Posts de November de 2014

Lookbook: Anime Festival Tradicional

Em 22.11.2014   Arquivado em Moda

Oê! Eu desapareci mas reapareci e estou com planos para fazer esse reaparecimento valer a pena mês que vem, aguardem…
Enquanto dezembro não chega, porém, vou tentar devargarzinho voltar a postar. Era pra eu tirar meu atraso com os Top 5 e tudo mais, mas meio que cansei deles e vou brincar de mostrar look hoje, êeeê!
Essa roupitcha eu usei pra trabalhar no estande da Cia do Ponto no primeiro dia do Anime Festival Tradicional fim de semana passado. Antes não dava pra ir bonitinha assim porque a gente montava o estande no sábado cedo antes de começar e desmontava no domingo a noite depois de acabar, mas agora eles liberaram pr’a montagem na sexta feira a noite, então pelo menos no primeiro dia temos a alegria de não morrer de cansaço e tals.
Essa blusa foi um dos lançamentos da loja nesse evento e é uma homenagem ao fim de Naruto (tem um bordadinho atrás também, mas é meio que spoiler do último mangá, aí não mostrei), ficou LINDA porque o bordado já é fofo e ainda é dessa modelagem de capuz que eu acho fofura pura… Eu já vi muito pouco de Naruto, pra ser sincera, mesmo assim gosto da história, amei o final e pretendo usar minhas férias pra ler o mangá, mas acabei ficando com essa blusa porque na hora de bordar a frente ela agarrou na máquina e fez um buraquinho pequenininho (que a gente tampou com um bordado discretinho de estrelinha e tá tudo certo), aí só não foi azar completo porque era do meu tamanho certinho e ganhei ela, ficou sendo meu uniforme da vez! No fim ela caiu bem com a saia que eu tinha comprado na mesma semana e pronto, lá estava eu meiga e fofa. E modesta.

Acho que esse foi a primeira vez que fotografei um look com meus sapatins de filha de Afrodite. Eu comprei essa belezinha da Petite Jolie no início do ano e me machucou MUITO, acabooou com meus pés frescurentos, aí coloquei aquelas almofadinhas adesivas na parte de trás e virou o sapato mais confortável da vida depois disso, agora sempre que não quero pensar no que calçar é ele mesmo!

Enfim, fora o movimento frenético do estande o que vi nesse AF foi: nada. Graças a Deus não tivemos quase nenhum momento de descanso, gosto assim, todo mundo comprando. No sábado a noite fomos comer o melhor sushi da vida (é, agora eu aprendia gostar, viva eu) e domingo foi ainda mais enlouquecedor, cheguei em casa mortinha, mas já pensando no próximo que será em fevereiro!

Top 5: Morro de preguiça de… (36/52)

Em 02.11.2014   Arquivado em Memes e Tags

Essa é a trigésima sexta semana do Desafio 52 Semanas de Top 5 e o tema da vez é: Morro de preguiça de…

Sweeties <3 Padrão

01: Exercícios físicos

É errado, é feio, eu já sei. Mas eu não gosto, não faço e não quero, gente! Na verdade querer, querer mesmo eu até quero porque sei que esse meu sedentarismo tá vergonhoso já, mas a preguiça não deixa. Mesmo.

02: Lavar os cabelos

Ah, se eu pudesse deixaria a tarefa de lavar meus cabelos sempre nas mãos da minha cabeleireira porque eu acho um saco. Sei que é meio nojento eu admitir isso assim pra internet afora e tudo mais e sei que eu não devia pensar desse jeito, mas quando chega “dia de lavar o cabelo” eu vou pro banho sofrendo (e olha que eu adoro banho).
Sem contar que eu ando preocupada com toda essa situação da água e lavar os cabelos duplica o tempo de banho, né…

03: Aulas aos sábados

Mês passado eu terminei de vez meu curso de computação gráfica na Seven e estou dando glória aos céus desde então simplesmente por não ter que acordar cedo aos sábados porque esse é o dia sagrado pra mim, gente. Sério, se precisar trabalhar, estudar ou fazer qualquer coisa em algum dia do fim de semana eu prefiro fazer no domingo, sábado não POR FAVOR, tira toda a graça e magia da sexta feira!

04: Cozinhar

Bom, isso não é inteiramente verdade: eu adoro fazer qualquer tipo de doce, gosto mesmo, dá vontade de fazer ficar gostoso e bonito ao mesmo tempo. Mas cozinhar pra valer, fazer comida, comida meeeeeesmo? Argh, além de não SABER cozinhar eu não sou chegada na prática nem um pouquinho.

05: Trânsito de Belo Horizonte

Mas infelizmente o que não tem remédio remediado está e só o que posso fazer é agradecer pelo meu trabalho incrível que me deixa chegar e ir embora em horários em que eu não preciso enfrentar o caos total, porque o trânsito dessa cidade me estressa em níveis tão altos que não tirei carteira de motorista até hoje muito por causa disso.