Posts de July de 2015

Tag: Viciadas em música

Em 24.07.2015   Arquivado em Memes e Tags, Música

A Bianca me indicou essa Tag super linda e, vocês sabem, quando o assunto é música eu não consigo deixar de responder!! São perguntas/categorias bem diretas sobre o assunto que são uma delícia para ajudar a conhecer o gosto musical da pessoa, então vamos lá!

01) Uma música romântica:
Eu já fiz um post aqui no blog falando das cinco músicas românticas que considero as mais lindas de todos os tempos, então vou permanecer com minha opinião e usar a número 1 do post: Your Song, do Elton John. Ela é tão minha, tão sua e tão nossa que o próprio título diz isso!

02) Uma música que te define:
O esperado era que eu respondesse minha música favorita que é Dancing Queen, do ABBA, nessa, mas tem uma outra que me faz super bem e que eu gosto de pensar que pode me definir um pouquinho que é Tiny Dancer, do Elton John também. Na verdade eu já me identifiquei bem mais com ela no passado, mas ainda assim acho super super fofa!

03) Que música não sai de sua cabeça?
No momento estou numa fase Pink Floyd master, então não consigo parar de ouvir e cantar e pensar nas minhas duas músicas favoritas deles: Wish You Were Here e Comfortably Numb!

04) Uma música que quando ouve, chora?
Eu sou mais ou menos a pessoa mais chorona que já pisou na superfície da Terra, então é MUITO fácil achar uma música que me faz chorar porque eu choro sempre com ou sem músicas, mas principalmente com. Náo quero repetir Wish You Were Here, então vou colocar Sueña, do Luis Miguel, que é da trilha sonora de “O Corcunda de Notre Dame” (meu filme favorito) e que sempre que paro para prestar atenção na letra choro e choro e choro.

05) Qual é sua música predileta no momento?
Essa resposta poderia ser a mesma da pergunta número 03, mas outra que posso colocar aqui é Still Haven’t Found What I’m Looking For do U2, que por incrível que pareca tô ouvindo muito pelo mesmo motivo (oculto) das duas já mencionadas.

06) Que música você não consegue gostar?
Eu detesto axé com todas as minhas forças!

07) Cite um trecho de sua música predileta:
“You can dance,
You can jive
Having the time of your life!
Ooooh, see that girl,
Watch that scene,
Dig in the Dancing Queen!”

(Dancing Queen – ABBA)
Amo/sou!

07) Sua música predileta brasileira:
Meio difícil pra mim escolher isso, sério, mas fechei os olhos e decidi que seria a primeira música nacional que viesse na minha cabeca e ponto final. Foi Fairy Tale, do Shaman, então valeu a pena!!
(Eu seeei que ela é em inglês, mas vocês pediram brasileira, não especificaram a língua!)

08) Abra seu player em modo aleatório e diga qual é a 5ª música:
Como estou no trabalho tive que fazer isso só com as músicas do meu iPod, que correspondem a 10% das músicas que tenho no player, mas tá valendo mesmo assim. Foi Always Somewhere, do Scorpions, no show Acoustica Live in Lisboa:

Tagueie 5 blogs:
Corverina, PolyPop, Like Paradise, Clumsy Luv e Sai da Minha Lente. Se alguém aí já respondeu essa tag me manda e quem não respondeu sinta-se a vontade!

Scorpions @ Chevrolet Hall
Tive que escolher essa foto para ilustrar o post, tirei no show do Scorpions em 2012 e acho linda!

Amigo é coisa pra se guardar…

Em 20.07.2015   Arquivado em Cotidiano

“… Debaixo de sete chaves,
Dentro do coração,
(…) No lado esquerdo do peito,
Mesmo que o tempo e a distância digam “não”,
Mesmo esquecendo a canção
O que importa é ouvir
A voz que vem do coração.”

