creme específico para essa área duas vezes ao dia, na hora de acordar e de ir dormir, e nos dias que esqueço sinto que minha aparência fica ligeiramente mais cansada, como se ele “puxasse” o astral do olhar pra cima! Sem contar que o rendimento é incrível também, a embalagem tem só 15g, mas uma gotinha minúscula já dá pros dois olhos tranquilamente.

Os outros dois, para o dia e para a noite, são os que comprei na versão mini creme, também com 15g cada. Se senti que me deixou jovem com cara de adolescente, quase um botox? Não, não senti. Mesmo porque o objetivo nem é esse, como eu disse a função é a prevenção. Mas o ponto positivo é que minha pele nunca esteve tão boa em toda minha vida! Sério, tá maravilhosa! Nunca minha testa recebeu tão bem maquiagem como agora, voltei até a me divertir me arrumando, a gostar de brincar de me maquiar. A função hidratante já vale a pena, se parar pra pensar isso é o que mais ajuda na manutenção da saúde de tudo no nosso corpinho em qualquer área, né? Foi ótimo fazer esse “teste” e depois desses dias de uso posso dizer com certeza que irei continuar o tratamento com todos os itens da linha, pelo menos até 2025 chegar, quando terei que trocar pelo 35+… Mas a gente pensa nisso quando chegar a hora!

Renew Vitale 25+

O preço deles varia muito de uma campanha pra outra, mas atualmente um kit com o pote grande das loções Dia e Noite, com 50g cada, sai por R$105,98, enquanto o creme para a área dos olhos em R$46,99 com 15g. Não encontrei o valor do gel de limpeza dessa vez. (Dados retirados da Avon Store, acesso em agosto/2017.)

Página 1 de 3123