Top 5: Comidas que estou desejando no momento! (e suas receitas)

Em 24.05.2018   Arquivado em Cotidiano

No último mês pensei em comida boa parte do tempo. Acho que nem conseguiria comer tudo o que “desejava”, com esse estômago de passarinho, e ainda assim ficava aqui, pesquisando, amando muitas e muitas fotos… Eu culpo o Sol em Touro, mas vocês podem culpar a quem convir desse outro lado daí. Então, aqui ainda cheia de vontade no coração, resolvi colocar o Top 5 comidas com as quais tenho sonhado loucamente nesse período…

Mas aí LOGICAMENTE resolvi colocar a receita junto! Que quem ficar com vontade também é só ir lá e fazer… (Se conseguir achar os ingredientes no mercado, claro, porque tá foda né mores.) Algumas são mais diferentinhas, outras comunzonas, nada de tão extraordinário e ainda assim muito gostoso.

Top 5: Comidas que estou desejando no momento!

Coxinha de brócolis

Quando falei das minhas 5 comidas favoritas, tinha brócolis no meio. Eu AMO! Comeria todos os dias da minha vida, sem enjoar, juro, já provei até sushi de brócolis e amei demais. Então nem preciso dizer que ando sonhando em fazer a famosa “broxinha”, né? E numa vibe tentando devagar diminuir meu consumo de carne, porque tenho trocentas críticas ao processo de produção, o querer só cresce, cresce, cresce! (Foto e receita do Olhar Animal.)

Temaki de salmão

Se a Luly de 10 anos atrás me visse hoje, apaixonada por comida japonesa, ia ficar chocada, porque era uma coisa que detestava. Que bom que a gente muda de opinião na vida, né? E temaki é uma coisa que comi pouco na vida, mas acho uma delícia! Gosto quando é de salmão, e de complemento pode vir qualquer coisa ou mesmo nada, fica bom de qualquer jeito. E já que estamos nessa vibe vou roubar e falar também de SASHIMI, que foi o que mais demorei a começar a apreciar e hoje comeria um prato só disso, quero. (Foto e receita da Receiteria.)

Sopa de feijão com mostarda

Friozinho… Ô tempo bom… Pede muito caldo e muita sopa, né, fala sério! E aí quando é de feijão, nossa, melhor ainda! Eis que pesquisando receitas quentes veganas (temos um Baile de Inverno para organizar nos próximos meses, bebês), achei esse pitéu aí, que junta feijão e mostarda. Salivei! (Foto e receita da Revista Glamour.)

Chips de banana frita

Não sei quando, como ou por que, mas um belo dia acordei pensando “Vou fazer bananinha frita hoje”! No caso demorei pelo menos uma semana pra ter ânimo, obviamente deu errado e terminei com um monte de pedaço de banana queimada no prato, etc, OU SEJA, a vontade permanece. Nem precisa ser feita por mim, não, posso ir ali no Mercado Central comprar pronta mesmo que tá tudo bem. (Foto e receita da wikiHow.)

Pizza Havaiana

Ok, eu menti. Não temos a receita desse último item, peço desculpas desde já. Mas aí vem a informação engraçada que vai compensar isso: eu não gosto de abacaxi, mas pizza havaiana/primavera de abacaxi com *insira aqui o complemento que pode ser presunto ou outras coisas variadas* é minha FAVORITA! E, gente, você estão falando (ou lendo) com uma pessoa que gosta tanto de pizza que nasceu dia 10 de julho, o dia da pizza! Uma mulher estranha porém apaixonada, vou aproveitar que meu aniversário tá chegando e comer justamente isso pra comemorar no dia, claro. (Foto do Silvio Cicchi.)

E você aí? Qual o seu Top 5 de comidas desejadas do momento? Se o Sol em Touro já tiver te abandonado de vez fala aí as primeiras que vierem na cabeça agora, mesmo…

Psiu! Prestenção!

As fotos usadas nesse mosaico foram tiradas de vários sites diferentes em maio de 2018 e todos eles foram sinalizados ao longo do texto. Se você é o autor de qualquer uma e não gostaria de vê-la aqui, por favor, me avise para que eu possa trocar!

