Posts de November de 2011

Ringo Starr and his All Starr Band em Belo Horizonte

Em 18.11.2011   Arquivado em Música

Depois de meses de espera, literalmente, nessa quarta feira finalmente tivemos Ringo Starr & his All Starr Band aqui no Chevrolet Hall e foi INCRÍVEL!!

Ringo Starr and his All Starr Band

Em julho anunciaram que o show aconteceria em diversas cidades do Brasil e quando vimos Belo Horizonte na lista eu, Dani e Pati surtamos. Fui lá, comprei nossas entradas (depois de uma louca busca de soluções para conseguir que a Pati me mandasse a versão escaneada da carteirinha de estudante dela) e desde então elas estavam guardadinhas na minha “caixinha de tesouros” esperando o dia 16 de novembro. Demorou, parecia que não ia chegar nunca e quando a gente menos esperava, chegou!!

Ringo Starr and his All Starr Band

A Pati chegou lá bem cedo, beeeem mais cedo que eu e a Dani (que tava na aula, por isso nossa demora), por volta das 16h, e já tinha um povo na fila. Nós chegamos às 18h, faltando uma hora pro portão abrir – na teoria. E o mais lindo é que o Ringo em si chegou pouco antes d’a gente, e como a Pati tava pertinho da garagem viu ele dentro do carro e ele deu tchauzinho e fez o “v”zinho da paz dele, hihi. Ficamos na fila, fizemos amizades, esperas, eram quase 19h30 quando mandaram a gente entrar. Aí nós três fomos indo grudadinhas uma na outra, já que eu era maior (ir)responsável pelas duas… Nos chamaram pra fila de mulheres, entramos rapidinho e de repente estávamos nós três de mãos dadas correndo loucamente em direção à (pequena) aglomeração que já tava se formando. E aí enquanto a gente comia, Twittava, tirava umas fotos pré-show e ia conhecendo o pessoal, vinha sempre um querendo passar na frente, a gente deixava alguns, ia remanejando e quando vimos já tínhamos andado um metro na diagonal ficando cada vez mais na frente e mais ao centro!! Sério, foi muito mais perto que imaginei que ficaria.

Ringo Starr and his All Starr Band

O show tava marcado pra 21h e a pontualidade britânica praticamente não falha: 5 minutos de atraso até a All Starr Band entrar anunciando o Ringo!! Aaaah, aí a gente gritou MUITO!!
Ele abriu com “It Don’t Come Easy” e “Honey Don’t”, cantava, dançava e tocava bateria, coisa liiiinda!! E nisso eu e as meninas pulando muito junto com o povo, uma olhando pra cara da outra sem acreditar que era real e eu tentando tirar fotos sem tirar os olhos do palco.
(Ao contrário de um IMBECIL que tava do nosso lado e resolveu filmar o show e assistiu tudo pela janelinha da câmera… Pagar absurdo pra ter um YouTube com som ao vivo é muita idiotisse, né minha gente??)

Ringo Starr and his All Starr Band

Aí ele foi chamando a banda… Os primeiros foram Rick Derringer foooofo demais e Edgar Winter que é MUITO FODA!! A gente tava se sentindo num festival de rock dos anos 70, gente, o jeito dele de falar, de agir, de tudo, cada hora tocando um instrumento sem deixar a música falhar, sem comparação. Ele chegava na beiradinha do palco e ficava muito perto, era inacreditável, mesmo.

