Posts de January de 2014

Look at Luly: Dezembro

Em 02.01.2014   Arquivado em Moda

Geralmente eu posto os looks do mês no finalzinho do mesmo pra depois contar como foi tudo no meu resumo, já no mês seguinte. Dessa vez eu fiz diferente porque queria encerrar 2013 logo e principalmente pra poder constar o look de Ano Novo aqui! As fotos do primeiro foram tiradas antes de eu achar um lugar bom aqui em casa pra fazer isso e as dos outros dois foi na casa da minha mamãe, então nenhuma delas tá com o fundo legal. Ainda assim ficaram boas, obrigada, Daninha!

01) Dia 06 – And ever give us cause to sing with heart and voice

Sabe aquele dia em que você tenta, tenta, tenta e não sai bonita em foto nenhuma? Pois bem, foi esse aí! A Daninha tava tirando as fotos pra mim e apelou, começou a bater em momentos em que eu não olhava pra câmera pra ver se rendia alguma coisa e, tã-dã, deu certo! Essa blusa e eu temos uma história engraçada… Há mais de um ano atrás eu passei pela C&A e tinha dela rosa com cinza e vermelha com azul, VÁRIAS, e foi amor a primeira vista por causa da bandeira do Reino unido. Então fui almoçar e duas horas depois voltei para comprá-la e não tinha nenhuma! Aí fui atrás da vendedora e tentei explicar o que queria, ela finalmente entendeu e conseguiu uma rosa tamanho M e uma vermelha tamanho P. Eu ia comprar as duas, mas a P acabou ficando desconfortável e foi só a M mesmo. Gente, foram duas horas, duas horas e uma arara inteira de blusas foi vendida, que horror!

02) Dias 24/25 – Stay awake to hear those magic reindeer click!

Esse aí foi meu “look de natal” da noite do dia 24 pro dia 25. Na verdade chegou uns dias antes e eu não tinha muita ideia do que ia vestir, só sabia que queria usar minha calça vermelha linda e só dia 23 enquanto eu andava pela C&A com minha irmã que vi essa blusa em 3 araras diferentes, e cada vez que eu via pegava pra “olhar melhor”, então na terceira decidi que queria ela mesmo, hahaha! O resto foi automático: a sapatilha mais linda do mundo e o colar combinante (incrível) que ganhei da Lili! Gostei tanto que quando fui dormir fiquei triste pela noite ter acabado, só é uma pena que 1) eu não tenha ficado bem na primeira foto e 2) não vou conseguir mostrar minha maquiagem (que demorou horrores pra ser feita) porque as fotos não ficaram boas, mas ela em si ficou linda!

03) Dia 31 – Happy new year!

Eu prometi que não colocaria a mão na cintura mas, bem, só assim eu conseguiria mostrar como é manga da blusa. Eu tinha dito já no vídeo dos meus presentes que usaria essa roupa na virada do ano e foi o que eu fiz, eu nunca escolho uma cor específica, só mesmo prefiro usar roupa nova (menos preto… Passei a virada de preto ano passado e me arrependi!) e ficar bonitinha. Eu tinha tirado também uma foto da maquiagem mas pra variar ficou uma titica. O que compensa isso é a Pakita, que resolveu que seria a estrela da noite e não descansou até eu pegar ela no colo pra ela poder posar também. Eu sei que parece que ela tá suja, mas a Pakita é assim: quanto mais limpa mais marrom fica a cara dela, como se tivesse acabado de atacar um pote de Toddy!

Meu recorde atual é esse, três looks por mês. Vamos ver se em janeiro eu bato! (Na verdade eu bati em dezembro porque tiveram outros dois em um post separado, mas não tô contando porque era um caso especial, esses aí são os oficiais.)

Feliz ano novo!

Em 01.01.2014   Arquivado em Cotidiano

Ai que post difícil de fazer… Queria fazer uma retrospectiva 2013 e ao mesmo tempo quero desejar um feliz 2014, essa aí então é minha tentativa de unis as duas coisas!
Se eu tiver que definir 2013 na minha vida com uma palavra seria intenso, porque eu praticamente não tive aqueles momentos “mais ou menos”: ou eu fui MUITO feliz, realizada e ocupada ou BEM tristinha e sem expectativas de melhoras… É muito louco pra mim pensar nesse ano porque parte dele eu considero como 2012 e a outra parte é quase um borrão, passou tão rápido que nem tem como formar como um ano inteiro!
Eu não gosto muito de falar das partes negativas porque elas não precisam ser celebradas, mas acho que são importantes porque sem elas as positivas não têm valor nenhum. Então só o que preciso dizer é que espero que esse ano que tá começando compense o principal aspecto negativo dos meus últimos meses que foi o profissional/financeiro! Fora isso eu não tenho muito do que reclamar porque, bem, é fácil de se consertar!