Wishlist 3×3: Coisas para casa…

Em 21.05.2018   Arquivado em Cotidiano

Ai, gente… Fazia tempo que eu não criava uma wishlist por aqui. E essa aqui tem duplo significado! Primeiro porque ela vai mostrar alguns itens divertidos que eu escolheria se tivesse montando uma casa e segundo porque, bem… MONTAR UMA CASA É MEU MAIOR ITEM DE DESEJO DO MOMENTO! Vira e mexe eu entro em sites de imóveis pra dar uma olhadinha na faixa de preço de aluguéis, deixo sempre separado o telefone de um moço que instala telas nas janelas e já sei até qual seria o gasto inicial para adquirir pelo menos o básico. Como esse básico não é tão legal de ficar mostrando, apesar de ser o mais importante, hoje resolvi trazer coisas bonitinhas que eu gostaria de ter quando esse dia finalmente chegar. Algumas são úteis, a maioria nem tanto, mas não faz mal. O que importa aqui é desejar, não necessariamente conseguir, não é mesmo?

Já rolou aqui antes uma lista só de roupas de cama (que hoje em dia eu faria um pouco diferente) eestou pensando adiante em fazer outras para utensílios de cozinha e materiais de trabalho… Mas vamos “despacito”, um conjuntinho de cada vez.

Wishlist 3x3: Montando uma casa...

01) Umidificador de Ar via Submarino: Ok, o primeiro item é algo que eu REALMENTE preciso, mas não necessariamente esse da foto. Ele só foi escolhido pra representar, obviamente, porque é rosa. Meu nariz sofre muito com a falta de umidade, mesmo, vira e mexe acordo com ele sangrando e estou sempre espirrando, então fica aqui como prioridade.

02) Capacho “Hello, Goodbye” da Imaginarium: Esse capacho tem um problema básico que é o fato de ser AMARELO, uma cor que eu não gosto muito… Mas além de ser super divertido o jogo de cumprimentar a visita na entrada e se despedir dela na saída, ele faz isso com uma música dos Beatles! Inclusive essa é uma das duas músicas que me fizeram ter o “Hello, hello” como “bordão” de abertura dos meus vídeos! (A outra é a “Hello, hello”, do Elton John.)

03) Cristaleira Showglass 1 porta da Tok&Stok: EU SOU LOUCA COM ESSA CRISTALEIRA! Ela está na minha wishlist há meses! Gosto das laterais escuras, dos nichos espaçosos, do fato de ser discreta e versátil. Minha ideia é usá-la para colocar minhas bonecas e outros itens de coleção, já super sei o que ficaria em qual prateleira, porque eu sou dessas que planeja e tudo mais…

04) Arranhador 4 Estações para gatos da Petz: Mais um produto “genérico”, porque não precisa ser esse especificamente, mas se for, ótimo. Em resumo, o que eu queria era um arranhador grande cheio de lugarezinhos para a Arwen explorar! Acho que ela ia absolutamente amar ter seu espacinho assim, porque já gosta muito do arranhador pequenino e simples que tem desde que era bebê. E eu, claro, ia ficar com os olhos brilhando em ver a alegria dela brincando..

05) Tinta na cor “Moça Bonita” da Coral: Não vai poder faltar na minha casa uma parede SUPER cor-de-rosa, né? Talvez na sala, talvez no quarto e talvez nos dois! Pra ficar tudo a ver comigo e tudo a ver com tudo o que gosto. Dei uma olhadinha no site da Coral e achei essa “Moça Bonita” uma cor bem gostosa! Também penso em colocar uma toda preta em algum outro lugar, sabe como é, “o melhor dos dois mundos”…

06) Boca porta-chave da Mubo: É uma boca usando batom vermelho pra pendurar chaves. Dispensa explicações, próximo!

07) Panela elétrica para arroz via Extra: Pois uma panela de arroz é um dos eletros mais úteis dentro de uma cozinha, servindo incluisve para fazer incontáveis receitas além do arroz!

08) Luminária de gato sentado rosa via Extra: Outro dia eu estava numa loja do Shopping Boulevard com duas amigas e vi essa luminária. É um gato cor-de-rosa, quase em tamanho real, MUITO PARECIDO COM A ARWEN! Ah não, fiquei querendo. É – uma – Arwen – rosa! Se existe algo que foi mais feito pra mim do que isso, desconheço. Sei que é o item mais inútil dos citados até agora, mas também estou 100% nem aí.