Ringo Starr and his All Starr Band

Aí veio Wally Palmar pra cantar também e desejar “bouha noitin Belou Rorizonti” e quando Ringo voltou pra cantar “I Wanna Be Your Man” eu PULEI, GRITEI, SURTEI tanto, tava um calor insuportável e eu quase não tinha comido nada… Eu simplesmente senti que ia cair dura ali, gente, sério!! Sentei no chão, tava muito menos quente, por incrível que pareça… E aí veio uma deselegante que tava atrás de mim que ao invés de perguntar se eu tava bem já veio falando “ah, se tá passando mal vai embora!!” (e não era pro bem, porque ela realmente ficou o resto do show tentando “atropelar” a gente e ir pra frente). Eu esperei melhorar um pouco, levantei a tempo de ver Gary Wright cantar “Dream Weaver” e sentei denovo. E nessa hora eu juro que decidi que se não passasse realmente iria pra fora, porque eu não tava conseguindo ficar mais lá. E nisso as meninas me abanando com uns papéis que recebemos na porta, um rapaz SUPER bonzinho que tinha dado espaço pra Pati ficar ligeiramente mais à frente tava lá todo preocupado, até que GRAÇAS A DEUS lembrei que a ela tinha chocolate na bolsa, pedi pra um e na hora que comi só senti o sangue voltando todinho pro meu rosto, sério, NUNCA MAIS vou a show nenhum sem levar um chocolatinho, fez milagre!! Consegui pegar o finalzinho da apresentação do Richard Page.

Ringo Starr and his All Starr Band

Aí a Pati trocou de lugar comigo porque onde ela ficou era menos insuportavelmente quente e eu melhorei de vez a tempo do Ringo voltar pra cantar “The Other Side of Liverpool” antes de falar que a próxima música só não era conhecida pra quem tava no show errado. E todo mundo já sabia antes mesmo de ele cantar o primeiro verso que era “Yellow Submarine”, e foi a primeira vez no show que eu chorei, porque sabia que aquilo era o mais perto que eu tava na vida de saber o que era ver os Beatles ao vivo, era maravilhoso o palco todo amarelo só trocando pra representar “skies of blue” e “sea of green”. Ai, gente… Sem palavras.

Ringo Starr and his All Starr Band

Aí o show seguia… Edgar Winter nos fez arrepiar tocando “Frankenstein”, foi o solo de baterias mais incrível que já vi na vida – e nesse o Ringo nem tava participando –, sério, dava vontade mesmo de filmar, era de arrepiar, eu abstraí meus cuidados auto-medicados e até bati a cabeça um pouquinho. Quando Wally Palmar cantou “What I Like About You” NÃO TINHA COMO NÃO PULAR, e Ringo voltou denovo pra cantar a música que ele fez na época que ele participava “de uma banda aí”, hehe, e foi lindo porque ele tocou “Boys” (e acho que cantou outras nessa hora, acho que “Back Off Boogaloo”, mas não lembro a ordem perfeita). Gary Wright cantou um cadinho pra gente, Rick Derringer também, Richard Page também (e ele é LINDO, gente, sem noção). E a gente ia sentindo chegar ao fim e era triste.

Ringo Starr and his All Starr Band

O Ringo assumiu de vez no fim… Veio com “Photograph” que eu choreeei, “Act Naturally” e quando ele começou “With A Little Help From My Friends” a gente sabia que aquilo já era o “bis” mesmo sem o intervalinho, choraaamos e gritamos e terminou com “Give Peace A Chance”!! E depois que a banda agradeceu e saiu do palco a gente berrava muito e eu virei pra trás e de repente estávamos nós três abraçadas chorando… A gente não queria sair dali, ficamos ainda até o palco ficar apagado, sabíamos que eles não iam voltar, a Pati tinha que ir porque meia noite já era o ônibus pra ela voltar pra Timóteo (o show durou praticamente duas horas, acabou faltando cinco minutos pras 23h, por aí)… Mas a gente não queria mesmo porque, né?? MARAVILHOSO!! Os caras que compõe a banda são incrível, vieram de bandas incríveis e, azar,podem falar o que for: O RINGO É INCRÍVEL!! Super alegre no palco, nem o disco de uma menina bater na cabeça dele quando ela mandou pro palco abateu aquele homem, era 1/4 da MAIOR BANDA DE TODOS OS TEMPOS ali cantando e tocando pr’a gente, valeu muito a pena, principalmente ao lado das duas que são irmã-amiga e amiga-irmã.

Ringo Starr and his All Starr Band

Bipolaridade total, feliz em ter ido e triste por já ter acabado!! Quem quiser ver algumas das fotos que tirei (além dessas do post) tem lá no Flickr.

8 iPods nos 8 anos do Letras.mus.br

Em 14.11.2011   Arquivado em Música

Ano passado o Letras.mus.br fez uma promoção comemorando seus 7 anos onde sorteou 7 iPods Nano 8Gb (quem lembra??). Agora, nos 8 anos do site, a promoção tá ainda melhor!!