Milton Nascimento – Canção da América

20 de Julho

Amigo novo, que você ainda tá conhecendo. Amigo antigo, que você já conhece melhor do que ele mesmo. Amigo longe, amigo perto, aquele amigo sempre ocupado que você nunca vê, e também o que vê todo dia e não se cansa.
Amigo sacana, que fica te difamando na frente do crush, e o amigo ultra sério que depois vai lá e dá uma bronca. Amigo de trabalho, de faculdade, de colégio, aquele que é vizinho e de infância. Amigo virtual que é mais presente do que o “real”, e esse real que tá meio ausente mas é amigo mesmo assim. Amigo colorido, amigo dos dias cinzentos, grupo de amigos, amigo irmão e irmão amigo.
Amigo da família, familiar que é amigo, amigo que quando vocês não tão juntos o povo estranha na maior vibe “Ué, cadê seu amigo?”. Amigo que tem ciúmes do outro amigo, ou o que você não aguenta vendo novas amizades que já fica todo possessivo.
Amigo de quatro patas, asas ou nadadeiras. Amigo nerd, valentão, tímido, engraçado, encrequeiro, mais velho, amiguinho e AMIGÃO!

Não importa quem são seus amigos, quem você considera assim ou quem te considera sem você nem saber… Feliz dia do amigo a todos!

5 vezes que a vida me fez rockeira

Em 17.07.2015   Arquivado em Memes e Tags

Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça, meme do Rotaroots que vem e que passa com um doce balanço HEADBANGER DE CABEÇAS SEM PARAR NA BEIRADA DO PALCO \m/ Ainda no clima da semana do rock (porque é um clima permanente, né, migos) hoje nós vamos ver 5 dos vááários momentos em que essa coisa linda chamada “a vida” me fez rockeira! E olha que desde que a primeira delas aconteceu isso vem se repetindo sem parar, mas hoje nós vamos focar nos mais legais, ok? Ok!

"You gotta put your faith in a loud guitar...

Quando fui no meu primeiro show no Matriz

Meu primo tocava em uma banda e eles fizeram uma série de apresentações no Matriz uma época – a bem uns dez anos atrás, parte de uma competição que no final das contas eles ficaram em terceiro lugar. Eu fui na última delas, justo no dia da votação final, e acho que foi a primeira vez que fiquei na beirada de um palco num show em toda minha vida. Mesmo o lugar sendo pequeno foi mágico, hahahaha!
Apesar de que depois que voltei pra casa tive uma experiência horrível sobre a qual não quero falar, vamos focar na parte boa!

O momento em que descobri o álbum “A Heavy Metal Tribute to ABBA”

ABBA foi a primeira das minhas bandas favoritas porque “Dancing Queen” é minha música favorita, então eu passei por uma época de procurar todas as versões possíveis e existentes da música no mundo, até que achei a versão metal. Procura daqui, procura de lá e descobri que ela fazia parte de um ÁLBUM INTEIRINHO só de músicas do ABBA em sua versão “pesada” e fiquei apaixonada, tanto que postei aqui no blog sobre isso.
(Esse post está uma bela porcaria, inclusive, faz parte de um grupo de posts legais e antigos que irei revisar e melhorar assim que tiver um tempo pra isso, ou seja, terminar meu livro.)

O dia em que minha amiga me encontrou no campus do UFMG e disse: Luly, você tá tão metal!

Logo depois que descobri esse maravilhoso álbum anteriormente mencionado eu organizei as músicas de forma que achava que ia ficar legal num show (louca) e coloquei só isso no meu iPod, era a mesma coisa no ônibus todo dia sem parar. Foi num desses dias em que eu estava com meu cabelo recém pintado de pretão e andando pelo campus da UFMG ouvindo música e usando uma camiseta de caveira liiiinda que eu tinha ganhado que topei com uma amiga de colégio. Tirei o fone sem deligar e abracei, conversei até que ela disse:
– Luly… Você tá assim, tão metal!
Eu achei uma observação engraçada e olhei pra baixo pra conferir, e foi quando saiu o som de MUITAS guitarras e baterias do meu fone de ouvido que eu segurava, porque tinha chegado na parte do solo. Minha resposta foi:
– E o visual se completa com isso!
A gente riu e continuou a conversar por uns minutos até perceber que tínhamos que parar porque senão íamos, as duas, atrasar para a aula!