09) Frigobar retrô Marsala Wine da Brastemp: E pra fechar, um desejo daqueles puramente estéticos, mas com razão. Esse frigobar da Brastemp é um baita sonho de consumo, MAAAS é o mesmo preço de uma geladeira normal boa, então se tratando de uma casa, e não de um escritório por exemplo, nem precisa dizer quem ganha na hora de tirar a mão do bolso. Meu favorito de todos é nesse tom marsala, justamente um dos mais caros, mas na verdade são todos lindos! Morro de amores pelo pretinho! E como aqui estamos brincando de sonhar, ficar aí esse sonho lindo que se foi…

Psiu! Prestenção!

As fotos usadas nesse mosaico foram tiradas de vários sites diferentes em maio de 2018 e todos eles foram sinalizados ao longo do texto. Se você é o autor de qualquer uma e não gostaria de vê-la aqui, por favor, me avise para que eu possa trocar!

Sobre o que é família (I)

Em 15.05.2018   Arquivado em Escrevendo

Quinze de maio é o Dia Internacional da Família, e eu não sabia disso até ver um artigo sobre o assunto na minha timeline do Twitter hoje de manhã. Acho engraçado em como a gente comemora os dias de várias pessoas que fazem parte da família, mas não ela em si… Pra mim faria mais sentido, sabe? Porque nem sempre famílias são constituídas de todos esses membros que são tão comercialmente aclamados… Às vezes até por nenhum deles. Mas estou me precipitando sobre um assunto que será a parte II dessa reflexão. Por enquanto eu gostaria de mostrar algumas famílias pra vocês nesse dia que devia ser tão especial.

Sobre o que é família

Essa foto foi tirada em 1997. Nela vemos meus pais, João e Valéria carregando eu e Daninha, minha irmã mais nova. Meus pais foram casados por 18 anos, até que se separaram quando eu tinha 16. No início não tava tudo bem, mas depois ficou, sabe? Até melhor! Essas coisas da vida que parecem que serão um problema e na verdade são a solução. Desde então eu e minha irmã já moramos com a mamãe, depois com o papai, depois com a mamãe de novo. Nós quatro éramos uma família, agora somos duas diferentes. Ainda assim: família.

Sobre o que é família

Agora vou apresentar outras quatro pessoas: Marcelo, Rodrigo, Rosana e Patrícia. Assim como meus pais, Rosana e Marcelo se casaram mais ou menos na mesma época. Eles tiveram seus dois filhos nos mesmos anos, 90 e 95, com pouquíssimos meses de diferença. Esses filhos, inclusive, estudaram na mesma sala de aula em alguns momentos da vida! Mas, ao contrário dos meus pais, eles permanecem casados. O que é ótimo! De verdade! Sabe por que? Porque os quatro são uma família.

A Pati é nossa amiga há 20 anos. Na verdade ela é mais que nossa amiga: é nossa terceira irmã. Toda “coisa de irmã” que existe eu e Daninha adicionamos a Pati, como se não houvesse a diferença do sangue. Temos um grupo de Whatsapp onde todos os problemas e alegrias de qualquer uma de nós vai parar em algum momento. Se eu me casar um dia, mesmo do modo nada tradicional como pretendo fazer, elas serão minhas “madrinhas” com o mesmo grau de importância. Pati é da nossa família, e nós somos da família dela.

Sobre o que é família

Agora falaremos de Ernani. Na primeira foto Ernani está com sua mãe, Eneida (e suas gatas!), e na segunda com sua avó, Esther. Seu pai morreu quando ele era um bebezinho, então as duas o criaram juntas, os três com essa tradiçãozinha fofa de ter o nome começado com “E”. E os três são, é claro, uma família. Além disso Ernani namora, há mais de um ano, com a Daninha. Então é óbvio que se tratando de família, ele também é da nossa.

Sobre o que é família

Eu tenho várias pessoas com as quais não tenho grau de parentesco que são família, e algumas delas sequer são pessoas. Nessa nova foto, por exemplo, estou deitada com a Arwen, minha gata. Eu não serei hipócrita a ponto de dizer que criar uma gata é o mesmo que criar uma criança, porque não é. Esse é o motivo, inclusive, pelo qual adotei uma gata e não uma criança, algo que pretendo fazer um dia. Mas ainda assim eu considero Arwen minha filha, e de certa forma ela me considera “mamãe” dela também. É pra mim que ela corre quando tem fome, sede ou se sente sozinha. Quando eu chego em casa, ela sempre está do outro lado da porta me esperando. Outro dia ela achou que eu tinha saído de casa sem avisá-la ao não me achar no (nosso) quarto e correu pra minha mãe, chorando, como se perguntasse onde eu estava… E quando minha mãe mostrou a ela onde, ela correu de alegria ronronando até mim.

