Posts de April de 2015

Top 5: Meus “cheiros” preferidos são: (40/52)

Em 28.04.2015   Arquivado em Memes e Tags

Essa é a quadragésima semana do Desafio 52 Semanas de Top 5 e o tema da vez é: Meus “cheiros” preferidos são:

Pure Seduction VS
A primeira sacolinha da Victoria’s Secret a gente nunca esquece (foto ruim de 2008)…

01: Pure Seduction, da Victoria’s Secret

Minha fragrância favorita, amo TUDO dela: body splash, hidratante, sabonete… Posso viver até o fim da vida sem trocar “meu cheiro” e nunca compro perfumes porque os que acabo ganhando eu vou usando, mas sempre volto pro Pure Seduction. Sabe aquele dia que você não pensa em que perfume/creme/etc vai usar e usa um padrão? Esse é o meu padrão!

02: Pakita saindo do PetShop

A Pakita é poodle, mas um dia quando era bebê alguém a chamou de vira lata e ela acreditou: é muito porquinha e bagunceira, gente, de poodle só tem a cara (e olha que nem a cara é tão assim)! Sendo assim ela está sempre avacalhadinha, pisando sem olhar onde e quando ela vai ao pet shop é sempre um baque porque vem aquele bichinho fofo, limpo e cheiroso, então é muito bom de abraçar!
(Mas eu abraço ela sujinha também, claro!)

03: Esmalte

Todas as vezes que vou pintar minhas unhas a parte mais difícil para mim é evitar de cheirar os esmaltes porque eu acho super bom e tá ali, acessível, então dá vontade de não parar mais. Louca, eu sei, mas…

04: Chuva quase chegando

Quando o tempo começa a fechar e você sente a chuva no ar o primeiro sinal é aquele cheirinho característico e eu AMO porque adoro chuva, e nesse crise hídrica tô gostando cada vez mais.

05: Plástico

Mas peraê que não é qualquer plástico não, vou explicar… Sabe aquelas capas para caderno já prontas que a gente comprava e era só colocar, não precisava ficar encapando? Então, eu AMO o cheiro daquilo. E se você entrar em qualquer loja que vende plástico e outros tecidos “exóticos” no metro é esse o cheiro que a loja vai ter. Muito bom.
E amo também o cheirinho de boneca nova, claro, mas é mais psicológico do que qualquer outra coisa, hahahaha!

Lookbook: Star light, star bright

Em 19.04.2015   Arquivado em Disney, Moda

Enquanto decido se posto ou não resenha de um livro que li (sou péssima pra resenhar livros, gente!) vamos de lookbook mesmo! Usei essa roupitcha na páscoa e resolvi que merecia ser fotografada mesmo eu estando meio desconfortável pra tirar foto de look ultimamente, porque sempre me sinto gordinha nelas (veja bem, SENTIR é diferente de ESTAR, mas fazer o que, né?) porque achei que ficou lindo, hahaha!

Essa blusa ganhei da Lili no natal e sou APAIXONADA por ela, se pudesse usaria toda semana, não é a coisa mais linda? Quando ela comprou (no final de 2013) eu estava junto e era uma linha com seis Disney-girls diferentes, todas super fofas, queria que tivessem blusas assim nas lojas todos os dias. Fora isso usei minha calça verde porque adoro, mas acho dificílimo combinar com minhas blusas e meus “sapatos do momento”, que também ganhei de natal e tem uma história meio triste… Minha mãe comprou eles pra mim pra eu dar aula, já que passei num concurso no meio do ano passado, mas fui barrada na perícia médica porque descobrimos que tenho um problema nas cordas vocais e não só não pude assumir como não poderei mais dar aulas na minha vida. Mas fora essa frustração eu uso esses sapatos praticamente todo dia depois disso, CONFORTO MIL! Além disso só coloquei meu colar da Estrela Vespertina (Arwen, sua linda) e o cabelo meio presinho bonito, mas gostei tanto de mim mesma nesse dia que uma das fotos tiradas nele virou nova foto de perfil das redes sociais!
Aí está:

A descrição das peças tá no LookBook!