Quando escolhi uma música do Pink Floyd como “tema” do meu livro

E não posso sair dando tantos detalhes porque é spoiler, mas já dei tantas indiretas sobre o assunto aqui que vocês, seus espertinhos, já sabiam do que se tratava. Estou “nos finalmentes” já, fica pronto esse mês, aí depois disso posso procurar uma maneira de publicar logo para vocês saberem todos os motivos dessa escolha.
Além, é claro, do fato de que Pink Floyd é ótimo e música é uma coisa bem forte na minha vida, então teria que ser na primeira das minhas histórias também!

E aquele dia em que fiquei quase colada no palco no show do Scorpions

Tirando uma garota que prometeu bater em quem a empurrasse e o rapaz enorme que estava do lado dela NADA me separava da grade onde, logo ali do outro lado, Klaus Meine cantava lindamente e sem parar em cima do pouco. Eu já fui em alguns shows que para mim foram até mais emocionantes do que aquele, mas nunca a vida me fez tão rockeira como naquele momento. Era chifrinho com os dedos e cabeça batendo e garganta doendo de gritar e pé pulando e tudo ao mesmo tempo sem parar porque foi MARAVILHOSO mesmo com as 24 horas e 30 minutos de atraso.
Eu contei a saga do show toda AQUI.

O tema desse post foi um dos Memes propostos esse mês do Rotaroots. Para ficar por dentro dos temas é só entrar no Grupo do Facebook!

Top 5: Os melhores riffs/solos de guitarra:

Em 13.07.2015   Arquivado em Memes e Tags, Música

If I could fly... [2/2]

Eu sou uma eterna apaixonada pelo som da percussão. Não sei se por influencias externas, se eu já seria assim de qualquer jeito ou se um pouco dos dois, mas simplesmente amo e é no que mais presto atenção numa música, até na Orquestra Filarmônica que fui ver outro dia era o que eu mais gostava, apesar de não ser o foco. Apesar disso eu sinto que se fosse tocar algum instrumento seria guitarra (vai entender) porque tenho muitos ídolos que o fazem e, sendo assim, quando o Rotaroots propôs essa Blogagem Coletiva em comemoração ao Dia Internacional do Rock eu decidi mudar um pouco e resolvi mostrar um Top 5 de músicas que não são nada sem o som da guitarra na minha humilde opinião, e não digo só nos solos mas também em toda sua duração!!
Então aumentem um pouco o volume da caixinha de som porque hoje DEFINITIVAMENTE é dia de rock, bebê!

01) Wish You Were Here – Pink Floyd


Praaaa vaaariaaaar, né? Como eu já disse aqui essa música é MUITO importante para mim, não só por ser boa, ótima e maravilhosa, mas também por motivos pessoais que (eu espero) vocês vão saber em breve.
Gente, fecha os olhos e foca nessa guitarra, do início ao fim. É FANTÁSTICA! Essa música não tem um defeito, é toda perfeita em todos os aspectos, mas sem a guitarra quase morre. Olha essa introdução, olha esse final, olha esse tudo. Definitivamente uma música sem a qual não quero viver sem!
Outra ótima do Pink Floyd: Comfortably Numb (que é de chorar rios).

02) Something – The Beatles


O que eu acho mais maravilhoso nas músicas de George Harrison é que quando você canta nunca é só a letra, o som da guitarra também precisa de dito em voz alta! E Something é a maior prova disso, tanto que quando os amigos dele vão tocar (alô, Paul McCartney!) sempre rola um “Tchuru-ruru-ruru”, é muito incrível. Sem contar que a música é linda e é a segunda mais regravada dos Beatles, só perde pra “Yesterday”!
Outra ótima do George Harrison nos Beatles: While My Guitar Gently Weeps.