Dessa vez você não vai escolher a cor do seu iPod, mas tem que criar sua lista de reprodução com 3 a 8 das suas músicas favoritas!! Aí é só compatilhar com seus amigos para que eles possam visualizar sua lista e participar. Você vai ganhando cupons ao se inscrever, nos primeiros compartilhamentos em Redes Sociais e A CADA VISITA QUE RECERBER NA SUA PLAYLIST!! Isso mesmo, é só o visitante entrar lá que, *plim*, você ganhou mais um cupom e mais uma chance de ganhar.
Eeeee como são 8 e não 7 anos do site, além dos 7 iPods Nano, você concorre também a um iPod Touch, também de 8 Gb!! Só melhora, né?? Esse prêmio “principal”, porém, será sorteado entre os 20 participantes com maior número de cupons, outro motivo pra você divulgar loooucamente!!
E agora é a hora largar tudo aí e entra lá por esse link, que aí você participa e ainda escuta minhas 8 músicas favoritas, me dá mais um cuponzinho e deixa o link da sua playlist aí nos comentários pra eu fazer o mesmo!! Coooorre criançada, é até dia 11 de dezembro!!

Meme Literário

Em 10.11.2011   Arquivado em Leitura, Memes e Tags

Meme lindo indicado pela Lili!! Originalmente ele deve ser feito durante um mês dia a dia, mas vou fazer que nem ela e postar tudo d’uma vez. E vou indicar a Poly, poque acho que é a pessoa que conheço que mais lê!!

1- Que livro você está lendo? Sobre o que é? E está gostando?
Eu tô lendo “O Hobbit” que nunca consigo acabar porque é algo que preciso de tempo pra sentar e terminar, e aí sempre chega um livro mais fácil e “toma” o lugar… E o livro que tomou dessa vez é “As Memórias do Livro” que a Poly me emprestou e eu tô apaixonada, é um absurdo uma pessoa que tá praticamente formada como restauradora de papel não ter lido, LINDO, quero ser uma Hanna Heath com certeza!!

2- Qual o último livro que leu? E qual o próximo livro que lerá?
O último que li foi “O Corcunda de Notre Dame” do Victor Hugo, já que a adaptação em desenho dele é meu favorito da Disney, apesar de serem completamente diferentes.
O próximo… eu ESPERO terminar o Hobbit!!

3- Você lê resenhas de livros? Elas influenciam na escolha de um livro? Ou na opinião que você tinha sobre um livro lido?
Eu leio quando entro num blog e a resenha tá ali ou, raramente, quando fico que nem louca procurando sobre alguns assunstos em particular.
Pode me influenciar muita na escolha de um livro pra ler, mas não influencia na opinião já formada por um livro lido.

4- Aonde você gosta de ler? No sofá? Na cama? No ônibus? O lugar onde você costuma ler é o lugar onde você gosta de ler?
Gosto de ler deitada, na cama ou no sofá, e é onde leio no geral – mas quando chego muito cedo na aula ou algo assim eu leio ali mesmo enquanto espero.

5- Você costuma abandonar a leitura de um livro? Você está no meio da leitura de um livro, só que odiando. É chato, sem graça, mal escrito… O que faz? Larga-o na mesma hora ou persiste até o final?
Então, eu terminei de ler a saga Crepúsculo que foi um das que mais odiei na vida, o que prova minha força de vontade pra, sim, ler tudo sempre até o final. Acho que já tiveram dois livros até hoje que abandonei, no máximo.

6- Quem (ou o quê) inspirou o seu amor por livros? Conte como foi!
Foram três nomes: Joanne Kathleen Rowling. Eu era uma criança chata e preguiçosa que não gostava de ler nada que não fossem histórias em quadrinhos – disso sempre gostei – até o dia em que “Harry Potter e a Pedra Filosofal” caiu na minha mão. Eu li, apaixonei e aí re-li mais 6 vezes até ganhar o resto da coleção (na época só existiam os 4 primeiros). A partir daí ler – não só HP – virou o hobby número 1 da vida até eu ter acesso à internet e ao nerd way of life.