O batom é o Rosadili da Quem disse, Berenice? dessa linha nova de batons líquidos matte e, minha gente, que cor maravilhosa, pena que as fotos não mostram bem. sério, virou meu FAVORITO, e olha que eu sou a louca do batom vermelho, hein… Enfim, vocês gostaram? Podem falar, tia Luly quer saber!!
Sobre essa história do concurso pode ser que eu escreva um post depois, vocês acham meio triste ou legal como “experiência de vida” e exemplificação dos meus exercícios da fono que tenho que fazer desde então? Falem sobre isso também!
Por fim, mas não menos importante: eu tenho amado MUITO profundamente os comentários que vocês têm deixado aqui no blog. Na verdade nem é nada de mais, mas vira e meche leio algum que me deixa mega feliz e com vontade de postar mais, sabe? Queria abraçar todos vocês, OBRIGADA!

Migos, tô brincando um bucado de SnapChat esses dias, me singam lá: sweetluly ! Inicialmente só criei pra “guardar” o nome de usuário, mas tô aprendendo a usar, me passem o de vocês porque sigo pouca gente…

Barbies do novo “Cinderela”, da Disney

Em 17.04.2015   Arquivado em Disney, Dolls, Filmes

E vai ter mais post sobre Cinderela sim, e se reclamar faço um terceiro! Depois de assistir ao filme e me apaixonar (contei sobre ele aqui) estava eu olhando lojas de brinquedos, minhas favoritas, quando dou de cara com as Barbies inspiradas nas personagens femininas da nova versão do clássico conto de fadas da Disney! Como não recebi nenhum e-mail do Barbie Collector sobre isso corri loucamente pela internet afora para saber mais até finalmente achar fotos das quatro bonecas da linha na loja virtual oficial da Mattel e preparem esses corações, queridos, porque elas são LINDAS! O rosto e as roupas completamente inspirados nas suas personagens mesmo: Cate Blanchett como Lady Tremaine, Helena Bonham Carter como a Fada Madrinha e duas versões de Lily James como Ella, uma usando o vestido do baile e a outra já com o vestido de noiva

Barbie Cinderella
Lady Tremaine, a madrasta, e a Fada Madrinha

Barbie Cinderella
Cinderela: primeiro no baile, depois pronta para se tornar oficialmente uma princesa!

Se fizer um comparativo dos rostos das bonecas com os das atrizes a gente até buga, de tão parecido que ficou, principalmente a Cate Blanchett, tô querendo ela, fala se não é de babar? Eu vi num blog sobre Disney algumas fotos da versão da própria empresa das bonecas (que estão a venda junto com vários outros produtos do filme na Disney Store) e confesso que prefiro as da Mattel, não entendi o motivo de terem ido pra linha de bonecas “brinquedo”, porque pra mim elas merecem estar junto com as colecionáveis!
No site oficial (que foi de onde tirei as imagens do post) quase todas estão custando $24,99, só a Cinderela do baile está mais cara por $39,99 (inclusive já está até esgotada), mas aqui no Brasil cheguei a ver a versão noiva e a Fada Madrinha por R$179,90 cada… Ai, ai, vão ficar no sonho mesmo! Não sei se a loja americana Mattel entrega no Brasil, mas se alguém souber e quiser me passar essa informação, agradeço!

Auto correção porque errar é humano: Na verdade as bonecas são da Mattel sim mas NÃO SÃO BARBIES, fazem parte de uma outra linha específica das Princesas Disney. Me desculpem pela gafe!

Cinderela

Em 14.04.2015   Arquivado em Disney, Filmes

Cinderella

Cinderela (Cinderella) *****
Elenco: Lily James, Richard Madden, Cate Blanchett, Helena Bonham Carter, Holliday Grainger, Sophie McShera, Alex Macqueen, Barrie Martin, Ben Chaplin, Derek Jacobi, Eloise Webb, Hayley Atwell, Leila Wong, Nonso Anozie, Bob Brydon, Stellan Skarsgård.
Direção: Kenneth Branagh
Gênero: Fantasia, Romance
Duração: 113 min
Ano: 2015
Sinopse: “A história segue a vida da jovem Ella (Lily James), cujo pai comerciante casa novamente depois que fica viúvo de sua mãe. Ansiosa para apoiar o adorado pai, Ella recebe bem a madrasta (Cate Blanchett) e suas filhas, Anastasia (Holliday Grainger) e Drisella (Sophie McShera), na casa da família. Mas quando o pai de Ella falece inesperadamente, ela se vê à mercê de uma nova família cruel e invejosa. Relegada à posição de empregada da família, a jovem sempre coberta de cinzas, que passou a ser chamada de Cinderela, bem que poderia ter começado a perder a esperança. Mas, apesar da crueldade a que fora submetida, Ella está determinada a honrar as palavras de sua falecida mãe: tenha coragem e seja gentil.” (fonte)