03) Since I`ve Been Loving You – Led Zeppelin


Não podia faltar Led Zeppelin aqui por motivos de: Jimmy Page! E eu nem vou falar mais nada porque não precisa e porque não dá pra falar, só ouvindo pra sentir!
(Apesar de que a bateria dela também é muito boa, socorro…)
Outra ótima de Led Zeppelin: Stairway to Heaven.

04) Gimme! Gimme! Gimme! – Yngwie Malmsteen


Tá, tá, tá, a gente sabe que a música originalmente é do ABBA (que vocês sabem que eu amo), mas eu amo as versões metalzinhas das músicas deles (sobre as quais já falei também) e essa é minha favorita, acho, porque esse cara é foda. Me desculpem pela expressão, mas é. E acho que foi essa versão dessa música que me fez ter uma vontadezinha que ainda cultivo de tocar guitarra, viu!
Outro cover ótimo de Yngwie Malmsteen: Beat It, do Michael Jackson, que é outra de solo incrível!

05) Smooth – Santana


Uma coisa engraçada sobre essa música é que eu a conheci quando tava no início da pré-adolescência ouvindo um CD de Sandy & Júnior, dá pra acreditar? E foi quando me apaixonei completamente por ela e continuei apaixonada até crescer mais um pouquinho e ouvir a versão do Santana que me provou que ela podia ser melhor ainda do que eu achava. Amo!

Agora quero saber duas coisas: 01) Qual dessas músicas citadas colocariam na lista de vocês e 02) Qual eu não citei e seria a número 1 no Top 5 de vocês, dessas que a gente dedilha na barriga fingindo que tá tocando! E feliz dia do rock!!

O tema desse post foi o Especial proposto esse mês do Rotaroots. Para ficar por dentro dos temas é só entrar no Grupo do Facebook!

Disney On Ice – Tesouros Disney

Em 08.07.2015   Arquivado em Disney

Disney On Ice - Tesouros Disney

No final de junho rolou no Mineirinho, em Belo Horizonte, as apresentações no Disney On Ice – Tesouros Disney. Eu já tinha ido no show das Disney On Ice – Princesas em 2008 e desde então a cada nova temporada eles insistiam em não trazer pra cá os shows no gelo, então assim que vimos que ia ter e os ingressos começaram a ser vendidos compramos os nossos.
A primeira coisa que preciso falar sobre as duas apresentações é que elas são completamente dferentes, então quem já foi em uma pode ir na outra tranquilamente sem o perigo do “já te vi” porque até os personagens que aparecem “repetidos” têm momentos diferentes. A única coisa que elas têm em comum é essência: eles não contam a história propriamente dita, é mais um resumão baseado em algumas músicas que pode deixar quem não conhece nada perdido, mas é de encher os olhos de amor e lágrimas naqueles que conhecem (e amam).

Disney On Ice - Tesouros Disney

Quem abre o show são os personagens de Toy Story com a música mega divertida que eles cantaram também no Disney Live, mas que era mais legal no teatro que tinha uma interação maior com o público, nesse mesmo que o pessoal via os personagens se apresentando de longe só quem conhecia a música (que nem eu) é que bateu palmas e gritou o “Iiiiih-há” junto com eles. O legal de Toy Story é que é uma história mais recente, então quem não conhece muito dos clássicos já começa mais animado (principalmente as crianças que só sabiam falar de “Frozen”, “Frozen” e “Frozen” e não queriam mais nada).

Disney On Ice - Tesouros Disney

Depois, como de costume, os anfitriões Mickey e Minnie entraram junto com Donald e Pateta para dar as “boas vindas”, contar um pouquinho do que estava por vir, brincar um pouco com o pessoal e… Só! Os quatro quase nunca fazem nada de mais, mas são essenciais nas apresentações, né!

Disney On Ice - Tesouros Disney

A primeira história mesmo que foi “contada” foi Alice no País das Maravilhas e eles conseguiram sabe-se lá como colocar várias da músicas do filme em alguns minutinhos de patinação, teve coelho branco, teve chá de “desaniversário” e a parte da Rainha de Copas com as cartas que era muuuuuuito legal, eles formavam quatro fileiras que se transformavam em duas que se transformavam em quatro de novo com muuuuuita correria, achei divertidíssimo!