7- Você costuma emprestar ou pegar livros emprestados? Sim? Não? Por que?
Eu pego emprestado, mas já deixo de avisado que pode demorar porque eu tenho pouco tempo disponível pra sentar, relaxar e ler. E emprestar eu empresto, só não empresto caso eu tenha comprado mas não tenha lido ainda – ou minha coleção Harry Potter… Esses aí eu emprestei muito na vida e hoje em dis eles são destruídos, até recadinho de amiga tem neles, ficam guardados e só eu toco neles!!

8- Quantos livros você tem? Qual o autor que você mais tem livros? Fale um pouco sobre isso.
Eu não tenho a mínima noção de quantos livros eu tenho. Sério. Porque aqui comigo dá pra contar, e são muitos, mas na casa da minha mãe tem caixas minhas e lá tem mais um tanto com certeza.
A autora que mais tenho livros – que não é a que mais li livros – é provavelmente a J.K. Rowling, né, porque eu tenho todos dela e quero mais!!

9- Você costuma ficar com todos aqueles livros que compra? O que faz com aqueles que não gosta? Troca? Dá? Ou fica?
Nisso eu sou “feia”, eu fico com eles SEMPRE. Eu gosto de livros, sei que deveria mandar uns adiante, mas não consigo.

10- Se você pudesse escolher um único livro para ganhar/comprar até o final do ano, qual seria?
MUITO difíicil… Acho que qualquer livro relacionado a Harry Potter me deixaria muuuito feliz. Ou então algum livro de restauração daqueles lindos e abusivamente caros.

11- Cite um livro que fez você rir. Fale um pouco sobre ele.
Ai meu Deus, que difícil… Eu acho que nunca li um livro de comééééééédia mesmo, então é difícil pensar. Posso falar de Harry Potter denovo?? hehehe Se puder, deve ser “Calice de Fogo” porque eu lembro de dar muita risada com aquilo quando tinha tempo de re-ler sempre (aliás, acho que depois do 1º foi o livro da série que mais li).

12- Se você pudesse conhecer um lugar / mundo que só existisse nos livros qual seria? E por quê?
HOGWARTS!! Sério que tenho que explica o motivo??

13- Se você pudesse trocar de lugar com o personagem de um livro, qual seria? Que história dessa personagem você gostaria de viver?
Hermione Granger (Weasley). Desde que era uma nariz em pé mandona a Mione era minha favorita – e por causa dela indiretamente eu passei a ficar igual cheia de livrões nas costas por um tempo. Ela e o Rony. E aí tem mais um motivo pra querer ser a Mione, porque além de inteligente, boa, corajosa e MUITO especial, ela tem esse marido incrível que eu amo.

14- Se você pudesse fazer uma pergunta para o seu escritor preferido (vivo ou morto), qual seria o escritor e qual seria a pergunta?
Se fosse uma única pergunta só acho que seria “Tira uma foto comigo?”. Porque como perguntar só UMA coisa pra J.K. Rowling?? Eu tenho é um milhão de perguntas pra ela, tantas que nem sei por onde começar. Mesmo porque tudo que eu tinha MUITA dúvida ela já respondeu.
E eu tô aqui pensando e não consigo desenvolver, sério, não sai qual seria entre tantas que tenho.

15- Qual é o seu vilão literário favorito? Por que?
O vilão que mais gosto não é um vilão: ele é visto como vilão em sua primeira aparição, e é o Lestat. Em “Entrevista com o vampiro” parece que ele é um monstro, sendo que na verdade ele é o que um vampiro deveria ser, ao contrário do Louis que é um porre de chato.
Mas tirando ele, um vilão de verdade: Voldemort!! Porque numa série com tantos vilões ele é o único que se dá ao respeito de ser um baita vilãozão daqueles clássicos que não ama ninguém e etc. Sem contar que o resto dos vilões é uma coisa deplorável: Bellatrix e Umbridge são duas vagabundas e os Comensais da Morte, como Lucio Malfoy e Pedro Pettigrew, são um bando de “bundões” covardes que não fazem nada.
Acho que tem outro vilão que gosto pra valer, que é o Dr. QI, dos Karas. Aquele sim é outro vilão de respeito!! Quando ele apareceu denovo em “A Droga do Amor” (que é meu favorito da série) eu vibrei, mesmo ele não sendo o vilão do livro, de fato.