Comentários: Alô você aí que é doido por contos de fadas, pelo “felizes para sempre”, pelas lindas e inocentes princesas que estão em busca de um príncipe encantado e por pura magia Disney: esse filme é pra você assim como foi pra mim, viu, porque eita COISA LINDA! Nossa, gente, saí do cinema completamente encantada, foi maravilhoso do começo ao fim.

É engraçado porque quando eu vi o trailer só coloquei defeito: que o vestido tava muito escuro, que a atriz não tinha cara de Cinderela, que Helena Bonham Carter estava ali em mais um papel interpretando ela mesma, etc, mas eu estava errada e admito: o vestido é maravilhoso, Lily James NASCEU para ser uma princesa e até a Helena me surpreendeu, ficou ótima de Fada Madrinha (eu até acho ela boa, gente, mas ainda assim todo filme que vejo com ela é a mesma coisa, foi mal). E além disso muito mais, né, porque escolheram um príncipe liiindo e maravilhoso, tem a presença até mesmo de personagens animais do clássico Disney como Lúcifer e os ratinhos, as irmãs dela são nojentas mesmo que bonitas pra quebrar a ideia de que são más por serem feias e, claro, a cereja do bolo que fez toda diferença e valeu o filme todo: Cate Blanchett! Meu Deus, como é incrível, a gente tem PRAZER em torcer contra a madrasta que ela interpreta, é aquela que amamos odiar.

A Ella/Cinderela é encantadora num nível que as pessoas no geral chegam a ter antipatia por tamanha bondade e fofura, mas eu adoro! É legal porque ela é super boazinha, faz as coisas sempre sem querer nada em troca e ainda assim não é submissa, quando ela curva a cabeça para alguém é porque acredita ser melhor e tem um momento em que a madrasta começa com chantagens e ela se recusa a aceitar mesmo que isso vá prejudicá-la, simplesmente porque é o CERTO. Me deu raiva que a garota atrás de mim no cinema falou “que menina idiota” porque acho isso uma total inversão de valores: a maldade vem da pessoa esperta, mas a bondade vem da imbecil? Discordo totalmente, não só na ficção como na vida real! Obrigada, Kenneth Branagh, por essa obra de arte!

A única coisa que eu senti falta, de verdade, foram as músicas da animação. Rola até uma menção delas em alguns momentos e a Fada Madrinha chega a usar o “Bibbidi Bobbidi Boo”, mas faltou mesmo, principalmente a valsa que ela dança com o príncipe, a cena foi linda e teria ficado mais ainda se contasse com a música certa. Achei que a alteração das personalidades do rei e o Gran Duke iam me incomodar, mas no final eu já tinha me conformado e até gostado disso pro conjunto total da obra porque favoreceu o romance da história para não passar aquela imagem de “nem te conheço e já te amo”, sabe, foi bem mais desenvolvido do que isso.

Melhores momentos: Se me perguntassem meu momento favorito da animação eu responderia COM CERTEZA que é quando a Fada Madrinha cria o vestido da Cinderela nela, então nem preciso dizer que mesmo sendo cenas tão diferentes dessa vez foi igual, né? Lindo demais. E para quem gosta das músicas da Disney (e vai sentir falta delas como eu), vai meu aviso: fiquem até o final dos créditos finais porque tem a versão da Lily James cantando “A Dream Is A Wish Your Heart Makes” que teria me feito chorar se eu já não estivesse chorando!

Curta: E é LÓGICO que eu não ia terminar esse post sem falar de Frozen Fever, né? Foi lindo, gente! Elsa e Anna se amando, o Olaf ganhando baby-brothers de neve, Kristoff declarando seu amor, Sven sendo o melhor alívio cômico ever… Ao contrário do filme mesmo o curta é super alegre, mas ainda assim mantiveram a personalidade e principalmente o peso da relação dos personagens, amor puro e Disneyco! E com participação especial de Príncipe Hans e tudo mais!

Trailer: Agora depois de ver o filme vejo os trailers com outros olhos, vontade de ir ao cinema assistir de novo!