Disney On Ice - Tesouros Disney

E aí a última apresentação do primeiro ato foi Peter Pan que foi o que mais contou a história mesmo, teve começo, meio e fim bem resumidos mas completinhos!
O Peter e a Sininho (que lá chama Tinker Bell, né) voavam bonitinhos e na hora das danças em “pares” ele ficava com a Wendy, só amor!
Na nossa apresentação a Sininho QUASE levou um tombo, mas conseguiu se recuperar rapidinho, nem deu pra notar direito. Aliás além dela e de outros dois que falarei depois não vi mais ninguém caindo, nem mesmo os personagens secundários que vez ou outra se desequilibram!

Disney On Ice - Tesouros Disney

O segundo ato começava com: LÁGRIMAS! É, eles colocaram O Rei Leão e gen-te, que coisa mais linda! Teve Ciclo da Vida, teve Hakuna Matata, teve Essa Noite o Amor Chegou (gravei vídeo, oh) e teve mais Ciclo da Vida pro Simba vencer o tio Scar malvado (que também levou um tombinho básico, mas conseguiu levantar antes de chegar ao chão).
O final dessa parte foi lindo, com vários bichos saudando o novo rei, muito bonito mesmo!!

Disney On Ice - Tesouros Disney

Aí começou uma parte focada nas princesas e para minha extrema alegria rolou minha princesa favorita… Branca de Neve se refugiou na casa dos anões (que foram os mais aplaudidos da tarde sem sombra de dúvidas), foi descoberta pela bruxa, perguntou pra platéia se deveria comer a maçã, desobedeceu a platéia, caiu dura, foi encontrada e beijada pelo príncipe e os dois viveram felizes para sempre. Nem deu pra tirar foto boa de tão emocionadinha que eu tava!

Disney On Ice - Tesouros Disney

E claro que teve Aladdin, né! Foi até parecido com a apresentação que fui em 2008, mas não idêntico e teve TAPETE MÁGICO VOADOR, MINHA GENTE! Sério, é sempre o momento mais bonito quando eles fazem aquele tapete voar, lágrimas até dizer que chega, viu!
E foi aí que rolou tombão. Assim que desceu do tapete a Jasmine caiu FEIO, de fazer barulhinho, voar pedaço de gelo e ela nem conseguiu levantar a mão por precaução de tão forte que foi, o Aladdin teve que meio que puxá-la com força pra conseguir colocar as coisas no lugar (e na hora da saída deu pra ver que ele “ajudou” ela a andar, tadinha). Mas isso não atrapalhou em nada, fizeram o mesmo show incrível de qualquer jeito, só aumentou o número de aplausos porque foi merecido!

Disney On Ice - Tesouros Disney

Depois teve A Pequena Sereia só na música “Aqui no Mar” e uma aparição rápida de Rapunzel e Tiana só pra constar mesmo e o show acabou com todas as princesas e príncipes dançando juntos debaixo das luminárias de Enrolados e foi um final muito bonito, o palco ficou todo cheio, as roupas eram de várias cores, lindo mesmo!

Disney On Ice - Tesouros Disney
Melhor parte: Branca de Neve, Ariel e Jasmine na frente, que são as princesas favoritas minha, da Daninha e da Lili respectivamente, que fomos assistir juntas!

Na saída nós recebemos uma propaganda do próximo Disney Live e tô pen$ando ainda se vou, se for conto tudo pra vocês! E me desculpem por usar a versão das fotos do Flickr (vou colocar outras além dessas lá, inclusive), mas é que realmente queria postar e não tive tempo de editá-las apropriadamente. Fica pro próxima!
(Mesmo porque ficaram todas muito ruins porque eu batia sem nem olhar como tava saindo, não parei de prestar atenção na pista de patinação um segundo!)