Arwen, a gata, e eu somos uma família.

Sobre o que é família

Imagem via Today

Por fim temos mais um grupo de quatro pessoas: Reginald, Zachary, Elijah e David. Reginald é conhecido mundialmente sob o nome artístico de Elton John. Mais de uma vez Elton tentou adotar crianças para ter filhos em sua família, e mais de uma vez foi recusado. Um desses garotinhos, inclusive, tinha AIDS. Após essas tentativas serem negadas ele e David, com quem mantém um relacionamento há 23 anos, resolveram ter filhos biológicos através de inseminação artificial com uma barriga de aluguel. Eles não sabem qual dos dois é o pai biológico dos garotos e isso, de fato, pouco importa. Porque esses dois homens e seus dois filhos são, é claro, uma família.

Existem famílias biológicas, “tradicionais”, monoparentais, comunitárias até mesmo uma que é considerada a “Sagrada Família”. Imagino que a maioria delas possui laços de sangue. Em algumas as pessoas decidiram ter filhos, em outras não. Temos aquelas que escolhem ter animais de estimação, já outras não querem ou mesmo não podem. Tem aqueles que são filhos só de um dos lados casal, mas que se torna parte da vida do outro também. E existem pessoas que gostam de ditar como devem ser as famílias de outras pessoas. Que não permitem um cantor milionário dar uma vida incrível a uma criança que não tem nada pelo simples fato de que ele é apaixonado por outro homem. Ou que acham que o fato de essa união não conseguir (ou mesmo decidir!) se reproduzir invalida o conceito de família. Alguns, inclusive, apoiaram um estatuto que vai contra esse amor de outras pessoas. Vai entender, né? Aparentemente a família que não nasce da união de um homem e uma mulher fere a estrutura básica da sociedade, que merece especial proteção.

Bom, pra mim, o que fere a estrutura da sociedade é mente fechada dessas pessoas e família é quem a gente considera assim. E pra você, o que é?

Lookbook: I see flowers in your hair

Em 12.05.2018   Arquivado em Moda

Estou vivendo um momento um tanto quanto peculiar porque tenho andado meio desanimada para escrever, mas tão cheia de (boas) ideias que entrar aqui no blog e ver que ele está sem post novo me deixa muuuito triste! Não sei muito bem como lidar, não… Então vamos para uma breve atualização do Lookbook, que aí é novidade, não é feita nas coxas e nem força a barra dessa minha cabecinha preocupada. Mesmo porque descobri que até então eu tinha postado UM ÚNICO LOOK AQUI NESSE BLOG EM 2018, isso é uma vergonha, Brasil!

Usei essa roupitcha bem singela no último fim de semana, quando comemoramos o aniversário da minha irmã. [ATENÇÃO, VAI ROLAR UM DESABAFO AQUI E AGORA!] Já tem um tempo que a hora de me vestir virou uma breve tortura pessoal na minha vida pois eu tenho odiado muito meu corpinho, meu rostinho e principalmente minha mente, que é o que me faz odiar os outros dois. Nesse dia, faltando apenas alguns minutos para receber pessoas queridas aqui em casa, não foi diferente. Olho tudo o que tenho no meu armário, percebo que a grande maioria das coisas não cabe em mim, vou procurar o que cabe e descubro que obviamente está sujo/lavando porque é o que tô usando, vou pro armário da minha irmã, descubro que as coisas lá também não cabem, mas aceito usá-las porque 01) ficam “menos grandes” e 02) é sempre mais fácil ver beleza na grama do vizinho, né! Foi assim que nasceu esse “look”.

Pra ser bem sincera eu podia ter usado minha própria jardineira, que era a ideia original porque achei que combinava com essa coroa de flores que tanto eu quanto ela ganhamos pra ocasião… MAS ROLOU UMA PREGUIÇA ENORME DE RASPAR AS PERNAS, MINHA GENTE! Como ainda não sou desconstruída o suficiente para receber visitas com pelos à mostra, infelizmente, peguei a dela que é comprida… Que tem uma das alças estava estragada! Então, fingindo estilo mas na verdade improvisando soluções, resolvi ficar com ela meio aberta mesmo. Combinou com essa vibe boêmia urbana, tá bonita, gostei!