4ª Turnê Intrínseca em Belo Horizonte

Em 05.04.2015   Arquivado em Leitura

Desde 2012 a Editora Intrínseca promove anualmente pelo país afora a Turnê Intrínseca como forma de se aproximar do público e mostrar os lançamentos e sucessos da editora. Desde a 2ª edição eles vêm para Belo Horizonte e eu vou em todas porque adoro os livros de lá e é sempre super divertido: tem sorteios, a palestra deixa a gente doidinho pra ler vários e, claro, tem a parte de fazer e reencontrar amigos!
Nós temos um grupinho chamado “A Gente Não Chama Antônio” em homenagem a um dos livros da editora, o “Eu Me Chamo Antônio”, aí sempre que tem eventos literários aqui em BH nós marcamos de ir juntos – quando dá – pelo nosso grupo no Facebook, e dessa vez foi igual: todos nós chegamos cedo no domingo dia 29 para pegar um bom lugar e sentar todos juntos e felizes, aí até ficar com os pés doendo na porta da Leitura ainda fechada foi uma festa!

4ª Turnê Intrínseca
Nossa foto amorzinho que saiu no Instagram da Intrínseca, olha que lindeza!

Apesar do shopping abrir às 10h a Leitura só abriu às 14h, as senhas foram distribuídas às 15h e o evento começou às 16h, mas felizmente esses horários foram respeitados direitinho e lotou, teve até muita gente ficou sem a senha, já que eram só 200. Como chegamos cedo as nossas eram entre as primeiras, a minha foi 17, aí sentamos bem pertinho lá na frente!

4ª Turnê Intrínseca

Sobre a turnê em si… Confesso que dessa vez não fiquei curiosa com tantos livros quanto nas últimas duas, onde eu saí querendo ler todos, mas a galera ao meu redor delirou na maioria. É engraçado que quase todos os livros têm “reviravoltas emocionantes” e “finais surpreendentes” que é o que o pessoal gosta, mas confesso que eu mesma tenho saudades de romances despretensiosos clichês com final feliz ou já esperado, gosto muito. Acho que podia rolar um balanço entre o fantástico e o normal, desde que seja tudo bem escrito!
Me apaixonei pelos livros sobre cachorro, que são de fotografia, como Cachorros Submarinos e seu “filho” Filhotes Submarinos e, claro, o novo lançamento “extra” das séries “Percy Jackson e os Olimpianos” e “Heróis do Olimpo” (que eu amo), Percy Jackson e os Deuses Gregos que tá lindo demais, tô doidinha para minha irmã comprá-lo para ler! Fora isso fiquei curiosa com alguns, mas não passou de curiosidade boba. Mas falo de lançamentos de agora, claro, tem muito livro de outras Turnês que ainda tenho vontade de conhecer.

4ª Turnê Intrínseca

Teve sorteio de MUITO livro e até mesmo de um Kobo novinho, foi de pirar! No fim todo mundo ganhou os brindes de sempre: marcadores, bottons (que eu tirei de “A Culpa é das Estrelas” que não gosto tanto mas a Lili trocou comigo pelo de “Extraordinário” que amo, yey!), o pin da Turnê, lápis, um catálogo dos livros, bolsinha, etc… Eeeeeee um código para comprar de graça um ebook da editora a escolha e cada um na loja da Kobo *o* Gente, muito amor! Eu comprei “O capítulo do Julian”, que é um “extra” de Extraordinário até bem baratinho, mas que era o que eu mais queria então fiquei felizona, obrigada, Intrínseca!
Olha, apesar do shopping ser horrível foi muito organizado, adorei o pessoal que foi fazer a apresentação, tava tudo de parabéns, até na hora de tirar nossa foto já depois do evento as meninas foram MEGA simpáticas e atenciosas (elas até pediram pra ver e adoraram meu “Destrua Este Diário”, olha que fofas), já quero a do ano que vem!

4ª Turnê Intrínseca

Essa última foto é em off só pra contar que tinha um NAVIO DA BARBIE no Minas Shopping no dia cheio de bonecas do lado de fora (aí nas janelinhas) e outras coisas dentro que eu não pude ver porque ADULTOS NÃO PODIAM ENTRAR, só com crianças. Acho injusto, acho preconceituoso e acho que tem que rever isso aí porque pirei louca da vida quando vi e fiquei na vontade…