Retrospectiva 2013

Nos primeiros meses do ano rolaram os acontecimentos que foram, provavelmente, os mais importantes da minha vida! Tirando uma baita alergia que me atacou no começo de janeiro e que até hoje não se sabe de onde veio (e eu juro que achei que ia morrer ou que não ia passar nunca) aquele foi o mês do TCC! Viagem de campo, finalização, revisão e entrega da parte escrita e, principalmente, o término da parte prática! Aquela pequena gravura que eu restaurei passou tantos meses do meu lado que foi difícil dizer “adeus” pra ela, mas quando a vi ali, restaurada, limpa, quase nova, ai que alívio, que alegria! Espero que eu tenho sido tão marcante pra história dela como ela foi pra minha. E aí veio a apresentação, avaliação da banca e, sim, você passou, Luly! Cheguei na UFMG naquela manhã de fevereiro tremendo da cabeça aos pés sem querer comer nada de nervoso e saí sorrindo tanto (e com tanta fome!), aquele foi um dia que valeu a pena!
Depois do TCC, claro, veio a colação de grau, em março. Nós não tivemos festa de formatura, não tivemos colação-frufru, eu nem vesti beca… Mas assinei aquele documento, recitei um juramento, fui imensamente aplaudida por todos os que foram lá (às 11 da manhã de uma quinta feira) e pude tirar foto com o canudo e o capelo que peguei emprestado pra contar pro mundo que sou restauradora! E, olha, naqueles meses isso foi o que eu eu mais fui. Meu estágio mal terminou no fim de abril e eu já tive meus primeiros clientes, uma particular e até uma instituição pública! É verdade que desde então não tenho restaurado muita coisa, mas meu bolso ficou feliz, ô se ficou!
Voltando um pouquinho nos meses, em março também, eu vivi o dia mais feliz de toda a minha existência. É verdade que eu já tinha ido a um show do Elton John antes, mas vê-lo tocando na minha cidade, dentro do Mineirão, a poucos metros de mim e ao lado de duas entre as mais especiais pessoas da minha vida, bem, isso ganha disparado de qualquer outro show que verei na minha vida. Eu ri de gargalhar e chorei de ter que sentar, de tanta emoção. “I never knew me a better time and I guess I never will”, a frase que define 9 de março de 2013.
Outra coisa que rolou e foi legal e bem material, mas ainda assim importante, foi eu ter comprado minha Byul Hermine, a Penny Lane. Ela é entre todas as minhas Fashion Dolls e mais bonita, foi meu auto-presente de formatura e ainda é meio surreal vê-la aqui, como se não tivessem meses que ela chegou. A Penny foi também minha doll mais cara até hoje e eu acho que dificilmente gastarei tanto dinheiro assim numa boneca de novo – mas valeu a pena!

Retrospectiva 2013

E agora eu preciso falar das muitas pessoas que tornaram meu ano assim, especial. Não estão todas nessas fotos aí não, mas foi só um apanhado geral pra mostrar o quão eu pude ser feliz por ter tanta gente na minha vida.
Esse foi um ano de conseguir “desapegar” de quem não me fazia tão bem e deixar que essas pessoas vivessem a vida delas independente da minha, mesmo que elas se encontrem as vezes. Eu sei que soa meio triste isso, mas pra mim é uma coisa inédita, eu nunca desapego de ninguém (sério, NUNCA) então foi pra lá de bom.
Esse foi também o ano de pegar aquelas amizades que já eram fortes e vê-las continuar assim, mesmo com os altos e baixos da vida, sabendo que aquela pessoa ali vale a pena pra valer. Foi um ano de ver pessoas anônimas se tornando conhecidas, conhecidos se tornando amigos e amigos se tornando melhores amigos! Foi ano de viajar 10 horas de ida e mais 10 de volta num ônibus para conhecer pessoalmente amizades virtuais e saber que aquele contato via internet é sim relevante como é o “pessoalmente”. Foi um ano muito bom de estreitar alguns laços familiares e ver que em certos momentos da vida a gente tem que abrir mão de certos preconceitos e ver os outros fazendo o mesmo por nós, tornando tudo muito mais gostoso.

E foi um ano muito especial também aqui pro blog. O Sweet Luly voltou a ser pra mim uma das melhores coisas na minha vida e eu passei a receber visitas de tanta gente legal e, ao retribuir essas visitas, pude conhecer um pouquinho dessas pessoas também, a maneira como elas vivem e escrevem sobre a vida. Obrigada a vocês que estão sempre aqui, os que aparecem de vez em quando, aos que ainda tão chegando. Eu continuaria a escrever mesmo que não tivesse ninguém pra ler, mas saber que tem é muito melhor e dá um ânimo gigante pra nunca parar.
Desejo a todos vocês um 2014 cheio de paz, saúde (importante, essa), boas realizações, algumas complicações pequenininhas (mas que elas se resolvem rapidinho, só pra dar emoção), dinheeeeiro – esse eu quero! – e MUITO AMOR! Feliz ano novo!

Página 3 de 3123