16- Cite um livro que você achou que não iria gostar e acabou adorando. Fale sobre ele.
Puts, que difícil. Eu sempre começo a ler sem preconceitos, não teve nenhum livro que fui com medo de não gostar, porque só ler pra mim já é ótimo.
Eu sempre achei que nunca ia gostar de “Senhor dos Anéis”, eu sei que não li ainda mas AMO os filmes, a história e tudo mais… E dizem que é bem fiel, eu sei que vou gostar, mas quando eu era pequena tinha preconceito porque inventaram que era “rival” de Harry Potter, só porque os filmes saíram na mesma época e a temática é a mesma.

17- Cite um livro que você achou que iria gostar e acabou não gostando. Fale sobre ele.
Eu juro que achava que ia gostar da saga Crepúsculo nem que fosse um pouquinho, minha gente, mas desde o primeiro que aquilo não ia, eu ia lendo e lendo e só piorava, foi um decepção.
Outros foram “O Diário de Anne Frank”, que não gostei quando li porque era muito nova, mas tenho vontade de ler denovo e ver se gosto, e “Ameaça de Sete Cabeças ” que é do Pedro Bandeira e eu geralmente gosto de tudo que Pedro Bandeira publicou, mas esse foi um dos dois únicos que abandonei na vida. O outro que abandonei foi “O Segredo”, é um porre!!

18- Você lê livros que não são para sua idade? Como livros infanto-juvenis ou YA para quem é adulto, ou livros adultos para quem é adolescente.
Eu acho difícil definir faixa-etária pra livros a menos que ela seja muito óbvia. Livros infanto-juvenis de literatura fantástica são cada vez mais valorizados por adultos, e a temática adulta é cada vez mais abusivamente mostrada no que deveria ser infantil. Eu leio de tudo que me interessa, não importa o público-alvo padrão, e adoro livros intanto-juvenis quando são BEM ESCRITOS.

19- Qual é o livro que você leu, gostou e recomenda para todo mundo ler também?
Os livros de J.K. Rowling e do Tolkien – esses não terminei, mas já gosto muito!! Mas a pessoa tem que gostar de literatura fantástica, ou pelo menos não-odiar, pra eu recomendar isso!! Como eu amo, pra mim é suuper recomendável.

20- Você gosta de poesias? Qual o seu poeta ou poema favorito?
Eu gosto muito, mas faz muito tempo que não leio um livro de poesias, MUITO tempo!!
Não sei escolher o favorito, mas já li bastante Camões, então acho que ele é meu preferido.

21- Quanto tempo em média você demora para ler um livro?
Eu leio rápido. Se tiver tempo disponível REALMENTE pra sentar e ler eu devoro tudo direto. Mas eu não tenho mais esse tempo, e como não gosto de ler picado eu posso demorar MUITO hoje em dia, infelizmente.

22- Cite um ou dois livros com títulos que você acha interessante. Você costuma escolher livros pelo título?
Olha eu citando Pedro Bandeira denovo… AMO OS TÍTULOS DESSE HOMEM!! Sério.. E isso é algo vindo de alguém que já leu praticamente todos os livros dele – eu li todos os que tinha na biblioteca do Marconi em 2003. Gosto especialmente dos títulos da coleção d’Os Karas, amo essa coleção, e o que mais gosto é o último, que tem o termo “droga” abordado de uma maneira COMPLETAMENTE diferente que tinha sido abordado antes, então engana muito quando você começa a ler.

23- Você costumar ler e-books? Ou prefere o bom e velho livro em papel? Por que?
Não é que eu não goste de ler e-books: eu não consigo mesmo. Eu li a coleção “O Diário da Princesa” quase todinha em formato virtual, e os que li no papel são os que mais gosto, e acho que por esse motivo… Sempre que acho um e-book de algo que queria muito ler é um incentivo pra ir atrás daquele “livro de papel” e terminar o mais rápido possível.