Lookbook: I see flowers in your hair

Descrição das peças no Lookbook!


Enfim, as poses da foto são aquele negócio, né, nada de bonito com a cara não muito amigável, eu tava com pressa, mores, desculpa! Pra completar uma camiseta (também da Daninha) branca básica, um colarzinho de gatinho que tenho há ANOS e só passei a usar depois de ter adotado a Arwen e o item principal: MEUS SLIPPERS DA BARBIE! Ai, sério… ELES SÃO LINDOS! Tô apaixonada, viraram meus sapatos favoritos no mundo! Mas também, cá entre nós: são cor-de-rosa, sem salto e cheio de marcas de batom. Para ficar mais minha cara só se tivesse uma foto colada neles!

Lookbook: I see flowers in your hair

Slippers da Barbie by Moleca

Foco Periférico: Abril, 2018

Em 06.05.2018   Arquivado em Fotos

Abril já passou, o outono tá no seu auge do tira casaco, bota casaco e, claro, hora de mostrar por aqui as minhas fotos do mês no Foco Periférico! Como meu dia de postar é segunda feira, eu tinha 5 semanas de posts pra fazer, mas acabei esquecendo o da Semana 5 que era “Lá fora” e ele vai ficar atrasado pra maio… Enquanto isso os outros quatro estão aqui, lindos e em dia, então é isso aí!

Foco Periférico: Abril, 2018

Magia

Semana 01. Nós começamos cheios de Magia! E é aquele negócio… Tô meio de saco cheio do assunto? Tô! Mas isso faz eu perder meu amor e carinho? Nunca! Minha foto nesse tema tinha que ter Harry Potter! Usei a Edição Ilustrada de “A Pedra Filosofal” porque, né, que livro MARAVILHOSO, uma varinha básica que não pode faltar e pecinha de xadrez de bruxo. Podia ter colocado mais um monte de porcaria que tenho por aqui? Podia. Mas é o famoso “menos é mais”, né!

Foco Periférico: Abril, 2018

O que me inspira

Semana 02. Nós sempre tentamos escolher os temas com algumas semanas de antecedência, mas até a véspera eu não fazia ideia do que colocaria para o dia de mostrar “O que me inspira”. Existem muitas coisas que me inspiram nessa vida! Aí comecei a olhar minha estante pra achar livros de autoras maravilhosas que são super exemplo pra mim quando olhei pra esse que simplesmente fechou a questão… “Mulheres Incríveis”! De forma geral todas elas me inspiram, escrevendo ou não! Aí como já tinha tido uma página de livro na semana anterior, decidi que ia retratar esse de outro ângulo… Tava meio paia, meio vazio, então lembrei dessa tiara da Mulher Maravilha que uma amiga me emprestou no Carnaval e acabou ficando aqui até hoje (lembrete pessoal: devolver tiara para Mari). Pronto, combinação perfeita. Acho que retratei bem a ideia de uma forma geral, né?

Foco Periférico: Abril, 2018

Desfocado

Semana 03. Eis que chegamos na minha foto favorita de abril! Esse mês eu iniciei a realização de um sonho de adolescência! O Baile de Inverno do Potter Club BH finalmente vai acontecer em setembro desse ano e pra ele mandei fazer meu vestido da Hermione, porém azul como no livro. Mostrei mais ou menos nuns vlogs, mas já conversei com uma cosmaker de MUITA confiança, comprei tecidos finos em tons que vão ficar incríveis e fui lá tirar as medidas. E aí tirando fotos pro Instagram pra contar a novidade acabou saindo essa sem querer, JUSTAMENTE NO DIA QUE EU DEVIA POSTAR ALGO “DESFOCADO”! Ah, pronto, celebrei em mais uma conta esse momento de alegria. Quando ficar pronto eu venho mostrar uma prévia pra vocês, minha empolgação tá nível 5 mil!

Foco Periférico: Abril, 2018

Escada

Semana 04. Ao longo desse mês passei por diversas “Escadas” extremamente fotografáveis. Mas nenhuma seria tão importante para esse momento quanto a da minha própria casa… Então foi a escolhida! Eu realmente gosto muito dela, pra falar verdade, acho até bem fotogênica, e é esse o meu sobe e desce mais comum de todo dia, merecia um momentinho de destaque!

Agora não deixem de conhecer os outros participantes do Foco Periférico: Igor, Lucas, Maíra e Renatinha!

Página 1 de 20912345... 209Próximo