24- Você lê um livro por vez ou gosta de alternar a leitura em dois ou mais livros?
Eu gosto de ler um por vez, mas essa leitura agarrada de “O Hobbit” já não deixa isso acontecer a um bom tempo.

25- Tem algum livro que você tenha mais de uma edição do mesmo? Se sim, por que?
Tenho “Harry Potter e as Relíquias da Morte” em duas versões: português e inglês americano. Eu pretendo ter todos da coleção em inglês britânico um dia, é meu objetivo de vida, hehehe
Fora isso, não. Porque sempre que vou comprar algum livro “igual” eu já penso em outros livros que poderia estar comprando e desisto.

26- Qual o maior (em número de páginas) livro que você já leu? Quanto tempo demorou? Fale sobre ele.
Eu ACHO que foi “Harry Potter e a Ordem da Fênix”. Eu li em cinco dias porque na época tinha prova no colégio – e eu não podia esperar uma semana pra entrar de férias, lógico, tinha que ler aqulo na hora que peguei nas mãos pela 1ª vez. Acho que se tivesse esperado teria acabado num fim de semana, hehehe.
Já li livros grandes, vários, mas esse é o que lembro de ser maior.

27- Você costuma fazer anotações enquanto lê? Se sim, onde? A ideia de fazer anotações no próprio livro lhe assusta?
Regra número um da boa convivência com Luciana d’Ávila Lage: NÃO ESCREVA EM LIVROS!! Sério, não faça isso. Eu tenho verdadeiro pavor disso. Livro didático é uma coisa, ele tá ali pra você aprender, mas livro de literatura, poesia, romance, etc ou o que quer que seja não é só livro – aquilo é uma dádiva. E ninguém sai borrando dádivas na minha frente.

28- O que você faz quando encontra uma palavra que não conhece durante a leitura? Para para procurar no dicionário? Anota para procurar depois? Ou tenta deduzir seu significado pelo contexto?
Se eu não deduzir pela contexto fácil eu procuro. Senão fico com aquilo na cabeça até o fim da minha vida.

29- Quantos livros em média você costuma comprar por mês? Você costuma comprar livros em sebos, ou prefere as livrarias? Compra muito pela internet?
Compro muito pela internet. Inclusive tirando “Pedra Filosofal” que ganhei da minha madrinha – e acho que ela comprou em loja – TODOS meus Harry Potters (e afins) foram comprados pela internet. Até aqueles que foram presentes, e olha que isso começou em 2001!!
Eu só NÃO compro pela internet quando a compra não foi planejada, quando chego, vejo, o preço tá bom e aí compro.

30- Qual foi o último livro que você comprou? Fale sobre ele.
Os livros que comprei na Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Como comprei todos nos mesmo dia… Mas os últimos MESMO foram a Enciclopédia Disney, comprei lá na hora que tava indo embora.

31- Qual o livro que você leu esse ano que mais gostou? Fale sobre ele.
“O Corcunda de Notre Dame”. Eu sempre quis ler esse livro e a leitura me deixava angustiada em ver como é aquela história mágica que eu tanto amo, o quanto é triste, MUITO TRISTE. Mas é maravilhoso, dá pra entender o sucesso que faz ao longo dos séculos – eu disse sé-cu-los!!

... e a Inteligência de Joanne!!

7º FIQ Belo Horizonte!!

Em 08.11.2011   Arquivado em Leitura

E amanhã começa mais um Festival de Quadrinhos de Belo Horizonte – FIQ!! Essa é a sétima edição do evento e vai ser absolutamente linda, pois o homenageado da vez é ninguém mais, ninguém menos do que Maurício de Sousa, com direito a bate papo e duas seções de autógrafos. Além disso vai ter oficinas básicas de quadrinhos, outras oficinas não tão básicas assim, tablets sorteados pela Seven CG, autógrafos com outros convidados, exposição e tudo mais!! E a melhor parte: 100% de graça!!

– A 7ª edição do FIQ acontece de 09 a 13 de novembro, de 9 às 22h na Serraria Souza Pinto, Avenida Assis Chateubriand, 809 – Centro. Esse é o maior evento do gênero da América Latina, então não percam, mega programação para o pré-feriado!!
Para mais informações, novidades e programação completa acesse http://fiqbh.com.br